CGN
Ao delegado da Polícia Civil, médico disse que cachorro ‘infartou’ e morreu

Ao delegado da Polícia Civil, médico disse que cachorro ‘infartou’ e morreu

No momento da abordagem policial, em um endereço residencial na Rua São Luís, no Cancelli, o detido, que é médico, teria dito que agrediu o animal...

Publicado em

Por Fábio Donegá

Publicidade

O Delegado-adjunto da 15ª SDP (Subdivisão Policial) de Cascavel conversou com a imprensa nesta terça-feira (11) sobre o caso em que um homem de 30 anos de idade foi preso, na noite de ontem, acusado de matar o próprio cachorro a pauladas.

No momento da abordagem policial, em um endereço residencial na Rua São Luís, no Cancelli, o detido, que é médico, teria dito que agrediu o animal porque ele fez “xixi” no lugar errado.

O médico foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Cascavel, onde segue detido desde então, pois o crime não prevê fiança.

Segundo o delegado Fernando Zamoner, o homem detido negou que tenha matado o cachorro, dizendo que o animal teria infartado, ou algo nesse sentido, por conta de ele ter brigado com o bichinho.

Notícias Relacionadas:

Veja todas as notícias sobre: Médico

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais