CONECTE-SE CONOSCO

Cascavel

Médico suspeito de matar Capitu pode ser preso novamente, diz advogada

É possível a revogação da liberdade provisória e conversão em prisão preventiva.

Publicado

em

A CGN conversou com a Advogada Animalista e Presidente da ONG Sou Amigo de Cascavel, Evelyne Paludo, sobre o caso do médico suspeito de matar a cachorrinha Capitu no início desta semana.

Evelyne, defensora que conseguiu a guarda do cachorrinho Bento, outro animal que pertencia ao suspeito, contestou as informações prestadas pelo advogado de defesa do médico, Ricardo Augusto Bantle.

Pela manhã, Ricardo concedeu entrevista relatando que poderá pedir ao poder judiciário a guarda do cachorro Bento que está sob cuidados da ONG. Ele entendeu que não havia necessidade de retirar o animal que estava sendo cuidado por uma pessoa próxima à família desde o fato.

Segundo Evelyne, é preocupante o fato de o advogado tentar buscar a guarda do cão Bento, já que a condição para a concessão da liberdade provisória foi que o médico não tivesse convivência com outros animais, nem com o Bento.

A advogada disse que a partir do momento que a defesa do médico tentar buscar a guarda do animal durante o processo, estará descumprindo as condições estabelecidas. Com o descumprimento é possível a revogação da liberdade provisória e conversão em prisão preventiva.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Participe do nosso grupo no Whatsapp
ou
Participe do nosso canal no Telegram

Publicidade

Copyright 2022 CGN ® Todos os direitos reservados