CGN
“Não há dúvidas”, diz testemunha em depoimento à polícia sobre morte da cachorrinha Capitu; veja

“Não há dúvidas”, diz testemunha em depoimento à polícia sobre morte da cachorrinha Capitu; veja

“Estava o cachorrinho latindo e muitas pauladas. Muitas batidas, e o cachorrinho latia e eu ouvia batidas e batidas”, disse a testemunha....

Publicado em

Por Diego Cavalcante

Publicidade

CGN teve acesso ao vídeo do depoimento da testemunha do caso do médico suspeito de matar a cachorrinha Capitu, na noite desta segunda-feira em Cascavel.

A testemunha compareceu à delegacia, e foi interrogada pelo delegado.

Ele disse que por volta das 20h50 ela ouviu latidos de cachorro, entretanto os latidos ficaram mais intensos.

“Estava o cachorrinho latindo e muitas pauladas. Muitas batidas, e o cachorrinho latia e eu ouvia batidas e batidas”, disse a testemunha.

Ela relatou que entrou em contato com duas ONGs que orientaram a ligar para a polícia. Depois que os militares chegaram, ela mostrou o vídeo que gravou, dos barulhos percebidos pouco antes da morte da cachorra.

Na sequência outro morador teria aparecido em posse de vídeos de câmeras de segurança, que registraram o suspeito com a cachorrinha em mãos no elevador do prédio.

A polícia a questionou se pelos barulhos que a mulher ouviu, se não haveria dúvidas que o suspeito teria praticado os maus-tratos contra o animal.

“Não há dúvidas, não há dúvidas”, relatou.

O médico foi afastado da clínica de anestesiologia onde trabalhava e continua preso na carceragem da 15ª SDP (Subdivisão Policial) de Cascavel.

A defesa do médico deverá se manifestar em breve.

Notícias Relacionadas:

Veja todas as notícias sobre: Médico

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais