CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Perícia particular conclui que motorista que atropelou Fernando Lorenzo não tentou frear o carro

Perícia particular conclui que motorista que atropelou Fernando Lorenzo não tentou frear o carro

Fernando estava na calçada, acompanhado da mãe e de um amigo da família, quando foi atropelado por um veículo Fiat Stillo (V1), após a condutora furar...

Publicado em

Por Isabella Chiaradia

Publicidade
Imagem referente a Perícia particular conclui que motorista que atropelou Fernando Lorenzo não tentou frear o carro

O laudo pericial do acidente que vitimou o menino Fernando Lorenzo, de 9 anos de idade, na noite de 14 de junho de 2024, foi concluído.

Fernando estava na calçada, acompanhado da mãe e de um amigo da família, quando foi atropelado por um veículo Fiat Stillo (V1), após a condutora furar a preferencial e colidir contra uma motocicleta (V2) na Avenida Piquiri esquina com a Rua Paraná.

Conforme a análise pericial: “têm-se que o principal fator para o acontecimento do sinistro se deu através da invasão de via preferencial praticada por V1, tendo sua dinâmica agravada pela inexistência de tentativa de parada do veículo após a colisão, trafegando sobre a calçada já em direção à rua Paraná, até que 4,83 segundos após a colisão ocorre a frenagem do veículo”.

De acordo com o advogado da família, doutor Helio Ideriha Junior, a demora da motorista em acionar os freios do veículo, demonstram uma atitude de fuga. No mesmo sentido, o laudo aponta:

“Durante o cruzamento ocorre a colisão com V2 que seguia o fluxo preferencial da via, na sequência observa-se alteração na trajetória de V1 para a direita atingindo os pedestres e ainda uma segunda alteração de trajetória após a colisão contra os pedestres que estavam na calçada no lado esquerdo da rua e trafegando sobre a calçada, até que 4,83 segundos após a colisão se observa o novo acionamento das luzes indicativas do sistema de freio que se mantem acesas até a parada do veículo. Estudos trazem que um condutor tem um tempo de percepção de cerca de 1,0 segundo, diferente dos 4,83 segundos aqui comentados. Resultando assim em uma não tentativa de parada por parte do condutor de V1”.

O relatório da perícia, que possui 45 páginas, também trouxe, além de simulações do momento do acidente, outras informações relevantes, como a velocidade do carro e da motocicleta no momento do ocorrido.

A análise concluiu que o Fiat Stillo, estava trafegando em uma média de 27,28 km/h no momento em que furou a preferencial e bateu contra a moto. Esta, por sua vez, apresentava, de acordo com os cálculos realizados pelo perito, a velocidade de 70,16 km/h no momento da batida.

A conclusão da perícia levou em conta diversas imagens de câmeras de segurança, fotos e medições do local, além de dados de engenharia e demais documentos anexados ao inquérito policial. Todas as informações constantes no laudo deverão ser utilizadas no processo judicial para a devida apuração da responsabilidade dos envolvidos.

A perícia no celular da motorista ainda não foi concluída, portanto, até o momento, não é possível confirmar se ela estava ou não utilizando o aparelho no momento do acidente.

Notícias Relacionadas:

Um mês sem Fernando Lorenzo: Cascavel se reúne em missa em memória do menino
Um mês sem Fernando Lorenzo: Cascavel se reúne em missa em memória do menino
"Ela matou meu filho": Mãe de Nando reúne forças para lutar por justiça
Mãe de Fernando Lorenzo transforma luto em luta por justiça nas redes sociais
Mãe de Fernando Lorenzo transforma luto em luta por justiça nas redes sociais
Motorista que atropelou Nando será indiciada por homicídio culposo e lesão corporal
Motorista que atropelou Nando será indiciada por homicídio culposo e lesão corporal
Quebra-molas é instalado no cruzamento que vitimou fatalmente Fernando Lorenzo, de 9 anos
Quebra-molas é instalado no cruzamento que vitimou fatalmente Fernando Lorenzo, de 9 anos
Após morte do menino Nando, Transitar inicia instalação de semáforo na Rua Paraná
Após morte do menino Nando, Transitar inicia instalação de semáforo na Rua Paraná
Uma semana após a morte do pequeno Nando, família entrega abaixo-assinado à Transitar
Uma semana após a morte do pequeno Nando, família entrega abaixo-assinado à Transitar
Família convida para missa de 7º dia da morte do pequeno Nando
Família convida para missa de 7º dia da morte do pequeno Nando
Caso Fernando Lorenzo: Defesa está convicta de que motorista não estava usando o celular
Caso Fernando Lorenzo: Defesa está convicta de que motorista não estava usando o celular
Advogado da família acredita que tentativa de fuga pode ter matado o pequeno Fernando arrastado
Advogado da família acredita que tentativa de fuga pode ter matado o pequeno Fernando arrastado
Após tragédia, Câmara de Cascavel solicita semáforo no cruzamento da Avenida Piquiri e Rua Paraná
Após tragédia, Câmara de Cascavel solicita semáforo no cruzamento da Avenida Piquiri e Rua Paraná
Justiça para Fernando!: Família de menino morto em acidente de trânsito fala sobre protesto
Justiça para Fernando!: Família de menino morto em acidente de trânsito fala sobre protesto
Família e amigos pedem justiça pela morte Fernando Lorenzo na Avenida Piquiri
Família e amigos pedem justiça pela morte Fernando Lorenzo na Avenida Piquiri
Desatenção é a causa de acidente fatal, afirma presidente da Transitar
Desatenção é a causa de acidente fatal, afirma presidente da Transitar
"Quando ela foi tentar fugir, ela arrastou o meu piazinho"; aos prantos mãe conta como foi acidente que matou Fernando
Família de menino atropelado pede justiça: 'Ela assassinou uma pessoa'
Família de menino atropelado pede justiça: 'Ela assassinou uma pessoa'"
Mãe do menino Fernando Lorenzo Souza Gehlen, de 9 anos, presta depoimento à Polícia Civil
Mãe do menino Fernando Lorenzo Souza Gehlen, de 9 anos, presta depoimento à Polícia Civil
Novas imagens mostram motorista avançando preferencial e atropelando família
Novas imagens mostram motorista avançando preferencial e atropelando família
Condutora de veículo que matou criança de 9 anos irá responder por lesão corporal culposa e homicídio culposo
Condutora de veículo que matou criança de 9 anos irá responder por lesão corporal culposa e homicídio culposo
Médico do Siate dá detalhes de atendimento em ocorrência que vitimou criança de 9 anos
Médico do Siate dá detalhes de atendimento em ocorrência que vitimou criança de 9 anos
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais