CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

MPPR firma acordo de não persecução penal com suspeito de fraude processual que se compromete a pagar R$ 50 mil à Defesa Civil do Rio Grande do Sul

Durante uma audiência de réu preso, em processo por violência doméstica, apurou-se que o advogado havia mandado diversas mensagens à mulher que era vítima, pedindo que......

Publicado em

Por Ministério Público do Paraná

Publicidade

Em Cianorte, no Noroeste do estado, o Ministério Público do Paraná, por meio da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca, garantiu o pagamento de R$ 50 mil à Defesa Civil do Estado do Rio Grande do Sul a partir de um Acordo de Não Persecução Penal. No caso em questão, um advogado que era investigado por fraude processual acatou a proposição do MPPR e firmou o termo, se comprometendo a pagar prestação pecuniária, entre outros compromissos.

Durante uma audiência de réu preso, em processo por violência doméstica, apurou-se que o advogado havia mandado diversas mensagens à mulher que era vítima, pedindo que mudasse seu depoimento, inclusive dizendo o que ela deveria falar. Depois, ainda a orientou a apagar essas mensagens. A vítima buscou o Ministério Público, que abriu procedimento para investigar a situação e que culminou na proposição do acordo ao advogado, que preenchia os requisitos para o benefício. Como ele aceitou os termos indicados pelo MPPR, não responderá a processo criminal.

Descumprimento – Se as obrigações forem descumpridas, o Ministério Público poderá requerer ao Judiciário a rescisão do acordo para posterior oferecimento de denúncia criminal contra o investigado. Conforme o que foi assinado, o suspeito também deverá “comprovar mensalmente o cumprimento das condições avençadas nos autos de acordo respectivos, independentemente de notificação ou aviso prévio, devendo, quando for o caso, por iniciativa própria, apresentar, imediatamente e de forma documentada, eventual justificativa para o não cumprimento do acordo”, bem como “comunicar o juízo eventual mudança de endereço, número de telefone ou e-mail”.

ANPP nº 0004878-94.2024.8.16.0069

[email protected]
(41) 3250-4469

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Gaeco e Corregedoria da Polícia Civil cumprem ordem de busca e apreensão em investigação que apura a prática de peculato por servidor público em Cambé
Gaeco e Corregedoria da Polícia Civil cumprem ordem de busca e apreensão em investigação que apura a prática de peculato por servidor público em Cambé
Gaeco realiza em Paranaguá a Operação Arrais, com o cumprimento de ordem de busca e apreensão domiciliar contra mulher suspeita de praticar estelionato
Gaeco realiza em Paranaguá a Operação Arrais, com o cumprimento de ordem de busca e apreensão domiciliar contra mulher suspeita de praticar estelionato
Gaeco cumpre mandados em investigação sobre participação de agentes públicos na concessão de benefícios a presos
Gaeco cumpre mandados em investigação sobre participação de agentes públicos na concessão de benefícios a presos
MPPR em Santa Isabel do Ivaí denuncia funcionário de loja de informática por estupro de vulnerável e violação sexual contra crianças e adolescentes
MPPR em Santa Isabel do Ivaí denuncia funcionário de loja de informática por estupro de vulnerável e violação sexual contra crianças e adolescentes
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou do namorado
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou do namorado
Gaeco cumpre 37 mandados em Maringá, Sarandi e Santa Fé e afasta três servidores públicos em operação que apura possíveis crimes na 86ª Ciretran
Gaeco cumpre 37 mandados em Maringá, Sarandi e Santa Fé e afasta três servidores públicos em operação que apura possíveis crimes na 86ª Ciretran
Motorista denunciado pela morte de pai e filho em Curitiba no dia 11 de maio e que estava foragido é preso preventivamente após recurso do Ministério Público
Motorista denunciado pela morte de pai e filho em Curitiba no dia 11 de maio e que estava foragido é preso preventivamente após recurso do Ministério Público
Judiciário recebe denúncia oferecida pelo MPPR, e homem que matou a ex-mulher a facadas em Alto Piquiri vira réu por homicídio qualificado
Judiciário recebe denúncia oferecida pelo MPPR, e homem que matou a ex-mulher a facadas em Alto Piquiri vira réu por homicídio qualificado
Judiciário afasta das funções em sala de aula professor denunciado pelo Ministério Público do Paraná em Cornélio Procópio por assédio contra aluna de 15 anos
Judiciário afasta das funções em sala de aula professor denunciado pelo Ministério Público do Paraná em Cornélio Procópio por assédio contra aluna de 15 anos
Em Jacarezinho, Ministério Público denuncia por tentativa de homicídio mulher que jogou soda cáustica no rosto da ex-namorada do companheiro por ciúmes
Em Jacarezinho, Ministério Público denuncia por tentativa de homicídio mulher que jogou soda cáustica no rosto da ex-namorada do companheiro por ciúmes
Tribunal do Júri de Maringá condena a 18 anos e 8 meses de prisão réu denunciado pelo MPPR por tentar matar a namorada em 2019, deixando-a em estado vegetativo
Tribunal do Júri de Maringá condena a 18 anos e 8 meses de prisão réu denunciado pelo MPPR por tentar matar a namorada em 2019, deixando-a em estado vegetativo
Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras em fevereiro de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras em fevereiro de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras em fevereiro de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras em fevereiro de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão
Professor de escola pública de Castro investigado por possível assédio sexual contra alunas é afastado cautelarmente das funções a pedido do MPPR
Professor de escola pública de Castro investigado por possível assédio sexual contra alunas é afastado cautelarmente das funções a pedido do MPPR
Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras no ano de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras no ano de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão
Gaeco deflagra duas operações simultâneas voltadas a coibir o tráfico de drogas com o cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão em Araucária
Gaeco deflagra duas operações simultâneas voltadas a coibir o tráfico de drogas com o cumprimento de 12 mandados de busca e apreensão em Araucária
Homem denunciado pelo MPPR em Ponta Grossa pela morte do irmão é condenado no Tribunal do Júri a 16 anos e três meses de prisão em regime fechado
Homem denunciado pelo MPPR em Ponta Grossa pela morte do irmão é condenado no Tribunal do Júri a 16 anos e três meses de prisão em regime fechado
MPPR de Cornélio Procópio e Núcleo de Londrina do Gaeco deflagram Operação Harpócrates, que investiga o sumiço de gravação de sessão da Câmara
MPPR de Cornélio Procópio e Núcleo de Londrina do Gaeco deflagram Operação Harpócrates, que investiga o sumiço de gravação de sessão da Câmara
MPPR denuncia em Almirante Tamandaré ex-ocupantes de cargos no Município por desvio de diversas peças de máquinas e veículos da frota municipal
MPPR denuncia em Almirante Tamandaré ex-ocupantes de cargos no Município por desvio de diversas peças de máquinas e veículos da frota municipal
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais