CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Com investimento do Estado, Pato Branco vai construir Restaurante Popular
Com investimento do Estado, Pato Branco vai construir Restaurante PopularFoto: Evandro Fadel/SEAB-PR

Com investimento do Estado, Pato Branco vai construir Restaurante Popular

“Essa iniciativa vai atender todos aqueles que estejam em insegurança alimentar. É uma rede importante de acolhimento, de proteção, de dar dignidade a quem mais precisa”,......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Com investimento do Estado, Pato Branco vai construir Restaurante Popular
Com investimento do Estado, Pato Branco vai construir Restaurante PopularFoto: Evandro Fadel/SEAB-PR

O município de Pato Branco, no Sudoeste, vai construir um Restaurante Popular com recursos de R$ 4,8 milhões, resultado de convênio entre a Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) e a Prefeitura Municipal. Do total, R$ 3,3 milhões serão investidos pela Seab e R$ 1,5 milhão é o valor da contrapartida do município. O espaço atenderá inicialmente 450 pessoas por dia, mas o projeto prevê o fornecimento de até mil refeições diárias.

“Essa iniciativa vai atender todos aqueles que estejam em insegurança alimentar. É uma rede importante de acolhimento, de proteção, de dar dignidade a quem mais precisa”, destaca o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara.

São alvos prioritários do atendimento por meio do restaurante popular os idosos, trabalhadores, estudantes, aposentados, moradores de rua, desempregados, ambulantes, famílias e indivíduos em situação de vulnerabilidade e risco social. Pelo projeto técnico, o município deve firmar parcerias com universidades para oferecer cursos no mesmo espaço, como orientações sobre alimentação saudável, oficinas sobre o consumo consciente de sal e açúcar e capacitação de boas práticas para manipulação dos alimentos.

“Agradecemos essa ajuda, depois de muita luta. Nós devemos muito à Seab”, disse o prefeito de Pato Branco, Robson Cantu. A princípio, a proposta da Prefeitura é fazer uma cobrança progressiva pela alimentação, a partir de R$ 1,00 a R$ 7,00, conforme o público a ser atingido.

A formalização do convênio, em reunião na Seab nesta segunda-feira (29) contou com a presença do secretário estadual do Planejamento, Guto Silva, do deputado estadual Luiz Fernando Guerra e dos servidores do Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional da Seab, Flávia Edimara da Silva e Jackerson Conrrado.

RESTAURANTES POPULARES – Com o novo investimento, o Estado chega a 24 Restaurantes Populares construídos ou modernizados com apoio do governo estadual. O Programa Paranaense de Apoio aos Restaurantes Populares foi implantado com o objetivo de subsidiar a construção, modernização e reformas de estabelecimentos que ajudem a garantir refeições saudáveis e a preços acessíveis para a população que se alimenta fora de casa.

O programa, executado pelo Departamento de Segurança Alimentar e Nutricional (Desan) da Seab, é destinado a municípios com mais de 80 mil habitantes. Desde 2019 foram apoiados restaurantes em Cascavel, Curitiba, Londrina, Maringá, Paranavaí, Toledo e Umuarama. O total de recursos investidos foi de R$ 23,2 milhões.

SEGURANÇA ALIMENTAR – O Paraná é o segundo estado com maior segurança alimentar do Brasil, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em abril. A pesquisa aponta que em 82,1% dos domicílios do Estado os moradores têm acesso à alimentação de qualidade e em quantidade suficiente, o que representa cerca de 3,5 milhões de domicílios ou 9,5 milhões de pessoas. No ranking nacional, o Paraná ficou atrás apenas de Santa Catarina (88,8%).

O índice considera que os gastos com alimentação destas famílias não comprometem outras necessidades essenciais e que seus moradores não apresentam preocupação quanto à falta de alimento em um futuro próximo.

Além dos Restaurantes Populares, a Seab tem outras iniciativas para ajudar a garantir alimentação de qualidade. Entre elas estão o Leite das Crianças, que distribui diariamente um litro de leite enriquecido para crianças de seis meses a três anos; Cozinhas Comunitárias e Hortas Comunitárias em municípios de médio e grande porte; Feiras Livres; Centrais de Recebimento e Distribuição de Alimentos; Compra Direta Paraná, que adquire produtos da agricultura familiar e distribui para a rede socioassistencial; e os Bancos de Alimentos.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Ceasa Paraná vai construir reservatório de água na unidade de Londrina
Ceasa Paraná vai construir reservatório de água na unidade de Londrina
Vazio sanitário da soja inicia neste domingo para algumas regiões do Paraná
Vazio sanitário da soja inicia neste domingo para algumas regiões do Paraná
Paraná deve colher 646 mil toneladas de feijão, 34% a mais que em 2023
Paraná deve colher 646 mil toneladas de feijão, 34% a mais que em 2023
Estado e entidades discutem ações para monitoramento da nova vespa-da-madeira
Estado e entidades discutem ações para monitoramento da nova vespa-da-madeira
Com série de encontros, IDR-Paraná promove protagonismo feminino no campo
Com série de encontros, IDR-Paraná promove protagonismo feminino no campo
Estado reafirma compromisso com produção de alimentos saudáveis em fórum da Ocepar
Estado reafirma compromisso com produção de alimentos saudáveis em fórum da Ocepar
Para prevenir pragas, Adapar normatiza acesso de máquinas agrícolas ao Paraná
Para prevenir pragas, Adapar normatiza acesso de máquinas agrícolas ao Paraná
Estação do IDR-Paraná em Pinhais vira vitrine do potencial e diversidade de uso do bambu
Estação do IDR-Paraná em Pinhais vira vitrine do potencial e diversidade de uso do bambu
Ceasa Maringá estará aberta na próxima quinta-feira, feriado de Corpus Christi
Ceasa Maringá estará aberta na próxima quinta-feira, feriado de Corpus Christi
Programa Mulheres do Campo vai fomentar autonomia econômica de produtoras rurais
Programa Mulheres do Campo vai fomentar autonomia econômica de produtoras rurais
Suinocultura do Paraná tem predominância do modelo integrado com agroindústrias
Suinocultura do Paraná tem predominância do modelo integrado com agroindústrias
Suinocultura do Paraná tem predominância dos modelos integrado e cooperado
Suinocultura do Paraná tem predominância dos modelos integrado e cooperado
Segundo maior produtor nacional, Paraná se destaca pela qualidade do mel
Segundo maior produtor nacional, Paraná se destaca pela qualidade do mel
Governo vai pavimentar estrada rural entre Boa Esperança e Juranda
Governo vai pavimentar estrada rural entre Boa Esperança e Juranda
Estão abertas as inscrições para a 22ª edição do concurso Café Qualidade Paraná
Estão abertas as inscrições para a 22ª edição do concurso Café Qualidade Paraná
Encontro na Expoingá discute desafios e oportunidades da pecuária leiteira do Paraná
Encontro na Expoingá discute desafios e oportunidades da pecuária leiteira do Paraná
Estado inaugura pavimentação de estrada que liga Paraíso do Norte a Nova Aliança do Ivaí
Estado inaugura pavimentação de estrada que liga Paraíso do Norte a Nova Aliança do Ivaí
Mudanças climáticas: Paraná participa de debate sobre emissão de carbono no agro
Mudanças climáticas: Paraná participa de debate sobre emissão de carbono no agro
Paraná pode produzir até 750 mil sacas de café em 172 municípios em 2024, aponta boletim
Paraná pode produzir até 750 mil sacas de café em 172 municípios em 2024, aponta boletim
Em apoio ao RS, Adapar aceita que agroindústrias gaúchas comercializem no Paraná
Em apoio ao RS, Adapar aceita que agroindústrias gaúchas comercializem no Paraná
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais