CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Com investimento da Lar, Paraná recebe maior incubadora de ovos da América Latina
Foto: Gabriel Rosa/AEN

Com investimento da Lar, Paraná recebe maior incubadora de ovos da América Latina

“Essa é uma data importante nos 60 anos da Lar, que é a segunda maior cooperativa do Paraná. Esse investimento é uma demonstração daquilo que nosso......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Com investimento da Lar, Paraná recebe maior incubadora de ovos da América Latina
Foto: Gabriel Rosa/AEN

O vice-governador Darci Piana participou nesta terça-feira (19) da inauguração das obras de ampliação da Incubadora de Ovos da Lar Cooperativa, em Itaipulândia, no Oeste do Paraná. Maior e mais moderno incubatório das Américas, a incubadora recebeu investimento de R$ 80 milhões. Com o aporte, a unidade passa a incubar 20,1 milhões de ovos ao mês, potencial 1,5 vez maior do que a capacidade que a planta trabalhava desde 2017. A inauguração marca também as festividades de 60 anos da cooperativa, que atua em todo Brasil e mais 90 países, com 14 mil associados e 23,5 mil funcionários.

“Essa é uma data importante nos 60 anos da Lar, que é a segunda maior cooperativa do Paraná. Esse investimento é uma demonstração daquilo que nosso Estado tem capacidade para desenvolver e as nossas cooperativas vêm desenvolvendo cada vez mais”, destacou Piana. O vice-governador lembrou que o Paraná já é líder nacional na produção de frango e que o investimento da Lar na incubadora só faz o Estado avançar no segmento.

Em 2023, o Paraná produziu 2,1 bilhões de frangos e continua liderando amplamente o ranking dos estados, com 34,3% de participação nacional, seguido por Santa Catarina (13,4%) e Rio Grande do Sul (12,5%). Esse foi o melhor resultado da história do Estado, um crescimento de 5,4% em relação ao ano anterior. Em 2022 o Paraná detinha 33,5% de participação na produção nacional.

“Somos líder na produção de frangos e agora damos um grande salto com esse investimento da Lar na incubadora. É um investimento maciço em industrialização que faz com que tenhamos um volume muito grande  de transformação, gerando valor agregado”, concluiu Piana.

O diretor-presidente da Lar, Irineo da Costa Rodrigues, afirma que a expansão da incubadora é um grande passo na verticalização dos processos na cooperativa, “Temos aqui, com certeza a melhor tecnologia, o que há de melhor do mundo, tecnologia importada da Holanda e Bélgica”, afirmou o executivo,

Rodrigues disse que a Lar passa a prezar ainda mais pela biossegurança com os processos automatizados na incubadora, em que o contato humano com os ovos é o mínimo possível. Ele cita também a segurança das aves, cujos pintainhos eram antes comprados dos estados de São Paulo e Rio Grande do Sul. “Antes os pintainhos chegavam bastante debilitados para serem distribuídos. Agora, com nossa própria produção e o que há de ponta em tecnologia, os animais são distribuídos em condições muito melhores”, comparou.

O secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, destaca a visão estratégica da Lar em investir em tecnologia. “Investir em uma incubadora moderna, sustentável, com todas as medidas inadiáveis de biosseguridade faz parte dessa visão estratégica que oportuniza aos produtores de frango da Lar  oferecerem alimento para mais de 90 países”, afirmou.  

AMPLIAÇÃO – Com as obras de ampliação, que iniciaram em janeiro de 2023, a unidade passou dos 7.915 metros quadrados de área construída para 15.425 metros quadrados. A unidade passa a contar com alto nível de automação e tecnologia importada de países como Bélgica e Holanda. Isso garante processos ágeis e de alta eficiência, além de mais segurança para a saúde das aves ao reduzir a manipulação humana, um compromisso da cooperativa com a biosseguridade em todas as etapas do processo produtivo da avicultura.

Todo o investimento vai possibilitar à Unidade Incubadora de Ovos de Itaipulândia expedir 634 mil pintainhos todos os dias. Volume que, somado ao potencial da unidade de Santa Helena, também no Paraná, garante 95% de autossuficiência na produção de pintainhos da Cooperativa. Entregando, dessa forma, aos associados integrados uma matéria-prima de alta qualidade para atender a demanda diária de 1,1 milhão de aves abatidas nas quatro indústrias da Lar.

A expansão da Unidade Incubadora de Ovos de Itaipulândia vai contribuir para o desenvolvimento local, com geração de mais de 130 empregos diretos e outros indiretos no município e em toda a região. O projeto também marca o encerramento de um ciclo de cinco anos em que foram investidos um total de R$ 2 bilhões em todas as fases da avicultura por parte da Cooperativa e outro R$ 1 bilhão por parte dos associados na modernização de estruturas e aprimoramento de processos. 

TECNOLOGIA – Em média, 900 mil ovos são recebidos todos os dias na Unidade Incubadora de Ovos de Itaipulândia, produção oriunda da Unidade Produtora de Pintainhos da Lar em Santa Helena e das propriedades dos 14 associados integrados de ovos férteis. Um robô é responsável pela transferência da matéria-prima dos carrinhos da granja para os carros de incubação. Na sequência os ovos passam por um controle de qualidade, a primeira de muitas análises que serão realizadas na unidade.

A Unidade Incubadora de Ovos de Itaipulândia é equipada com 111 máquinas denominadas incubadoras, tecnologia da Europa que reproduz o ambiente muito próximo ao natural das aves. Nesta etapa, os ovos permanecem por aproximadamente 19 dias, com controle de temperatura, gás carbônico e umidade, indicadores controlados automaticamente por um avançado sistema.

Após os 19 dias de incubação, os pintainhos são vacinados ainda dentro dos ovos. Uma máquina de tecnologia da Holanda identifica se existe batimento cardíaco, assim serão vacinados somente os ovos realmente férteis, o que evita desperdício de vacina e contaminação durante o processo. Essa vacina previne doenças como por exemplo  a New Castlle, Marek e Gumboro.

A etapa seguinte é a transferência dos ovos para os nascedouros, local onde acontece o rompimento da casca e o nascimento propriamente dito. O ambiente também é controlado por equipamentos automáticos que fornecem a ambiência correta para os pintainhos.

Por último, os pintainhos são classificados pelo controle de qualidade, recebem uma nova vacina por meio de spray que previne a bronquite infecciosa e logo são destinados à expedição. Cada caixa recebe 100 pintainhos, contagem realizada automaticamente pelo sistema, agilizando o processo de carregamento para que seja feito no menor tempo possível em caminhões próprios da cooperativa, também com ambiência controlada.

ANFITEATRO – O vice-governador Darci Piana também participou em Itaipulândia da inauguração do Auditório Professor Romalino Pereira da Luz, ao lado do Colégio Estadual Costa e Silva. O convite foi da prefeita do município, Cleide Prates. A área construída é de 640,79 metros quadrados, com investimento de R$ 2 milhões do município.

PRESENÇAS – Estiveram na solenidade de ampliação da incubadora da Lar Cooperativa a prefeita de Itaipulândia, Cleide Prates; a senadora Katia Abreu; o deputado federal e líder da Frente Parlamentar da Agricultura Pedro Lupion; o líder do Governo na Assembleia, deputado estadual Hussein Bakri; o presidente da Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), José Roberto Ricken; e o presidente da Câmara de Vereadores de Itaipulândia, Claudinei Vieira.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

IDR-PR leva Vitrine do Biogás e do Biometano à Expoingá 2024
IDR-PR leva Vitrine do Biogás e do Biometano à Expoingá 2024
Piana destaca importância da tecnologia no agronegócio na abertura da Copacol Agro
Piana destaca importância da tecnologia no agronegócio na abertura da Copacol Agro
Agroecologia, turismo rural e inovações no campo são temas do Estado na 50ª Expoingá
Agroecologia, turismo rural e inovações no campo são temas do Estado na 50ª Expoingá
Agroecologia, turismo rural e inovações no campo são temas do IDR-Paraná na 50ª Expoingá
Agroecologia, turismo rural e inovações no campo são temas do IDR-Paraná na 50ª Expoingá
Produção de mandioca deve crescer 6% no Paraná em 2024, projeta boletim do Deral
Produção de mandioca deve crescer 6% no Paraná em 2024, projeta boletim do Deral
Produção de mandioca deve crescer 6% no Paraná, projeta boletim do Deral
Produção de mandioca deve crescer 6% no Paraná, projeta boletim do Deral
Estados do Sul debatem formas de reduzir emissão de gases de efeito estufa na agricultura
Estados do Sul debatem formas de reduzir emissão de gases de efeito estufa na agricultura
Com investimento do Estado, Pato Branco vai construir Restaurante Popular
Com investimento do Estado, Pato Branco vai construir Restaurante Popular
Campanha de atualização de rebanhos começa nesta quarta-feira no Paraná
Campanha de atualização de rebanhos começa nesta quarta-feira no Paraná
Governo do Estado divulga pesquisa com preços das terras agricultáveis no Paraná
Governo do Estado divulga pesquisa com preços das terras agricultáveis no Paraná
Paraná inicia colheita da segunda safra com perspectiva de recorde na produção de feijão
Paraná inicia colheita da segunda safra com perspectiva de recorde na produção de feijão
Com apoio do Estado, 17ª ExpoFrísia propõe discussões sobre o mercado leiteiro
Com apoio do Estado, 17ª ExpoFrísia propõe discussões sobre o mercado leiteiro
Ceasa de Londrina estará aberta na próxima quarta-feira, dia 1º de maio
Ceasa de Londrina estará aberta na próxima quarta-feira, dia 1º de maio
Carambeí formaliza adesão ao programa que possibilita ampliar vendas da agroindústria
Carambeí formaliza adesão ao programa que possibilita ampliar vendas da agroindústria
Estado e Ocepar estudam estratégias para transformar o feijão em produto de exportação
Estado e Ocepar estudam estratégias para transformar o feijão em produto de exportação
Mais um frigorífico do Paraná é habilitado para exportar frango halal para a Malásia
Mais um frigorífico do Paraná é habilitado para exportar frango halal para a Malásia
Rede de Agropesquisa do Paraná inicia projeto para combate à cigarrinha-do-milho
Rede de Agropesquisa do Paraná inicia projeto para combate à cigarrinha-do-milho
Ceasa Paraná promove licitação para obras na unidade atacadista de Londrina
Ceasa Paraná promove licitação para obras na unidade atacadista de Londrina
Pesquisa da Rede Fitossanidade Tropical avalia eficiência de fungicidas na cultura do milho
Pesquisa da Rede Fitossanidade Tropical avalia eficiência de fungicidas na cultura do milho
Com adesão de consórcio, selo de sanidade agroindustrial chega a 135 municípios
Com adesão de consórcio, selo de sanidade agroindustrial chega a 135 municípios
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais