CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Estudante de Direito em Foz do Iguaçu é denunciado pelo MPPR por incitação ao racismo e divulgação de símbolos Nazistas na internet

Como sustenta o MPPR na ação penal, o denunciado “praticou e incitou a discriminação e o preconceito de raça, cor, etnia e religião, mediante publicação em......

Publicado em

Por CGN 1

Publicidade

O Ministério Público do Paraná, por meio da 5ª Promotoria de Justiça de Foz do Iguaçu, ofereceu denúncia contra um homem de 22 anos pelos crimes de incitação ao racismo e veiculação de símbolos nazistas na internet. O acusado é estudante de Direito e, em maio deste ano, compartilhou em suas redes sociais conteúdos de conotação racista com mensagens ofensivas contra pessoas negras e material que enaltecia o nazismo.

Como sustenta o MPPR na ação penal, o denunciado “praticou e incitou a discriminação e o preconceito de raça, cor, etnia e religião, mediante publicação em redes sociais e da rede mundial de computadores” e também “veiculou símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos e propaganda que utilizam a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo, por intermédio de publicação em redes sociais e da rede mundial de computadores”.

Monitorado – Além de prints das postagens, os autos incluem material ofensivo que foi encontrado no tablet, no notebook e no celular do denunciado, recolhidos em busca e apreensão feita em junho, a pedido da autoridade policial que investiga o caso. A Polícia Civil de Foz do Iguaçu segue analisando o conteúdo desses aparelhos eletrônicos – estima-se que os arquivos tenham mais de um terabyte (aproximadamente 1 bilhão de kilobytes) e apura-se ainda o possível envolvimento de outras pessoas no caso.

Na apresentação da denúncia, o MPPR requer também que seja prorrogada pelo Judiciário a monitoração eletrônica do acusado e que ele seja proibido de utilizar redes sociais e de se comunicar com demais envolvidos no processo, por qualquer meio. Os autos tramitam em segredo de Justiça.

[email protected]
(41) 3250-4469

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR por estupro de vulnerável e produção e armazenamento de conteúdo pornográfico é condenado a 36 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR por estupro de vulnerável e produção e armazenamento de conteúdo pornográfico é condenado a 36 anos de prisão
Homem que matou a ex-esposa na frente da filha de 12 anos em Marialva é denunciado pelo MP
Homem que matou a ex-esposa na frente da filha de 12 anos em Marialva é denunciado pelo MP
Em Castro, MPPR denuncia quatro pessoas que participariam de associação criminosa responsável por roubos em fazendas em várias regiões do Paraná
Em Castro, MPPR denuncia quatro pessoas que participariam de associação criminosa responsável por roubos em fazendas em várias regiões do Paraná
MPPR em Santo Antônio da Platina denuncia seis pessoas por associação criminosa para a prática de furtos a bancos com uso de explosivos
MPPR em Santo Antônio da Platina denuncia seis pessoas por associação criminosa para a prática de furtos a bancos com uso de explosivos
MPPR oferece denúncia criminal contra homem com HIV que omitiu diagnóstico de ex-companheira e manteve com ela relações sem proteção
MPPR oferece denúncia criminal contra homem com HIV que omitiu diagnóstico de ex-companheira e manteve com ela relações sem proteção
MPPR denuncia por peculato servidora de São João do Ivaí que teria abastecido veículos particulares com combustível custeado pelo Município
MPPR denuncia por peculato servidora de São João do Ivaí que teria abastecido veículos particulares com combustível custeado pelo Município
MPPR denuncia por peculato servidora de São João do Ivaí que teria abastecido veículos particulares com combustível custeado pelo Município
MPPR denuncia por peculato servidora de São João do Ivaí que teria abastecido veículos particulares com combustível custeado pelo Município
MPPR denuncia por peculato servidora de São João do Ivaí que teria abastecido veículos particulares com combustível custeado pelo Município
MPPR denuncia por peculato servidora de São João do Ivaí que teria abastecido veículos particulares com combustível custeado pelo Município
Judiciário condena 32 pessoas denunciadas pelo MPPR em Goioerê por atuarem em organização que age a partir de presídios
Judiciário condena 32 pessoas denunciadas pelo MPPR em Goioerê por atuarem em organização que age a partir de presídios
Judiciário condena 32 pessoas denunciadas pelo MPPR em Goioerê por atuarem em organização que age a partir de presídios
Judiciário condena 32 pessoas denunciadas pelo MPPR em Goioerê por atuarem em organização que age a partir de presídios
Em Ponta Grossa, Gaeco denuncia dez pessoas, incluindo um vereador, por organização criminosa, corrupção, fraude em licitações e tráfico de influência
Em Ponta Grossa, Gaeco denuncia dez pessoas, incluindo um vereador, por organização criminosa, corrupção, fraude em licitações e tráfico de influência
Tribunal do Júri de Curitiba condena a 27 anos e 4 meses de prisão homem denunciado pelo MPPR por matar a convivente, em caso de homicídio sem cadáver
Tribunal do Júri de Curitiba condena a 27 anos e 4 meses de prisão homem denunciado pelo MPPR por matar a convivente, em caso de homicídio sem cadáver
Tribunal do Júri de Curitiba condena a mais de 27 anos de prisão homem que matou a convivente, em um caso de homicídio sem cadáver
Tribunal do Júri de Curitiba condena a mais de 27 anos de prisão homem que matou a convivente, em um caso de homicídio sem cadáver
Gaeco oferece denúncia contra dez pessoas como resultado de investigações contra organização criminosa que vendia notas frias
Gaeco oferece denúncia contra dez pessoas como resultado de investigações contra organização criminosa que vendia notas frias
Tribunal do Júri de Corbélia condena a 32 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR por feminicídio ocorrido em 1º de janeiro deste ano em Braganey
Tribunal do Júri de Corbélia condena a 32 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR por feminicídio ocorrido em 1º de janeiro deste ano em Braganey

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais