CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Vereadores e assessor de Campo Bonito denunciados pelo MPPR por corrupção são condenados à perda dos cargos, prisão e indenização por dano moral coletivo

Na sentença, proferida nesta semana, o Juízo Criminal de Guaraniaçu, responsável pela comarca, reconhece os argumentos apresentados pelo MPPR na ação penal, de que os denunciados,......

Publicado em

Por CGN 1

Publicidade

Em Campo Bonito, no Oeste do estado, três vereadores e um assessor parlamentar denunciados pelo Ministério Público do Paraná por corrupção foram condenados à prisão, perda do cargo e ainda ao pagamento de reparação por danos morais coletivos. Dois dos agentes políticos e o servidor pagaram R$ 10 mil a outra vereadora para que ela faltasse a uma sessão na Câmara Municipal em que seria escolhida a nova presidência da Casa, de modo a prejudicar outro vereador. Os fatos ocorreram em novembro do ano passado.

Na sentença, proferida nesta semana, o Juízo Criminal de Guaraniaçu, responsável pela comarca, reconhece os argumentos apresentados pelo MPPR na ação penal, de que os denunciados, em comum acordo, praticaram os crimes de corrupção ativa e passiva. O processo inclui provas testemunhais, prints e áudios de conversas de celular. Como aponta o Juízo na sentença, “Resta evidente que os réus, ao praticarem o crime, além de infringirem a lei, causaram graves consequências ao Poder Legislativo Municipal e aos dogmas de moralidade, honestidade e probidade administrativa. As condutas são altamente reprováveis, cujas implicações transbordaram da esfera meramente individual, afetando, por sua gravidade e seu resultado, também o círculo social, ou seja, a coletividade campobonitense”. Cabe recurso da decisão.

Penas – Todos foram condenados à perda dos cargos públicos. Nas penas individualizadas, a vereadora que recebeu a propina foi condenada por corrupção passiva a um ano e oito meses de reclusão, a ser cumprida em regime inicial aberto, e 15 dias-multa (valor de 1/12 do salário-mínimo vigente à época dos fatos). Os outros dois vereadores e o assessor – que propuseram o “negócio” e pagaram a vereadora – foram condenados por corrupção ativa a seis anos de reclusão em regime semi-aberto e 53 dias-multa. Os quatro ainda devem pagar R$ 20 mil, solidariamente, a título de indenização por dano moral – o valor será destinado a entidade pública ou privada com destinação social, a ser designada por ocasião da execução da sentença.

Processo número 0002216-74.2022.8.16.0087

[email protected]
(41) 3250-4469

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Tribunal do Júri de Centenário do Sul condena a 20 anos e 2 meses de prisão réu denunciado pelo MPPR pelo assassinato de um homem por dívida de drogas
Tribunal do Júri de Centenário do Sul condena a 20 anos e 2 meses de prisão réu denunciado pelo MPPR pelo assassinato de um homem por dívida de drogas
MPPR em Araucária denuncia por feminicídio homem investigado por asfixiar e matar mulher durante briga motivada por ciúmes
MPPR em Araucária denuncia por feminicídio homem investigado por asfixiar e matar mulher durante briga motivada por ciúmes
Após denúncia do MPPR, homem que mantinha canil ilegal em Medianeira para venda de animais de raça tem atividades suspensas liminarmente pelo Judiciário
Após denúncia do MPPR, homem que mantinha canil ilegal em Medianeira para venda de animais de raça tem atividades suspensas liminarmente pelo Judiciário
Gaeco cumpre 43 mandados de busca e oito mandados de prisão preventiva em operação contra organização criminosa no Oeste
Gaeco cumpre 43 mandados de busca e oito mandados de prisão preventiva em operação contra organização criminosa no Oeste
Em Londrina, Gaeco denuncia quatro policiais militares pelos crimes de fraude processual, abuso de autoridade, falsidade ideológica e denunciação caluniosa
Em Londrina, Gaeco denuncia quatro policiais militares pelos crimes de fraude processual, abuso de autoridade, falsidade ideológica e denunciação caluniosa
Júri de Ponta Grossa condena por homicídio dois homens denunciados pelo MPPR pela morte de uma mulher trans em 2020
Júri de Ponta Grossa condena por homicídio dois homens denunciados pelo MPPR pela morte de uma mulher trans em 2020
MPPR oferece denúncia por homicídio triplamente qualificado contra homem apontado como responsável pela morte da mulher por esganadura em Curitiba
MPPR oferece denúncia por homicídio triplamente qualificado contra homem apontado como responsável pela morte da mulher por esganadura em Curitiba
Homem denunciado pelo MPPR por agressão contra músico negro em Curitiba será julgado pelo Tribunal do Júri por tentativa de homicídio qualificado
Homem denunciado pelo MPPR por agressão contra músico negro em Curitiba será julgado pelo Tribunal do Júri por tentativa de homicídio qualificado
Tribunal de Justiça confirma em acórdão condenação de mais um ex-vereador de Araucária denunciado pelo Ministério Público pela prática de “rachadinha”
Tribunal de Justiça confirma em acórdão condenação de mais um ex-vereador de Araucária denunciado pelo Ministério Público pela prática de “rachadinha”
Tribunal do Júri condena a 20 anos de prisão duas detentas denunciadas por homicídio qualificado ocorrido na Cadeia Pública de Goioerê
Tribunal do Júri condena a 20 anos de prisão duas detentas denunciadas por homicídio qualificado ocorrido na Cadeia Pública de Goioerê
Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Gaeco cumpre 22 mandados de busca e apreensão em Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná em investigação sobre tráfico de drogas no Litoral do estado
Gaeco cumpre 22 mandados de busca e apreensão em Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná em investigação sobre tráfico de drogas no Litoral do estado
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Operação Alcatraz, contra organização criminosa com atuação em Quedas do Iguaçu e Francisco Beltrão
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Operação Alcatraz, contra organização criminosa com atuação em Quedas do Iguaçu e Francisco Beltrão
Acórdão do TJPR mantém condenação de ex-vereadora de Araucária denunciada pelo MPPR por “rachadinha”
Acórdão do TJPR mantém condenação de ex-vereadora de Araucária denunciada pelo MPPR por “rachadinha”
MPPR cumpre mandados de prisão e de busca na Operação Érebo, que investiga crimes de tráfico de drogas em Cornélio Procópio e região
MPPR cumpre mandados de prisão e de busca na Operação Érebo, que investiga crimes de tráfico de drogas em Cornélio Procópio e região
Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais