CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Em Ibiporã, Gaeco denuncia por latrocínio, ocultação de cadáver, furto, roubo, receptação, extorsão e outros crimes nove pessoas, incluindo policiais militares

A denúncia decorre das investigações da Operação Mar Vermelho, que apurou a existência de um grupo criminoso sediado em Ibiporã, especializado no desvio de cargas, que......

Publicado em

Por CGN 1

Publicidade

O Núcleo de Londrina do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, apresentou à Vara Criminal de Ibiporã, no Norte Central do estado, denúncia contra nove pessoas – entre elas, dois policiais militares – por latrocínio (roubo com resultado morte), ocultação e destruição de cadáver, incêndio, furto, roubo, extorsão, receptação, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

A denúncia decorre das investigações da Operação Mar Vermelho, que apurou a existência de um grupo criminoso sediado em Ibiporã, especializado no desvio de cargas, que agia no Paraná e em São Paulo, contando com o auxílio de policiais militares. No dia 22 de agosto de 2021, integrantes do grupo resolveram matar o líder do esquema para se apropriarem dos seus bens e assumirem o controle dos negócios ilícitos. Eles levaram a vítima para um local ermo, no município de Jataizinho, subtraíram seus bens pessoais e a obrigaram a fazer transferências bancárias, executando-a em seguida. Dias depois, dois dos envolvidos, entre eles um policial militar, voltaram ao local do crime e queimaram o cadáver.

Colaboração premiada – As investigações contaram com a colaboração premiada de um dos envolvidos, que narrou com detalhes como funcionava o esquema criminoso de desvios de cargas e a posterior morte do líder do esquema criminoso. O trabalho investigativo contou com o apoio da Corregedoria da Polícia Militar.

Na denúncia, o MPPR solicita – além da condenação criminal dos envolvidos – o perdimento de produtos e proveitos dos crimes, no valor de R$ 791.105,26, a perda de valores relacionados à lavagem de dinheiro (R$ 100 mil) e a fixação de dano material e moral mínimo, bem como a perda dos cargos públicos ocupados pelos policiais militares.

Esta é a primeira denúncia de uma série de fatos investigados na Operação Mar Vermelho. O Gaeco de Londrina apura ainda eventual prática de homicídio doloso, que teria sido cometido por uma equipe policial a mando de integrantes de uma família que devia dinheiro a agiotas, e a constituição de organização criminosa, além de outros ilícitos penais cometidos por seus integrantes.

Processo número 0003700-52.2021.8.16.0090

Notícia anterior

26/07/2023 – Gaeco e Corregedoria da PM cumprem mandados em operação que apura possível envolvimento de policiais em latrocínios

[email protected]

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Gaeco cumpre 43 mandados de busca e oito mandados de prisão preventiva em operação contra organização criminosa no Oeste
Gaeco cumpre 43 mandados de busca e oito mandados de prisão preventiva em operação contra organização criminosa no Oeste
Em Londrina, Gaeco denuncia quatro policiais militares pelos crimes de fraude processual, abuso de autoridade, falsidade ideológica e denunciação caluniosa
Em Londrina, Gaeco denuncia quatro policiais militares pelos crimes de fraude processual, abuso de autoridade, falsidade ideológica e denunciação caluniosa
Júri de Ponta Grossa condena por homicídio dois homens denunciados pelo MPPR pela morte de uma mulher trans em 2020
Júri de Ponta Grossa condena por homicídio dois homens denunciados pelo MPPR pela morte de uma mulher trans em 2020
MPPR oferece denúncia por homicídio triplamente qualificado contra homem apontado como responsável pela morte da mulher por esganadura em Curitiba
MPPR oferece denúncia por homicídio triplamente qualificado contra homem apontado como responsável pela morte da mulher por esganadura em Curitiba
Homem denunciado pelo MPPR por agressão contra músico negro em Curitiba será julgado pelo Tribunal do Júri por tentativa de homicídio qualificado
Homem denunciado pelo MPPR por agressão contra músico negro em Curitiba será julgado pelo Tribunal do Júri por tentativa de homicídio qualificado
Tribunal de Justiça confirma em acórdão condenação de mais um ex-vereador de Araucária denunciado pelo Ministério Público pela prática de “rachadinha”
Tribunal de Justiça confirma em acórdão condenação de mais um ex-vereador de Araucária denunciado pelo Ministério Público pela prática de “rachadinha”
Tribunal do Júri condena a 20 anos de prisão duas detentas denunciadas por homicídio qualificado ocorrido na Cadeia Pública de Goioerê
Tribunal do Júri condena a 20 anos de prisão duas detentas denunciadas por homicídio qualificado ocorrido na Cadeia Pública de Goioerê
Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Gaeco cumpre 22 mandados de busca e apreensão em Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná em investigação sobre tráfico de drogas no Litoral do estado
Gaeco cumpre 22 mandados de busca e apreensão em Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná em investigação sobre tráfico de drogas no Litoral do estado
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Operação Alcatraz, contra organização criminosa com atuação em Quedas do Iguaçu e Francisco Beltrão
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Operação Alcatraz, contra organização criminosa com atuação em Quedas do Iguaçu e Francisco Beltrão
Acórdão do TJPR mantém condenação de ex-vereadora de Araucária denunciada pelo MPPR por “rachadinha”
Acórdão do TJPR mantém condenação de ex-vereadora de Araucária denunciada pelo MPPR por “rachadinha”
MPPR cumpre mandados de prisão e de busca na Operação Érebo, que investiga crimes de tráfico de drogas em Cornélio Procópio e região
MPPR cumpre mandados de prisão e de busca na Operação Érebo, que investiga crimes de tráfico de drogas em Cornélio Procópio e região
Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR por estupro de vulnerável e produção e armazenamento de conteúdo pornográfico é condenado a 36 anos de prisão
Homem denunciado pelo MPPR por estupro de vulnerável e produção e armazenamento de conteúdo pornográfico é condenado a 36 anos de prisão
Homem que matou a ex-esposa na frente da filha de 12 anos em Marialva é denunciado pelo MP
Homem que matou a ex-esposa na frente da filha de 12 anos em Marialva é denunciado pelo MP
Em Castro, MPPR denuncia quatro pessoas que participariam de associação criminosa responsável por roubos em fazendas em várias regiões do Paraná
Em Castro, MPPR denuncia quatro pessoas que participariam de associação criminosa responsável por roubos em fazendas em várias regiões do Paraná

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais