CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Em parceria com o Estado, TIM vai ampliar cobertura móvel em áreas rurais do Paraná
Governador Carlos Massa Ratinho Jr Assina anuncio de investimentos para ampliação da conectividade rural.Foto: Ari Dias/AEN

Em parceria com o Estado, TIM vai ampliar cobertura móvel em áreas rurais do Paraná

A operadora vai investir R$ 22 milhões até 2026 para implantar a estrutura, que deve atender aproximadamente 40 mil pessoas diretamente e outras 2 milhões de......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Em parceria com o Estado, TIM vai ampliar cobertura móvel em áreas rurais do Paraná
Governador Carlos Massa Ratinho Jr Assina anuncio de investimentos para ampliação da conectividade rural.Foto: Ari Dias/AEN

O Governo do Estado firmou um protocolo com a operadora TIM para ampliar a cobertura de internet e telefonia móvel nas áreas rurais do Paraná. O documento foi assinado nesta quinta-feira (1°) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e pela diretoria da empresa e prevê a construção de 116 antenas de telecomunicação em 83 municípios. 

A operadora vai investir R$ 22 milhões até 2026 para implantar a estrutura, que deve atender aproximadamente 40 mil pessoas diretamente e outras 2 milhões de forma indireta, que são aquelas que circulam pelos locais onde há cobertura.

Para isso, a empresa recebeu autorização da Secretaria de Estado da Fazenda para adquirir créditos acumulados de ICMS disponíveis no Sistema de Controle da Transferência e Utilização de Créditos Acumulados (Siscred) da Receita Estadual do Paraná. A empresa poderá adquirir créditos de ICMS acumulados e habilitados em duas etapas, sendo que a primeira parcela só será liberada após a instalação de metade das antenas previstas nesse investimento.

A liberação para aquisição e consequente uso de créditos acumulados de ICMS para as empresas de telecomunicação está entre as alternativas do Governo do Estado utilizadas para fomentar a ampliação da conectividade no Paraná, em especial nas áreas rurais. O objetivo é universalizar o acesso à internet em todo o Estado.

“O Paraná já é considerado o estado mais inovador do Brasil e, agora, queremos levar toda essa inovação, a conectividade e o acesso à internet também para a zona rural”, explicou Ratinho Junior. “Uma boa parte do Paraná já é atendida com a rede de internet, mas a ideia é poder chegar na universalização, ou seja, em todas as áreas do Estado, em especial na zona rural”.

O governador destacou a necessidade do acesso rápido e fácil à internet pelos produtores rurais, já que há muitas tecnologias no campo que demandam conectividade. “O acesso à internet é fundamental para os agricultores, para a compra de equipamentos, implementos agrícolas, acesso a novas tecnologias. Muitos maquinários e tratores atuais estão saindo das indústrias com essa tecnologia embarcada, o que ajuda a melhorar a produtividade”, salientou.

Atualmente, a TIM está presente nos 399 municípios paranaenses com a oferta da tecnologia 4G e em 18 cidades com a banda 5G. O desafio agora é justamente expandir a conexão nas áreas rurais.

“Escolhemos o agronegócio como um vetor importante de atuação, é uma missão nossa de bastante tempo ampliar a cobertura para atender esse setor”, afirmou o CEO da TIM no Brasil, Alberto Griselli. “Temos um compromisso muito grande com o Paraná. Nós cobrimos todos os municípios, vários distritos rurais, mas ainda há muito o que fazer. Por isso, a TIM tem sido uma parceira de primeira hora do Governo do Estado para alavancar a conectividade no campo”. 

CONECTIVIDADE RURAL – Além da liberação de créditos acumulados de ICMS para as empresas de telecomunicação, o Governo do Estado trabalha em diversas frentes para universalizar o acesso à internet no Estado. A inciativa integra o Plano de Conectividade Rural do Paraná, capitaneado pela Secretaria de Estado da Inovação, Modernização e Transformação Digital, com a participação de 17 órgãos públicos, 15 players do setor privado, incluindo operadoras e empresas de tecnologia, e mais seis entidades representantes da sociedade civil.

O objetivo é entender as necessidades específicas de conectividade em áreas de difícil acesso e desenvolver soluções eficazes que supram as demandas dessas comunidades. “Buscamos alternativas para que as operadoras invistam nas áreas rurais. É mais difícil para as telecoms fazerem investimentos pesados na área rural sem um número substancial de clientes, por isso é necessário esse incentivo do Governo do Estado. A conexão de qualidade tem se tornado imprescindível para ampliar a competitividade no campo”, explicou o secretário Marcelo Rangel. 

Dentro dessa proposta, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná) desenvolve um projeto-piloto com algumas comunidades interioranas para levar a fibra ótica até as sedes dos distritos ou vilas. A partir dali o agricultor, financiado pelo crédito rural, poderia fazer a conexão com sua propriedade por fibra ótica, cabo ou rádio.

Outra frente busca ampliar a conexão via satélite. Em uma ação conjunta com a Telebras (Telecomunicações Brasileiras S.A.), empresa pública vinculada ao Ministério das Comunicações, a Secretaria de Inovação iniciou no mês passado os testes com equipamentos para conexão via satélite, para auxiliar no atendimento de áreas rurais com baixa conectividade. 

Para chegar à universalização da internet, o Estado precisaria de mais 750 torres de estação rádio-base em 750 megahertz, que se juntariam às cerca de 1.400 existentes, para atender todo o Estado ao menos com a tecnologia 4G. A atenção especial é para o meio rural, onde conectividade ainda é deficiente.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade os secretários estaduais da Fazenda, Renê Garcia Junior; e da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara; o vice-presidente de Recursos Corporativos da TIM, Bruno Gentil; o diretor Corporativo da TIM, Paulo Humberto Gouvea; o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin; o diretor de Mercado e Novos Negócios da Invest Paraná, Gustavo Cejas; o deputado estadual Fábio Oliveira; e outras autoridades.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Com leis e programas, Paraná celebra pioneirismo na difusão da agricultura que cuida do solo
Com leis e programas, Paraná celebra pioneirismo na difusão da agricultura que cuida do solo
Geleia de pitaya de produtores de Bela Vista da Caroba vai ser apresentada em feira no Canadá
Geleia de pitaya de produtores de Bela Vista da Caroba vai ser apresentada em feira no Canadá
Ceasa Paraná vai participar da ExpoApras 2024, em Pinhais
Ceasa Paraná vai participar da ExpoApras 2024, em Pinhais
Turismo rural e rotas temáticas aumentam renda de produtores e são tema da ExpoLondrina
Turismo rural e rotas temáticas aumentam renda de produtores e são tema da ExpoLondrina
Na ExpoLondrina, mais quatro municípios do Norte do Paraná formalizam adesão ao Susaf
Na ExpoLondrina, mais quatro municípios do Norte do Paraná formalizam adesão ao Susaf
Estado apresenta novas medidas de apoio aos produtores de leite em Londrina
Estado apresenta novas medidas de apoio aos produtores de leite em Londrina
Paraná vai produzir 1,25 bilhão de litros de etanol na atual safra, aponta boletim
Paraná vai produzir 1,25 bilhão de litros de etanol na atual safra, aponta boletim
Estado estuda modelo para incentivar construções de casas rurais sustentáveis
Estado estuda modelo para incentivar construções de casas rurais sustentáveis
IDR-PR lança na ExpoLondrina aplicativo para controle biológico do greening dos citros
IDR-PR lança na ExpoLondrina aplicativo para controle biológico do greening dos citros
Com lançamento de concurso, encontro de cafeicultura anima programação da ExpoLondrina
Com lançamento de concurso, encontro de cafeicultura anima programação da ExpoLondrina
Com apoio do IDR-PR, Estado ganha associação de produtores de peixes para ampliar potencial
Com apoio do IDR-PR, Estado ganha associação de produtores de peixes para ampliar potencial
Agroindústria de leite é a 1ª propriedade livre de brucelose e tuberculose em Cantagalo
Agroindústria de leite é a 1ª propriedade livre de brucelose e tuberculose em Cantagalo
Estado e Banco Mundial estudam parceria para desenvolver agricultura familiar
Estado e Banco Mundial estudam parceria para desenvolver agricultura familiar
Na ExpoLondrina, seminário do IDR-PR discute efeitos da crise climática no solo
Na ExpoLondrina, seminário do IDR-PR discute efeitos da crise climática no solo
Governo propõe mudanças de tributação para conter importação de leite em pó
Governo propõe mudanças de tributação para conter importação de leite em pó
Governo propõe mudanças de tributação para conter importação de leite em pó e valorizar produção local
Governo propõe mudanças de tributação para conter importação de leite em pó e valorizar produção local
Evento do IDR-Paraná na ExpoLondrina discute criação de abelhas para geração de renda
Evento do IDR-Paraná na ExpoLondrina discute criação de abelhas para geração de renda
Evento do IDR-Paraná discute criação de abelhas para geração de renda e proteção do ambiente
Evento do IDR-Paraná discute criação de abelhas para geração de renda e proteção do ambiente
Governador reforça incentivo às agroindústrias e abertura de mercado na ExpoLondrina
Governador reforça incentivo às agroindústrias e abertura de mercado na ExpoLondrina
Governador reforça incentivo às agroindústrias e abertura de novos mercados na ExpoLondrina
Governador reforça incentivo às agroindústrias e abertura de novos mercados na ExpoLondrina
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais