CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Tribunal do Júri de Curitiba condena a mais de 27 anos de prisão homem que matou a convivente, em um caso de homicídio sem cadáver

Conforme apurado, o homem matou a vítima, por ciúmes e discussões banais, mediante asfixia, com um golpe “mata-leão”, dentro da residência do casal. Depois levou o......

Publicado em

Por CGN 1

Publicidade

O Tribunal do Júri de Curitiba condenou a 27 anos e 4 meses de prisão um homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio duplamente qualificado pela morte e ocultação do cadáver da convivente, uma adolescente de 17 anos de idade. O crime ocorreu em novembro de 2012, no bairro Alto Boqueirão. O réu, que permaneceu muitos anos foragido, foi preso em março deste ano e não poderá recorrer da condenação em liberdade.

Conforme apurado, o homem matou a vítima, por ciúmes e discussões banais, mediante asfixia, com um golpe “mata-leão”, dentro da residência do casal. Depois levou o corpo em um baú, com um carrinho de mão, até um matagal, onde ateou fogo ao cadáver e depois colocou os restos mortais em sacos plásticos, que nunca foram encontrados. Na oportunidade, o denunciado procurou convencer um adolescente de 17 anos de idade a auxiliá-lo a ocultar o cadáver, mas o rapaz conseguiu contornar a situação, voltar para casa e contar o ocorrido aos pais, que o levaram até a Polícia. A família da vítima foi procurada pelo réu, que relatou que ela teria fugido em companhia de um namorado, levando consigo todos os pertences dela, inclusive uma televisão, que foi encontrada depois, na casa de um amigo do acusado.

Foram acolhidas no julgamento todas as teses sustentadas pelo Ministério Público homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e meio cruel e ainda ocultação de cadáver. A qualificadora do feminicídio ainda não existia na época do crime, mas a pena foi agravada porque o homem se prevaleceu de relações domésticas. O denunciado também foi condenado a pagar danos morais à família da vítima.

Lugar de Escuta – A família da adolescente assassinada se habilitou enquanto assistente e atuou ao longo de toda a ação penal ao lado do Ministério Público na busca da efetiva promoção da justiça, jamais de vingança ou qualquer outra pretensão ilegítima. A mãe e um irmão da vítima, que prestaram depoimento presencial na sessão de julgamento, visitaram, dias antes, em companhia da advogada que constituíram para representá-los, as dependências do Tribunal do Júri, quando foram recepcionados pelo promotor de Justiça que conduziria o caso e pela servidora do MPPR responsável pelo programa Nujuri, voltado ao atendimento a vítimas de homicídio e seus familiares. Na oportunidade, receberam orientação quanto ao local de entrada e permanência até o momento da inquirição, conheceram o plenário do Júri e também foram informados a respeito das etapas do processo e da dinâmica do julgamento, dentro do projeto daquela unidade ministerial denominado “Lugar de Escuta”, de ambientação de vítimas diretas e indiretas no espaço forense, em momento anterior às datas das audiências e sessões plenárias.

Processo número 0000165-57.2013.8.16.0006

[email protected]

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Servidor público municipal de São João do Ivaí denunciado pelo MPPR por tentar valer-se do cargo para descumprir orientação de policiais é condenado por desacato
Servidor público municipal de São João do Ivaí denunciado pelo MPPR por tentar valer-se do cargo para descumprir orientação de policiais é condenado por desacato
Ministério Público do Paraná oferece denúncia contra médico ginecologista de Maringá investigado por crimes de violação sexual cometidos contra 29 vítimas
Ministério Público do Paraná oferece denúncia contra médico ginecologista de Maringá investigado por crimes de violação sexual cometidos contra 29 vítimas
Ministério Público do Paraná recorre, e TJPR aumenta de 17 para 33 anos pena de homem condenado por homicídio qualificado ocorrido em Guaíra em 2022
Ministério Público do Paraná recorre, e TJPR aumenta de 17 para 33 anos pena de homem condenado por homicídio qualificado ocorrido em Guaíra em 2022
Ministério Público do Paraná denuncia homem que tentou matar trabalhador que limpava a fachada de um edifício em Curitiba cortando a corda que o sustentava
Ministério Público do Paraná denuncia homem que tentou matar trabalhador que limpava a fachada de um edifício em Curitiba cortando a corda que o sustentava
TJPR atende pedido do MPPR e aumenta para 24 anos e 6 meses de prisão pena imposta a homem condenado por matar a esposa a tiros em Arapongas em 2005
TJPR atende pedido do MPPR e aumenta para 24 anos e 6 meses de prisão pena imposta a homem condenado por matar a esposa a tiros em Arapongas em 2005
Tribunal do Júri condena a 42 anos de prisão empresário denunciado pelo MPPR pela morte de jogador de futebol em 2018
Tribunal do Júri condena a 42 anos de prisão empresário denunciado pelo MPPR pela morte de jogador de futebol em 2018
Em Castro, Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois homens que teriam extorquido em mais de R$ 65 mil duas vítimas idosas
Em Castro, Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois homens que teriam extorquido em mais de R$ 65 mil duas vítimas idosas
Gaeco cumpre sete ordens de busca e apreensão no âmbito da Operação Ostentare que apura tráfico de drogas em municípios do Litoral
Gaeco cumpre sete ordens de busca e apreensão no âmbito da Operação Ostentare que apura tráfico de drogas em municípios do Litoral
Gaeco cumpre três mandados de busca e apreensão em Maringá na Operação Donativos, que investiga crimes de corrupção e prevaricação, entre outros
Gaeco cumpre três mandados de busca e apreensão em Maringá na Operação Donativos, que investiga crimes de corrupção e prevaricação, entre outros
MPPR deflagra Operação Fim da Linha em investigação sobre associação criminosa ligada ao ramo de transporte escolar em Quedas do Iguaçu
MPPR deflagra Operação Fim da Linha em investigação sobre associação criminosa ligada ao ramo de transporte escolar em Quedas do Iguaçu
Homem denunciado pelo MPPR por homicídio qualificado ocorrido em 2017 em Centenário do Sul é preso e cumprirá pena em Petrolina (PE)
Homem denunciado pelo MPPR por homicídio qualificado ocorrido em 2017 em Centenário do Sul é preso e cumprirá pena em Petrolina (PE)
Judiciário condena por corrupção e lavagem de dinheiro ex-prefeito e ex-diretor da prefeitura de Mangueirinha denunciados pelo MPPR na Operação Container
Judiciário condena por corrupção e lavagem de dinheiro ex-prefeito e ex-diretor da prefeitura de Mangueirinha denunciados pelo MPPR na Operação Container
Validade de provas colhidas pelo Gaeco em 2010 no caso “Diários Secretos” é reconhecida em definitivo pelo Judiciário, com trânsito em julgado no STF
Validade de provas colhidas pelo Gaeco em 2010 no caso “Diários Secretos” é reconhecida em definitivo pelo Judiciário, com trânsito em julgado no STF
Empresário e servidora pública estadual denunciados na Operação Quadro Negro por organização criminosa e corrupção são condenados pelo Judiciário
Empresário e servidora pública estadual denunciados na Operação Quadro Negro por organização criminosa e corrupção são condenados pelo Judiciário
MPPR em Campo Largo denuncia por estupro de vulnerável e pornografia infantil professor investigado por abusar de crianças em uma escola particular
MPPR em Campo Largo denuncia por estupro de vulnerável e pornografia infantil professor investigado por abusar de crianças em uma escola particular
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três municípios do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três municípios do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três cidades do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
Gaeco deflagra operações Mercador e Resgate, com cumprimento de mandados em três cidades do Sudoeste em investigações de desvio de carga e concussão
MPPR oferece denúncia por homicídios com quatro qualificadoras e ocultação de cadáver contra cinco pessoas pela morte de homem e mulher em Roncador
MPPR oferece denúncia por homicídios com quatro qualificadoras e ocultação de cadáver contra cinco pessoas pela morte de homem e mulher em Roncador
Tribunal do Júri de Umuarama condena a 86 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pela morte a facadas da esposa, do sogro e da sogra
Tribunal do Júri de Umuarama condena a 86 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pela morte a facadas da esposa, do sogro e da sogra
Gaeco cumpre mandados em Curitiba e Paranaguá em investigação sobre tráfico de drogas a partir da prescrição de medicamentos controlados de uso veterinário
Gaeco cumpre mandados em Curitiba e Paranaguá em investigação sobre tráfico de drogas a partir da prescrição de medicamentos controlados de uso veterinário

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais