CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Portal da Transparência do Governo do Estado consolida fiscalização popular
Procura pelo Portal da Transparência aumenta 20% e consolida participação popularFoto: Gabrielly Pontes/CGE

Portal da Transparência do Governo do Estado consolida fiscalização popular

A plataforma é administrada pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), que centraliza o enfrentamento e combate à corrupção do Governo do Paraná e incentiva a participação do......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Portal da Transparência do Governo do Estado consolida fiscalização popular
Procura pelo Portal da Transparência aumenta 20% e consolida participação popularFoto: Gabrielly Pontes/CGE

As ferramentas implantadas pelo Governo do Estado para dar transparências às suas ações e respostas às demandas da população estão incentivando a participação popular. Em 2022, pouco mais de 1 milhão de pessoas acessaram o Portal da Transparência, o que resultou em 7 milhões de visualizações das páginas. Neste ano, a estimativa é que a busca ultrapasse 1,3 milhão de usuários e as visualizações superem de 9 milhões até 31 de dezembro. 

A plataforma é administrada pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), que centraliza o enfrentamento e combate à corrupção do Governo do Paraná e incentiva a participação do cidadão no monitoramento das atividades da administração pública.

Na Ouvidoria, foram 153.895 manifestações em 2022, enquanto neste ano o número já chegou a 176.087 até 8 de dezembro. Mesmo sem o término de 2023, o volume já representa aumento de 14% na busca pelo serviço.

Também em 2023, o Portal da Transparência recebeu seu segundo Selo Diamante de transparência pública. A plataforma é administrada pela Controladoria-Geral do Estado (CGE), que centraliza o enfrentamento e combate à corrupção e incentiva a participação do cidadão no monitoramento das atividades da administração pública.

O controle social da população sobre os governos é um dos aspectos ressaltados pela Organização das Nações Unidas, quando escolheu 9 de dezembro como o Dia Internacional de Combate à Corrupção. A data foi estabelecida para aumentar a conscientização sobre os efeitos prejudiciais da corrupção na sociedade e promover instrumento global contra a prática criminosa.

A controladora-geral do Estado, Luciana Silva, explicou que a gestão estadual e a CGE só têm a ganhar com o envolvimento do cidadão no monitoramento e fiscalização das ações oficiais. Segundo afirmou, a sociedade civil tem o direito de monitorar o Governo, que, por sua vez, tem o dever de oferecer meios para que esse monitoramento ocorra de forma eficiente.

“A população pode colaborar no bom uso de recursos, por exemplo, quando percebe e denuncia alguma irregularidade em obras ou em serviço prestado por órgãos estaduais. Além de direcionar medidas corretivas, colabora com a melhoria contínua determinada pelo governador Ratinho Junior”, afirmou Luciana.

TRANSPARÊNCIA – Em 2021, o mês recebeu a designação de Dezembro Transparente, pela lei estadual 20.663, com o objetivo de dar visibilidade para ações que promovam a transparência, a prevenção e o combate à corrupção no Paraná.

Em nível internacional, no dia 9 foi assinada a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, adotada em 2003. A convenção sugere medidas para prevenir a corrupção, criminalizar práticas corruptas, fortalecer instituições e promover a cooperação internacional.

Em seu artigo 13, descreve atitudes a serem adotadas pelos países-membros para “fomentar a participação ativa de pessoas e grupos que não pertençam ao setor público” na prevenção e na luta contra a corrupção.

O incentivo à participação popular se dá, principalmente, por meio do Portal da Transparência e dos canais de ouvidoria. No Portal, estão disponíveis todos os dados sobre obras, serviços, salários e outras despesas e investimentos do poder público.

De posse desses dados, o cidadão pode questionar a gestão, fazer denúncias e dar sugestões para melhorar o atendimento das expectativas da sociedade com relação ao governo.

CONFIANÇA – Desde 2021, o Paraná também conta com o Decreto 7.791, que estabelece medidas de proteção à identidade dos denunciantes de crimes e de irregularidades cometidas por servidores ou empresas, contra a administração pública estadual. Também, anualmente são feitas campanhas de estímulo a denúncias.

“Com essas informações, os gestores de cada órgão ou entidade têm condições de estabelecer estratégias ou medidas que corrijam a situação”, comentou a controladora-geral. Para ela, os dados da Ouvidoria constituem ferramenta estratégica de gestão.

A confiabilidade dos dados do Portal foi atestada pelo Radar da Transparência Pública, promovido pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil e Tribunal de Contas da União. No ano passado, o Paraná ficou em primeiro lugar, com 98,5% de transparência e conquistou o Selo Diamante. O outro estado a obter o selo, naquele ano, foi Mato Grosso do Sul, com 95,5%.

Em 2023, o Paraná manteve sua posição entre os estados com melhor transparência pública e recebeu o segundo selo Diamante. Luciana Silva afirmou que a CGE trabalha para melhorar cada vez mais a qualidade dos dados e sua disposição ao cidadão. O site é hospedado na Celepar.

CERCO À CORRUPÇÃO – Internamente, a CGE dispõe de outros instrumentos para garantir a regularidade das contas públicas e inibir posturas inadequadas de agentes públicos. Além das coordenadorias de Ouvidoria e de Transparência e Controle Social, existem as coordenadorias de Controle Interno, de Integridade e Compliance e de Corregedoria. Com exceção da última, todas possuem um agente em todos os órgãos e entidades do Governo do Paraná, estruturadas em Núcleos de Integridade e Compliance Setoriais (NICS).

O controle interno é responsável pela prestação de contas e a verificação do emprego dos recursos públicos. O compliance, por incentivar as boas práticas de conduta e de combate à corrupção e atos indevidos ou ilegais. No caso de denúncias contra servidores ou empresas, o caso pode parar na corregedoria, que abrirá um procedimento de investigação para determinar medidas administrativas.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

CGE reúne municípios para orientação sobre controle da gestão pública
CGE reúne municípios para orientação sobre controle da gestão pública
Portal da Transparência ganha novidades e gráficos para consultas da população
Portal da Transparência ganha novidades e gráficos para consultas da população
CGE apresenta iniciativas a prefeituras para expandir cultura da gestão pública eficiente
CGE apresenta iniciativas a prefeituras para expandir cultura da gestão pública eficiente
Ouvidoria-Geral do Estado completa 33 anos e se consolida como ferramenta de gestão
Ouvidoria-Geral do Estado completa 33 anos e se consolida como ferramenta de gestão
CGE inaugura nova Ouvidoria-Geral em homenagem aos ouvidores e ao Mês da Mulher
CGE inaugura nova Ouvidoria-Geral em homenagem aos ouvidores e ao Mês da Mulher
Ações do Paraná de proteção às escolas são tema de grupo de trabalho no Cosud
Ações do Paraná de proteção às escolas são tema de grupo de trabalho no Cosud
Experiência paranaense em ouvir estudantes da rede pública será levada ao Cosud em 2024
Experiência paranaense em ouvir estudantes da rede pública será levada ao Cosud em 2024
Transparência: cartilha da CGE orienta como buscar informações junto ao Estado
Transparência: cartilha da CGE orienta como buscar informações junto ao Estado
Portal da Transparência do Governo do Estado consolida a participação popular
Portal da Transparência do Governo do Estado consolida a participação popular
CGE promoveu 34 palestras em 2023 para discutir assédio com servidores do Estado
CGE promoveu 34 palestras em 2023 para discutir assédio com servidores do Estado
Serviço público do futuro: papel da Ouvidoria, IA e compliance são foco de congresso da CGE
Serviço público do futuro: papel da Ouvidoria, IA e compliance são foco de congresso da CGE
Racismo e violência contra mulher são temas do Congresso de Governança Pública da CGE
Racismo e violência contra mulher são temas do Congresso de Governança Pública da CGE
Congresso da CGE reúne 800 pessoas em Curitiba e reforça combate à corrupção
Congresso da CGE reúne 800 pessoas em Curitiba e reforça combate à corrupção
Governo do Paraná mantém Selo Diamante, patamar máximo em transparência pública
Governo do Paraná mantém Selo Diamante, patamar máximo em transparência pública
Congresso da CGE reunirá especialistas em combate à corrupção e governança pública
Congresso da CGE reunirá especialistas em combate à corrupção e governança pública
Ouvidoria-Geral do Paraná recebe manifestações de cidadãos durante o feriado
Ouvidoria-Geral do Paraná recebe manifestações de cidadãos durante o feriado
CGE apresenta sistema da Ouvidoria do Paraná em evento nacional
CGE apresenta sistema da Ouvidoria do Paraná em evento nacional
Estado do Paraná tem um dos melhores indicadores de combate à corrupção do País
Estado do Paraná tem um dos melhores indicadores de combate à corrupção do País
Seminário Controla Paraná reúne 80 representantes de municípios do Litoral
Seminário Controla Paraná reúne 80 representantes de municípios do Litoral
Paraná sedia lançamento de plataforma global sobre combate às mudanças climáticas
Paraná sedia lançamento de plataforma global sobre combate às mudanças climáticas
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais