CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Conselho de sanidade agropecuária alerta sobre cuidados para a gripe aviária  
Reunião do Conselho Estadual de Sanidade Agropecuária - ConesaFoto: Evandro Fadel/Seab-Pr

Conselho de sanidade agropecuária alerta sobre cuidados para a gripe aviária  

O encontro foi convocado em razão de ter sido detectada infecção pelo vírus em aves silvestres no Estado do Espírito Santo. “Esses dois casos em aves......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Conselho de sanidade agropecuária alerta sobre cuidados para a gripe aviária  
Reunião do Conselho Estadual de Sanidade Agropecuária - ConesaFoto: Evandro Fadel/Seab-Pr

A necessidade de reforçar as medidas de segurança sanitária em relação à gripe aviária (H5N1), mas ao mesmo tempo manter a serenidade porque o Brasil e o Paraná estão preparados para enfrentar eventuais casos que possam aparecer, foi o recado transmitido pelo Conselho Estadual de Sanidade Agropecuária (Conesa) durante reunião extraordinária nesta quarta-feira (17).

O encontro foi convocado em razão de ter sido detectada infecção pelo vírus em aves silvestres no Estado do Espírito Santo. “Esses dois casos em aves silvestres não têm o poder de derrubar o nosso status sanitário e não representam nenhuma repercussão comercial”, afirmou Norberto Ortigara, presidente do Conesa e secretário da Agricultura e do Abastecimento do Paraná. As exportações somente podem ser afetadas se houver incidência em granjas comerciais.

“Precisamos que os produtores de frango de corte e de postura atualizem todas as ações que já fizeram e reforcem ainda mais a proteção de seus negócios”, salientou Ortigara. A Secretaria da Agricultura e Abastecimento e a Agência de Defesa Agropecuária (Adapar) continuarão promovendo reuniões em todas as regiões do Estado para orientar os produtores sobre as medidas a serem reforçadas.

Entre as principais ações estão cercar e se certificar de que não há falhas que permitam entrada de outras aves nos barracões comerciais, manter as portas permanentemente fechadas, não permitir visitas às instalações produtivas e assegurar a higienização correta das pessoas que precisam adentrar na granja.

“Não há nenhum motivo para alarde, mas apenas uma intensificação das medidas que já têm sido tomadas”, ponderou o gerente de Sanidade Animal da Adapar, Rafael Gonçalves Dias. Segundo ele, todos os fiscais da agência estão treinados para atender eventual emergência. O Estado realizou exames em 12 mil aves de 350 propriedades dentro de sua estratégia de vigilância ativa e não houve nenhuma positividade.

O gerente acentuou que a população tem colaborado notificando a Adapar assim que percebe comportamento diferente em alguma ave, como complicações respiratórias, falta de ar, tosse, espirros ou fraqueza. “Em todos os registros há atendimento imediato, mas não teve nenhum caso consistente”, disse Dias.

O presidente da Adapar, Otamir Cesar Martins, salientou que os consumidores não devem ficar preocupados em razão dessa doença, visto não haver nenhum registro de alguma complicação. “A preocupação é no nível da produção, adotando todos os cuidados para evitar contato com outras aves e não permitir a entrada de visitantes na granja”, reforçou.

Representante da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep) e do Fundo de Desenvolvimento da Agropecuária, Ronei Volpi assegurou que o Paraná está bem preparado no que se refere à biossegurança. “Sempre podemos fazer mais, mas estamos bem melhor que a média do Brasil”, salientou.

O diretor-executivo do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar), Inácio Kroetz, destacou a importância da avicultura para o Estado, que é o principal produtor e exportador de aves do Brasil. No Paraná foram abatidos 2,1 bilhões de frangos em 2022. Há 37 frigoríficos com inspeção federal, que exportam cerca de 40% do frango vendido pelo País. “É uma grande responsabilidade cuidar disso”, alertou.

CADASTRO – Por isso a obrigatoriedade de que todos os detentores de animais, incluindo aves, façam a atualização do cadastro de seus rebanhos na Adapar. A campanha começou em 1º de maio e termina em 30 de junho. O processo pode ser feito diretamente no site da Adapar, por meio do aplicativo Paraná Agro ou de forma presencial nos escritórios da agência espalhados pelo Estado. “Com isso geolocalizamos as propriedades possibilitando ação rápida e eficaz caso haja alguma notificação”, disse Rafael Gonçalves Dias.

Além das entidades citadas participaram da reunião representantes do Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná – Iapar-Emater (IDR-Paraná), Organização das Cooperativas do Paraná (Ocepar), Defesa Civil, Polícia Militar, Secretaria de Estado da Saúde, Ministério da Agricultura e Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Paraná (Fetaep), Associação Paranaense de Suinocultores (APS) e Sindicato da Indústria de Carnes e Derivados no Estado do Paraná (Sindicarne).

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Alinhada a Plano Nacional, Adapar encerra a vigilância ativa de aves do ciclo 2024
Alinhada a Plano Nacional, Adapar encerra a vigilância ativa de aves do ciclo 2024
Apoio do Estado viabiliza unidade de cortes nobres de caprinos e ovinos em Virmond
Apoio do Estado viabiliza unidade de cortes nobres de caprinos e ovinos em Virmond
Estado reforça importância das cooperativas em seminário em Coronel Vivida
Estado reforça importância das cooperativas em seminário em Coronel Vivida
Típico das festas juninas, amendoim tem maior área plantada no Paraná em 12 anos
Típico das festas juninas, amendoim tem maior área plantada no Paraná em 12 anos
Boletim Agrometeorológico de maio indica excesso de chuvas no Sul e escassez no Norte
Boletim Agrometeorológico de maio indica excesso de chuvas no Sul e escassez no Norte
Com apoio do Estado, propriedade do Oeste transforma dejetos em energia
Com apoio do Estado, propriedade do Oeste transforma dejetos em energia
Propriedade rural do Oeste passa a transformar dejetos animais em energia
Propriedade rural do Oeste passa a transformar dejetos animais em energia
Criada pelo IDR-Paraná, Rota das Lavandas completa 2 anos e atrai mais de 150 mil visitantes
Criada pelo IDR-Paraná, Rota das Lavandas completa 2 anos e atrai mais de 150 mil visitantes
Governo apresenta a cerealistas as iniciativas que aprimoram logística do agro no Paraná
Governo apresenta a cerealistas as iniciativas que aprimoram logística do agro no Paraná
Com apoio do Governo do Estado, Cerro Azul promove a Festa da Ponkan
Com apoio do Governo do Estado, Cerro Azul promove a Festa da Ponkan
Cerro Azul realiza Festa da Ponkan com apoio do Governo do Estado
Cerro Azul realiza Festa da Ponkan com apoio do Governo do Estado
Repasse do Governo do Estado faz Cooperativa de Rebouças ter centro de processamento de alimentos
Repasse do Governo do Estado faz Cooperativa de Rebouças ter centro de processamento de alimentos
Estado garante recursos para reconstrução de pavilhão da Ceasa de Curitiba após incêndio
Estado garante recursos para reconstrução de pavilhão da Ceasa de Curitiba após incêndio
30 anos: serviço de inspeção estadual de produtos de origem animal é garantia de qualidade
30 anos: serviço de inspeção estadual de produtos de origem animal é garantia de qualidade
Com apoio do Governo, Campo Mourão vai construir restaurante popular
Com apoio do Governo, Campo Mourão vai construir restaurante popular
Paraná lidera com recorde produção de frango; abate de suínos também avança
Paraná lidera com recorde produção de frango; abate de suínos também avança
Com previsão de 334 mil toneladas, plantio de cevada avança no Paraná
Com previsão de 334 mil toneladas, plantio de cevada avança no Paraná
Governador sanciona lei que institui política de segurança hídrica na agricultura no Paraná
Governador sanciona lei que institui política de segurança hídrica na agricultura no Paraná
Com novo mascote, Paraná inicia campanha de prevenção de incêndios florestais
Com novo mascote, Paraná inicia campanha de prevenção de incêndios florestais
Estado e governo federal vão criar grupo de trabalho para qualificar setor leiteiro
Estado e governo federal vão criar grupo de trabalho para qualificar setor leiteiro
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais