CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a 4ª Conferência Estadual de Cultura reúne atores do setor para discutir propostas
4.ª Conferência Estadual de Cultura debate futuro da CulturaFoto: Kraw Penas/SEEC-PR

4ª Conferência Estadual de Cultura reúne atores do setor para discutir propostas

As conferências são espaços amplos e democráticos de discussão e articulação coletiva em torno de propostas e estratégias de organização. O objetivo é reunir governo e......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a 4ª Conferência Estadual de Cultura reúne atores do setor para discutir propostas
4.ª Conferência Estadual de Cultura debate futuro da CulturaFoto: Kraw Penas/SEEC-PR

A Secretaria de Estado da Cultura (SEEC) promoveu, nos dias 4 e 5 de dezembro, em Foz do Iguaçu, a 4ª Conferência Estadual de Cultura do Paraná com o tema “Democracia e Direito à Cultura”. O evento reuniu delegados, convidados e observadores para debaterem os eixos temáticos e setoriais, revisarem o Plano Estadual de Cultura (PEC) do Paraná e elegerem novos delegados.

As conferências são espaços amplos e democráticos de discussão e articulação coletiva em torno de propostas e estratégias de organização. O objetivo é reunir governo e sociedade civil organizada para debater e decidir as prioridades nas políticas públicas nos próximos anos.

“Vamos continuar nossos trabalhos para que tudo que foi pensado e debatido em Foz do Iguaçu se torne realidade para melhorar a vida dos fazedores e fazedoras de cultura, estabelecendo uma cultura cidadã para todos no Estado”, disse o diretor da Diretoria de Apoio, Fomento e Incentivo à Cultura (DAFIC) da Secretaria da Cultura, André Avelino.

Um dos principais pontos de debate foi a avaliação do PEC. O objetivo central do documento é assegurar o estabelecimento de um sistema de gestão pública participativa; acompanhamento e avaliação das políticas culturais; valorização; proteção e promoção do patrimônio e da diversidade cultural; acesso à produção e fruição da cultura em todos os municípios paranaenses; além da inserção da cultura em modelos sustentáveis de desenvolvimento socioeconômico.

A descentralização e a acessibilidade da população aos editais da Lei Paulo Gustavo e da Aldir Blanc foram abordadas pela secretária da Cultura do Estado do Paraná, Luciana Casagrande. A exemplo disso, em 2021 o Governo do Estado distribuiu 12 mil bolsas de qualificação cultural para garantir que fazedores e fazedoras de cultura de todos os municípios e macrorregiões do Estado tivessem conhecimentos mínimos necessários para participação em editais.

“Nós sabíamos que havia uma concentração de recursos na mão de grandes centros, mas boa parte dos municípios do Paraná tem menos de cinco mil habitantes e esses municípios não tinham acesso aos recursos. Então, no Paraná, em cada município nosso, tem alguém que sabe acessar um edital”, disse.

GRUPOS DE TRABALHO – Na segunda-feira, primeiro dia de evento, foi realizada a plenária de abertura, a aprovação do regulamento da Conferência Estadual e foram debatidos os eixos temáticos.

“A conferência ajuda a ouvir aquilo que a sociedade civil eleita nas etapas municipais e intermunicipais tem a opinar, tem a dizer, tem a deliberar sobre as ações”, afirmou o representante eleito pela Macrorregião Centro-Sul do Paraná no Conselho Estadual de Cultura do Paraná, Leonardo Barroso

Para debater os eixos temáticos, os delegados se reuniram em grupos de trabalho e discutiram as propostas que foram enviadas pelos municípios. Posteriormente, cada grupo de trabalho elegeu duas propostas, que serão encaminhadas à Conferência Nacional de Cultura, prevista para março de 2024.

Os eixos temáticos debatidos foram Eixo 1 – Institucionalização, Marcos Legais, e Sistema Nacional de Cultura, Eixo 2 – Democratização do Acesso à Cultura e Participação Social, Eixo 3 – Identidade Patrimônio e Memória, Eixo 4 – Diversidade Cultural e Transversalidade de Gênero, Raça e Acessibilidade, Eixo 5 – Economia Criativa, Trabalho, Renda e Sustentabilidade e Eixo 6 – Direito às Artes e às Linguagens Digitais.

Na terça, foram debatidos os eixos setoriais e o Plano Estadual de Cultura. No caso dos grupos de trabalho dos eixos setoriais, ocorreu a mesma metodologia de debate dos eixos temáticos. Contudo, apenas uma proposta foi destacada como prioritária. Elas serão base de discussão dos planos setoriais do Plano Estadual de Cultura.

Os eixos setoriais abrangem o campo das Artes Visuais; Música; Audiovisual; Ópera; Circo; Dança; Literatura, Livro e Leitura; Teatro; Patrimônio Cultural Material e Imaterial; e Povos, Comunidades Tradicionais e Culturas Populares.

Os planos setoriais, responsáveis pelas políticas públicas definidas para cada área, são instrumentos que se integram ao Plano Estadual de Cultura, por meio do qual o Estado do Paraná atende ao que é preconizado pelo Sistema Nacional de Cultura e Plano Nacional de Cultura. Esse documento deve atender aos processos de participação da sociedade, estruturado num amplo sistema de discussão e reflexão coletiva sobre a atual situação do setor.

CONSELHEIROS ELEITOS – Hoje o Paraná tem 209 delegados. Destes, 124 são da sociedade civil e 85 são governamentais. A função de um delegado é criar propostas para os eixos e votar em quais devem ser enviados à Conferência Nacional de Cultura. Nesta 4ª edição da Conferência Estadual de Cultura, 40 foram eleitos para irem até à Conferência Nacional. Destes, 30 fazem parte da sociedade civil e 10 são governamentais.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Biblioteca Pública comemora 167 anos com novas temporadas do Ler Junto e Oficina de Poesia
Biblioteca Pública comemora 167 anos com novas temporadas do Ler Junto e Oficina de Poesia
Retorno da Orquestra, 167 anos da Biblioteca e ações do Mês da Mulher agitam a agenda cultural
Retorno da Orquestra, 167 anos da Biblioteca e ações do Mês da Mulher agitam a agenda cultural
Literatura coreana e onda hallyu são temas da nova edição do jornal Cândido
Literatura coreana e onda hallyu são temas da nova edição do jornal Cândido
Literatura coreana é tema central do jornal Cândido de fevereiro
Literatura coreana é tema central do jornal Cândido de fevereiro
Choro é declarado Patrimônio Cultural do Brasil
Choro é declarado Patrimônio Cultural do Brasil
Exposição revela “filosofias de vida” na Amazônia, diz Ailton Krenak
Exposição revela “filosofias de vida” na Amazônia, diz Ailton Krenak
CCJ do Senado aprova o Sistema Nacional de Cultura
CCJ do Senado aprova o Sistema Nacional de Cultura
Em março, Museu Oscar Niemeyer terá programação inspirada no Mês das Mulheres
Em março, Museu Oscar Niemeyer terá programação inspirada no Mês das Mulheres
RJ: capoeira terá cadastro para construção de políticas de valorização
RJ: capoeira terá cadastro para construção de políticas de valorização
Inscrições para cursos gratuitos do Centro Juvenil de Artes Plásticas encerram nesta sexta
Inscrições para cursos gratuitos do Centro Juvenil de Artes Plásticas encerram nesta sexta
Mostra em Brasília reúne produção de cineastas negros da Amazônia
Mostra em Brasília reúne produção de cineastas negros da Amazônia
Guia de memória: Estado publica Cartilha de Orientação do Patrimônio Cultural
Guia de memória: Estado publica Cartilha de Orientação do Patrimônio Cultural
Espetáculo “Se A Memória Não Me Falha” estreia no Teatro Guaíra nesta quinta-feira
Espetáculo “Se A Memória Não Me Falha” estreia no Teatro Guaíra nesta quinta-feira
Tons Vizinhos: Quartas Musicais está de volta ao MIS-PR para nova temporada
Tons Vizinhos: Quartas Musicais está de volta ao MIS-PR para nova temporada
Primeira edição do ano do programa do MON para o público 60+ aborda Rubinski
Primeira edição do ano do programa do MON para o público 60+ aborda Rubinski
Orquestra Sinfônica do Paraná abre a temporada 2024 com obra de Heitor Villa-Lobos
Orquestra Sinfônica do Paraná abre a temporada 2024 com obra de Heitor Villa-Lobos
Governo anuncia R$ 250 milhões para edital cultural da Petrobras
Governo anuncia R$ 250 milhões para edital cultural da Petrobras
Com apoio da PrFilm Commission, longa-metragem tem set de gravações no MON
Com apoio da PrFilm Commission, longa-metragem tem set de gravações no MON
“Antes e agora, longe e aqui dentro”: MON mergulha no acervo em exposição inédita
“Antes e agora, longe e aqui dentro”: MON mergulha no acervo em exposição inédita
Agenda cultural tem despedida de shows no Litoral e covers de Elvis Presley e Led Zeppelin
Agenda cultural tem despedida de shows no Litoral e covers de Elvis Presley e Led Zeppelin

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais