CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Com a volta do calor, IAT apresenta guia para curtir as cachoeiras do Paraná

Com a volta do calor, IAT apresenta guia para curtir as cachoeiras do Paraná

Para amenizar a sensação térmica uma dica é curtir as belezas naturais do Paraná. Além das florestas, que por si só já abrandam o calor, há......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Com a volta do calor, IAT apresenta guia para curtir as cachoeiras do Paraná

O verão está chegando e o calor já se faz presente no Paraná. Após uma longa temporada de chuva, o fim de semana de “fritar ovo no asfalto” está perto. Até a fria Curitiba vai acompanhar a tendência. De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), os termômetros vão apontar 31ºC no sábado (2) e no domingo (3) na capital paranaense. O Estado também registrará 32ºC em Londrina, Maringá e Foz do Iguaçu; 33ºC em Paranavaí e Porto Rico; e 34ºC em Diamante do Norte.

Para amenizar a sensação térmica uma dica é curtir as belezas naturais do Paraná. Além das florestas, que por si só já abrandam o calor, há muitas cachoeiras que podem ser desbravadas no Estado. Por meio do Instituto Água e Terra (IAT), o Governo do Paraná administra atualmente 72 Unidades de Conservação (UCs), das quais 28 estão abertas para a visitação. Elas integram o maciço verde do Paraná, composto no total por 26.250,42 km² de áreas protegidas pela Lei 9.985, de 18 de julho de 2000.

A influencer Keila Kubo, do blog Turistando pelo Paraná, preparou junto com o IAT um roteiro com quatro dicas de passeios relaxantes e refrescantes, todos com certa proximidade de Curitiba, a região mais populosa do Estado. “Sempre gostei muito de ler os relatos de viagens, e aí pensei: ‘ah, vou começar a escrever as nossas experiências aqui no Paraná para de repente ajudar outras pessoas, indicar lugares legais’. E não é que deu certo?”, conta.

Vale lembrar, porém, que em todas as UCs é proibido o consumo de bebidas alcoólicas, abandono de lixo, porte de facas e armas de fogo, uso de churrasqueiras ou qualquer ação que possa provocar incêndio na área. Você encontrar mais orientações no site do IAT.

Confira as opções:

Salto dos Macacos no Parque Estadual Pico do Marumbi – Morretes, Piraquara e Quatro Barras

O Parque Estadual Pico do Marumbi é conhecido como o berço do montanhismo no País. Está localizado em uma região de Mata Atlântica suas diferentes versões que recobrem o Maciço do Marumbi – serra que divide a região litorânea dos planaltos paranaenses.

Ao passar pelas trilhas íngremes e históricas, o visitante poderá avistar a cachoeira Salto dos Macacos, situado aos pés da Serra da Farinha Seca, com aproximadamente 40 metros de altura e uma sequência de quedas do Rio dos Macacos.

Mas ao mesmo tempo que ele é belo, o Salto dos Macacos deve ser levado a sério, por ser um atrativo perigoso devido aos penhascos naturais.

Para que o passeio seja proveitoso, é de extrema importância respeitar as recomendações do parque: não se aproximar dos limites dos penhascos, respeitar o horário limite para o acesso ao Salto dos Macacos (9 horas), e utilizar perneiras.

A trilha de acesso para o Salto dos Macacos, que inicia junto à sede Prainhas do IAT e possui distância aproximada de 3,5 km, é considerada de nível médio de dificuldade, uma vez que é necessário atravessar pontos de rios para acessá-la.

Como chegar

O visitante pode ir de ônibus, saindo de Curitiba até a rodoviária de Morretes, onde um ônibus municipal vai até o vilarejo de Porto de Cima.

Quem vai de carro de passeio pode seguir pela BR-116 e entrar na Estrada da Graciosa (PR-410), seguindo até o vilarejo de Porto de Cima (PR-411) e chegando no receptivo do IAT de Prainhas. Este trajeto também pode ser feito pela BR-277, virando na PR-408 (acesso a Morretes), seguindo pela PR-411 chegando no receptivo do IAT de Prainhas. O passeio é gratuito.

Monumento Natural Salto São João – Prudentópolis

Localizado na Terra das Cachoeiras, em Prudentópolis, no Centro-Sul do Paraná, o Monumento Salto São João está no meio de uma floresta de araucárias, espécie símbolo do Estado, e conta com o Salto São João, uma cachoeira de contemplação (não pode se banhar) com queda de 84 metros de altura, que deságua no Rio São João.

O Rio São João é um dos principais rios de Prudentópolis e que compõem a Bacia do Rio Ivaí, com 56 km de extensão dentro do município. O Monumento conta com dois mirantes para visualizar a cachoeira: o frontal e o superior. Para chegar ao mirante frontal do Salto São João basta caminhar pelo acesso inicial por pouco mais de 100 metros. O mirante de madeira fica a 700 metros de distância da cachoeira e proporciona uma bela vista do rio e do cânion formado por ele.

Já o superior fica logo acima da queda d’água, semelhante ao mirante das Cataratas do Iguaçu. Para chegar no topo é só seguir a trilha de cascalho de 1 km de extensão.

O local possui estacionamento com capacidade para 54 veículos leves e quatro ônibus. Um centro de visitantes de 453 metros quadrados, com anfiteatro, banheiros, lanchonete e loja de artesanato. A gestão da UC é compartilhada entre o IAT e a prefeitura municipal de Prudentópolis.

Para passeios em grupo, a prefeitura de Prudentópolis pede que o formulário de cadastro de visitação seja preenchido e entregue na recepção do parque, com as informações pessoais necessárias e o reconhecimento do termo de ciência do que não se deve levar ou fazer no parque.

Como chegar

Os principais acessos a Prudentópolis são pelas rodovias BR 277 e BR-373. Siga a estrada linha Ivaí e as orientações das placas de sinalização até chegar ao Monumento Salto São João. O passeio é gratuito.

Reserva Natural Salto Morato – Guaraqueçaba

A Reserva Natural Salto Morato pertence à Fundação Grupo Boticário, em Guaraqueçaba, no Litoral, e é uma Unidade de Conservação no formato de Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) – uma modalidade de domínio privado (pessoa física ou jurídica) – de nível federal. Ela faz parte das 327 RPPNs que constituem a preservação do cenário verde e da fauna no Paraná.

A Reserva Natural conta com uma trilha, que exige pouco esforço físico, e que dá acesso ao Salto Morato, com cerca de 100 metros de altura, passando por uma piscina natural com água cristalina, livre para o banho.

Passeio com cobrança de ingresso.

Como chegar

Endereço: Rodovia PR-405 – Comunidade Morato Guaraqueçaba – PR

Valores: Ingressos individuais – R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Veja AQUI.

Experiências guiadas (trilha aquática e natureza secreta) têm custo adicional e precisam ser agendadas com antecedência.

Funcionamento: de terça-feira a domingo, das 8h30 às 16 horas, com vagas limitadas. Agendamentos pelo WhatsApp. A reserva também fica aberta nos feriados.

Camping: vagas limitadas. É necessário agendamento pelo WhatsApp (41) 99800-3975

Parque Estadual do Guartelá – Tibagi

O Parque Estadual do Guartelá, em Tibagi, nos Campos Gerais, foi criado em 1992 para proteger uma área de rico patrimônio natural e arqueológico da região do cânion do Rio Iapó.

Há atrações como a Cachoeira da Ponte de Pedra, com aproximadamente 180 metros de altura, e o Córrego Pedregulho, que forma cascatas e “banheiras” naturais, conhecido também como panelões.

Dentre as trilhas, o parque oferece a Trilha Básica, com acesso aos panelões do Córrego Pedregulho, ao mirante do cânion do Rio Iapó e à cachoeira Ponte de Pedra. Tem também a Trilha das Pinturas Rupestres, para contemplação das pinturas que datam de aproximadamente 7 mil anos. O acesso à Trilha da Ponte de Pedra está interditado pelas fortes chuvas dos últimos dias.

Agendamento de passeios

Tibagi Aventuras: (42) 3275-2778 / 9 9914-3516

Guartelá Ecoturismo: (42) 9 9842-8956

Parada do Guartelá: (42) 99842-8956.

Trip Tibagi: (42) 99868-3281

Como chegar

Opção 1

Partindo de Curitiba pela BR-376 até Ponta Grossa. De Ponta Grossa, siga pela PR-151 até Castro. De Castro, siga pela PR-340 até a rotatória no km 247. Em seguida, percorra a estrada sem pavimentação por 1,5 km até o Parque Estadual do Guartelá.

Opção 2

Partindo do centro de Tibagi, siga pela PR-340 até a rotatória no km 247. Em seguida, percorra a estrada sem pavimentação por 1,5 km até o Parque Estadual do Guartelá.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Programa de capacitação profissional da Orla de Matinhos oferece 155 vagas no Litoral
Programa de capacitação profissional da Orla de Matinhos oferece 155 vagas no Litoral
Paraná firma acordo com instituto Water For Food para gestão de recursos hídricos
Paraná firma acordo com instituto Water For Food para gestão de recursos hídricos
Técnicos do IAT resgatam gambá ferido em Pitanga, na região Central do Estado
Técnicos do IAT resgatam gambá ferido em Pitanga, na região Central do Estado
Com novo poço, IAT viabiliza água potável para metade da população de Itambaracá
Com novo poço, IAT viabiliza água potável para metade da população de Itambaracá
Reforma da ONU é uma das prioridades do Brasil em reunião do G20
Reforma da ONU é uma das prioridades do Brasil em reunião do G20
G20: Brasil quer promoção do trabalho decente para inclusão social
G20: Brasil quer promoção do trabalho decente para inclusão social
Orla de Matinhos: Justiça Federal permite que IAT retome obra em trecho de 600 metros
Orla de Matinhos: Justiça Federal permite que IAT retome obra em trecho de 600 metros
Com revitalização da Orla, canal do Rio Matinhos vira refúgio para biguás e garças
Com revitalização da Orla, canal do Rio Matinhos vira refúgio para biguás e garças
Com participação do Paraná, Consórcio Verde aprova plano de trabalho e orçamento do ano
Com participação do Paraná, Consórcio Verde aprova plano de trabalho e orçamento do ano
IAT indica redução de 71,5% na área de Mata Atlântica desmatada em 2023
IAT indica redução de 71,5% na área de Mata Atlântica desmatada em 2023
Com investimento de R$ 11,1 milhões, Paraná vai ganhar mais nove parques urbanos em 2024
Com investimento de R$ 11,1 milhões, Paraná vai ganhar mais nove parques urbanos em 2024
Governo convida organizações da sociedade civil para o Conselho de Direitos Animais
Governo convida organizações da sociedade civil para o Conselho de Direitos Animais
Após chuvas intensas, IAT alerta sobre riscos da trilha do Parque Estadual Pico Paraná
Após chuvas intensas, IAT alerta sobre riscos da trilha do Parque Estadual Pico Paraná
IAT de Pato Branco resgata 39 aves da espécie Azulão em criadouro irregular
IAT de Pato Branco resgata 39 aves da espécie Azulão em criadouro irregular
Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Estado lança ferramenta online para reforçar gestão de resíduos sólidos urbanos no Paraná
Com distribuição recorde, Paraná vai alcançar 10 milhões de mudas plantadas em 2024
Com distribuição recorde, Paraná vai alcançar 10 milhões de mudas plantadas em 2024
Rio das Pombas: Pontal do Paraná vai ganhar Unidade de Conservação estadual
Rio das Pombas: Pontal do Paraná vai ganhar Unidade de Conservação estadual
Após parecer técnico, IAT reabre Gruta dos Jesuítas para visitantes
Após parecer técnico, IAT reabre Gruta dos Jesuítas para visitantes
Aplicativo para solicitar mudas de plantas produzidas pelo IAT chega à App Store 
Aplicativo para solicitar mudas de plantas produzidas pelo IAT chega à App Store 
Animal silvestre em casa? Veja o que fazer se receber uma visita inesperada neste verão
Animal silvestre em casa? Veja o que fazer se receber uma visita inesperada neste verão

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais