CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Gaeco e Receita Federal cumprem mandados de prisão e busca em Apucarana e Medianeira na Operação Falsa Impressão, que investiga organização criminosa

As investigações começaram em junho deste ano, para apurar possíveis crimes de falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e associação criminosa, após o Gaeco receber informações da......

Publicado em

Por CGN 1

Publicidade

O Núcleo de Londrina do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, e a Receita Federal cumpriram nesta sexta-feira, 24 de novembro, quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão temporária na segunda fase da Operação Falsa Impressão. Os mandados, expedidos pelo Juízo da Vara Criminal de Grandes Rios, foram cumpridos em Apucarana, no Norte Central paranaense (três de busca e um de prisão) e em Medianeira, no Oeste do estado (um de busca e um de prisão).

As investigações começaram em junho deste ano, para apurar possíveis crimes de falsidade ideológica, lavagem de dinheiro e associação criminosa, após o Gaeco receber informações da Receita Federal de que um contador de Grandes Rios (município também no Norte Central do estado) integraria organização criminosa especializada em constituir empresas de fachada para funcionarem como “noteiras” (emissão de notas fiscais falsas). Apenas nos primeiros dez meses de 2023, foram identificadas pelo menos 182 empresas de fachada constituídas pelos investigados, que teriam movimentado aproximadamente R$ 250 milhões.

Os mandados de prisão temporária foram expedidos contra dois suspeitos de serem os líderes da associação criminosa, responsáveis por cooptarem os “laranjas” – geralmente, pessoas em situação de vulnerabilidade social, inclusive em situação de rua – para a criação das empresas falsas, que eram usadas para acobertar o transporte de mercadorias ilícitas com a emissão de notas fiscais “frias”, entre outros objetivos. Para isso, o contador receberia dinheiro do grupo criminoso – de R$ 500 a R$ 700 por empresa criada.

A ação desta sexta-feira buscou a produção de provas quanto os crimes investigados, com a apreensão de aparelhos celulares, computadores, documentos e outros bens, valores e objetos ilícitos ou de possível origem ilícita.

Matéria anterior

27/06/2023 – Gaeco e Receita Federal realizam operação voltada a coibir ilícitos penais relacionados à abertura de “empresas fantasmas”

[email protected]

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Tribunal do Júri de Centenário do Sul condena a 20 anos e 2 meses de prisão réu denunciado pelo MPPR pelo assassinato de um homem por dívida de drogas
Tribunal do Júri de Centenário do Sul condena a 20 anos e 2 meses de prisão réu denunciado pelo MPPR pelo assassinato de um homem por dívida de drogas
MPPR em Araucária denuncia por feminicídio homem investigado por asfixiar e matar mulher durante briga motivada por ciúmes
MPPR em Araucária denuncia por feminicídio homem investigado por asfixiar e matar mulher durante briga motivada por ciúmes
Após denúncia do MPPR, homem que mantinha canil ilegal em Medianeira para venda de animais de raça tem atividades suspensas liminarmente pelo Judiciário
Após denúncia do MPPR, homem que mantinha canil ilegal em Medianeira para venda de animais de raça tem atividades suspensas liminarmente pelo Judiciário
Gaeco cumpre 43 mandados de busca e oito mandados de prisão preventiva em operação contra organização criminosa no Oeste
Gaeco cumpre 43 mandados de busca e oito mandados de prisão preventiva em operação contra organização criminosa no Oeste
Em Londrina, Gaeco denuncia quatro policiais militares pelos crimes de fraude processual, abuso de autoridade, falsidade ideológica e denunciação caluniosa
Em Londrina, Gaeco denuncia quatro policiais militares pelos crimes de fraude processual, abuso de autoridade, falsidade ideológica e denunciação caluniosa
Júri de Ponta Grossa condena por homicídio dois homens denunciados pelo MPPR pela morte de uma mulher trans em 2020
Júri de Ponta Grossa condena por homicídio dois homens denunciados pelo MPPR pela morte de uma mulher trans em 2020
MPPR oferece denúncia por homicídio triplamente qualificado contra homem apontado como responsável pela morte da mulher por esganadura em Curitiba
MPPR oferece denúncia por homicídio triplamente qualificado contra homem apontado como responsável pela morte da mulher por esganadura em Curitiba
Homem denunciado pelo MPPR por agressão contra músico negro em Curitiba será julgado pelo Tribunal do Júri por tentativa de homicídio qualificado
Homem denunciado pelo MPPR por agressão contra músico negro em Curitiba será julgado pelo Tribunal do Júri por tentativa de homicídio qualificado
Tribunal de Justiça confirma em acórdão condenação de mais um ex-vereador de Araucária denunciado pelo Ministério Público pela prática de “rachadinha”
Tribunal de Justiça confirma em acórdão condenação de mais um ex-vereador de Araucária denunciado pelo Ministério Público pela prática de “rachadinha”
Tribunal do Júri condena a 20 anos de prisão duas detentas denunciadas por homicídio qualificado ocorrido na Cadeia Pública de Goioerê
Tribunal do Júri condena a 20 anos de prisão duas detentas denunciadas por homicídio qualificado ocorrido na Cadeia Pública de Goioerê
Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Justiça do Paraná condena duas mulheres por morte em cadeia pública de Goioerê
Gaeco cumpre 22 mandados de busca e apreensão em Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná em investigação sobre tráfico de drogas no Litoral do estado
Gaeco cumpre 22 mandados de busca e apreensão em Matinhos, Guaratuba e Pontal do Paraná em investigação sobre tráfico de drogas no Litoral do estado
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Operação Alcatraz, contra organização criminosa com atuação em Quedas do Iguaçu e Francisco Beltrão
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão na Operação Alcatraz, contra organização criminosa com atuação em Quedas do Iguaçu e Francisco Beltrão
Acórdão do TJPR mantém condenação de ex-vereadora de Araucária denunciada pelo MPPR por “rachadinha”
Acórdão do TJPR mantém condenação de ex-vereadora de Araucária denunciada pelo MPPR por “rachadinha”
MPPR cumpre mandados de prisão e de busca na Operação Érebo, que investiga crimes de tráfico de drogas em Cornélio Procópio e região
MPPR cumpre mandados de prisão e de busca na Operação Érebo, que investiga crimes de tráfico de drogas em Cornélio Procópio e região
Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
Em Medianeira, Tribunal do Júri condena a 25 anos de prisão réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por matar homem a tiros em via pública em 2022
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
MPPR em Piraquara denuncia por tentativa de homicídio e outros crimes dois homens que praticaram roubos e tentaram matar dois policiais
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Judiciário condena a dois anos e quatro meses de reclusão e a perda do cargo servidor público denunciado pelo MPPR por importunar sexualmente estagiária
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Tribunal do Júri de Palmas condena a 27 anos e 9 meses de prisão homem que matou mulher por discordância com obra em terreno vizinho
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão
Homem que matou duas pessoas em Cafezal do Sul após eleições de 2022 é condenado pelo Tribunal do Júri a 51 anos de prisão

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais