CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Júlia Soares leva ouro em tradicional evento de ginástica na Alemanha
© Foto divulgação

Júlia Soares leva ouro em tradicional evento de ginástica na Alemanha

A brasileira Júlia Soares conquistou, neste domingo (19), a medalha de ouro no DTB-Pokal, tradicional evento de ginástica artística, realizado em Sttutgart (Alemanha). A paranaense de 17 anos venceu......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Júlia Soares leva ouro em tradicional evento de ginástica na Alemanha
© Foto divulgação

A brasileira Júlia Soares conquistou, neste domingo (19), a medalha de ouro no DTB-Pokal, tradicional evento de ginástica artística, realizado em Sttutgart (Alemanha). A paranaense de 17 anos venceu a disputa do solo, com nota 13.300, apresentando-se com uma música do desenho animado Aladdin e acertando as quatro acrobacias que realizou.

Julinha teve a mesma pontuação da norte-americana Joscelyn Roberson, mas terminou à frente por ter uma nota de execução (8.000 a 7.700) melhor. O terceiro lugar ficou com a canadense Aurelie Tran (12.833). A brasileira também chegou à final da trave, acabando na quarta posição, com 12.633 pontos. O pódio foi composto pela alemã Jessica Schlegel (13,433), a belga Maellyse Brassart (13.133) e a francesa Léa Franceries (12,733).

Entre os homens, Yuri Guimarães foi medalhista de prata no salto. Com média 14.416 após duas tentativas, o brasileiro ficou atrás somente do britânico Harry Hepworth (14.866). O turco Adem Asil, com 13.866, foi o terceiro colocado e completou o pódio. Na decisão do solo, o paulista foi o sexto, com 13.066 pontos.

O torneio de Stuttgart serviu como treinamento para o Campeonato Mundial deste ano, entre 30 de setembro e 8 de outubro, em Antuérpia (Bélgica). A competição valerá vagas para a Olimpíada de Paris (França), no ano que vem. A delegação que disputou o DTB-Pokal não contou com os principais nomes do país na ginástica artística, mas foi composta por jovens revelações da modalidade.

“É uma competição de início de temporada na qual começamos a preparar os ginastas para os eventos do ano, principalmente eventos em equipe. É uma competição forte, de nível técnico alto, sempre com muitos ginastas que se destacam mundialmente”, afirmou o técnico da seleção, Cristiano Albino, à Confederação Brasileira de Ginástica (CBG).

Bronze na ginástica rítmica

No sábado (18), a seleção brasileira de conjunto obteve uma inédita medalha de bronze na prova geral da etapa de Atenas (Grécia) da Copa do Mundo de ginástica rítmica – a disputa é que vale medalha na Olimpíada. O país já havia subido ao pódio em edições anteriores do evento, em 2013 e no ano passado, mas nunca no geral.

A equipe formada por Giovana Silva, Maria Eduarda Arakaki, Nicole Pírcio, Sofia Madeira e Victória Borges totalizou 63.850 pontos, com nota 35.000 na apresentação de cinco arcos, na sexta-feira (17), e 28.850 na série mista (duas bolas e três fitas). Foi a primeira vez que uma seleção fora da Europa e da Ásia conquistou uma medalha no geral em uma etapa de Copa do Mundo. A seleção de Israel (65.450 pontos) ficou com o ouro e a da Bulgária (64.700) levou a prata.

“Logo depois da nossa apresentação nos arcos, todos os outros times começaram a nos observar. Estão de olho na gente agora. Acho que esta é uma vitória de muitas entidades, de muita gente. Tivemos alguns problemas para formar esta equipe, mas conseguimos superá-los, porque temos 12 ginastas treinando lá em Aracaju”, celebrou a técnica Camila Ferezin, ao site da CBG.

Fonte: Agência Brasil

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais