CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Web Summit Rio deve injetar R$ 1,2 na economia carioca 
© Beth Santos/Prefeitura RJ

Web Summit Rio deve injetar R$ 1,2 na economia carioca 

O Rio de Janeiro receberá pela primeira vez, em maio próximo, o Web Summit, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, que deve injetar na economia carioca......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a Web Summit Rio deve injetar R$ 1,2 na economia carioca 
© Beth Santos/Prefeitura RJ

O Rio de Janeiro receberá pela primeira vez, em maio próximo, o Web Summit, um dos maiores eventos de tecnologia do mundo, que deve injetar na economia carioca cerca de R$ 1,2 bilhão, nos próximos seis anos. A estimativa é de relatório elaborado pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Simplificação, em parceria com a agência de promoção e atração de investimentos da prefeitura (Invest.Rio).

“Quanto mais a gente transforma conhecimento, que o Rio tem de sobra, com universidades e pessoas empreendendo, mais o Rio vai prosperar com sustentabilidade”. Bulhões disse que o papel do governo municipal é dar igualdade de oportunidades, para que mais pessoas sejam alcançadas por essa agenda, que promete ser transformadora para a cidade, fazendo dela a capital da tecnologia e inovação da América Latina.

O secretário disse que o legado esperado do evento é sempre de médio e longo prazo. “É um caminho estruturado que se inicia e que o Rio se reposiciona para ser o grande centro das discussões de economia verde e de inovação e tecnologia”.

Potencialidade

O relatório Potenciais Impactos Econômicos do Web Summit Rio estima que as seis edições que ocorrem no Rio de Janeiro, até 2028, têm potencial de atrair mais de 800 mil pessoas, sendo 15 mil por dia somente em 2023.

Além disso, vai fortalecer o turismo no mês de maio, arrecadando quase R$ 100 milhões por ano com o Imposto sobre Serviços (ISS) do turismo. Com outras iniciativas da prefeitura que envolvem inovação e tecnologia, a arrecadação do imposto no município deve aumentar em até R$ 1 bilhão nos próximos seis anos.

Em relação ao impacto direto na economia, durante o período de permanência dos turistas (estrangeiros e nacionais) no Rio, e dos gastos dos cariocas, a projeção é de entrada de R$ 66,9 milhões em 2023, considerando a permanência média dos turistas estrangeiros de 6 a 8 dias, de turistas nacionais de 5,8 dias e três dias de gastos dos moradores da cidade. Em 2028, o  impacto deve alcançar R$ 312,4 milhões.

De acordo com o estudo, os turistas brasileiros deverão movimentar a economia com R$ 595,2 milhões, correspondendo a 50,3% do impacto total. Em seguida, vêm os turistas estrangeiros, com impacto de R$ 425 milhões (35,9%) e, por fim, os cariocas e profissionais que vão trabalhar no evento, com praticamente o mesmo peso (R$ 162,3 milhões, ou 13,7%).

A hotelaria será o setor mais beneficiado, com estimativa de impacto de R$ 34,6 milhões na primeira edição do Web Summit Rio, este ano, até chegar a R$ 161,3 milhões, em 2028, o que equivale a quase 50% dos gastos, estimados em R$ 610,6 milhões. O segundo setor a ser beneficiado é o de alimentação, incluindo bares e restaurantes, com impacto direto de R$ 13,2 milhões este ano, atingindo R$ 61,8 milhões na sexta edição, em 2028, ou o correspondente a R$ 234,1 milhões nas seis edições, com peso de 19,8% do total.

Arrecadação

O presidente da Invest.Rio, Alexandre Vermeulen, afirmou que a vinda do Web Summit para o Rio de Janeiro permitirá reunir todo o networking (rede de pessoas conectadas por interesses profissionais) e a comunidade de inovação em um único lugar. “Isso é fundamental, porque todo mundo junto consegue unir as forças, dialogar. Assim, conseguimos realmente realizar uma inovação aberta, com muita criatividade, tecnologia, resultando na inovação que o Web Summit proporciona”, afirmou Vermeulen.

O mês de maio é, tradicionalmente, o terceiro com menor movimento em todo o ano, em termos de arrecadação do imposto de turismo (7,9%). Com o Web Summit Rio, a expectativa é que o evento provoque um impacto adicional de 20% na economia do turismo carioca, chegando a R$ 97 milhões em seis anos.

A arrecadação do imposto de tecnologia, definido como de serviços de informática e congêneres, tem importante peso na arrecadação municipal, representando em torno de 9% do total. Considerando as seis edições do Web Summit Rio e todos os projetos de inovação que a prefeitura vem desenvolvendo, a expectativa é alavancar em cerca de R$ 973 milhões, o que elevará para R$ 3,6 bilhões a arrecadação do setor. 

Fonte: Agência Brasil

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais