CGN
Governo destina R$ 1 milhão para internacionalização das universidades estaduais
-Foto: SETI

Governo destina R$ 1 milhão para internacionalização das universidades estaduais

O aporte foi anunciado durante encontro online das equipes de internacionalização das universidades, promovido nesta semana pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti).......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Governo destina R$ 1 milhão para internacionalização das universidades estaduais
-Foto: SETI

O Governo do Estado lançou uma chamada pública para fortalecer e ampliar as ações de internacionalização das universidades estaduais do Paraná. A iniciativa envolve recursos da ordem de R$ 1 milhão para o custeio de mobilidade acadêmica e participação de estudantes, professores e pesquisadores em eventos e visitas técnicas no Exterior, a fim de contribuir com o processo de internacionalização curricular das instituições. O prazo para o envio de propostas segue até 23 de janeiro e o resultado será divulgado a partir de 13 de fevereiro.

O aporte foi anunciado durante encontro online das equipes de internacionalização das universidades, promovido nesta semana pela Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Seti). O montante será distribuído entre as sete instituições, com base na quantidade de programas de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado), conforme dados da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), vinculada ao Ministério da Educação (MEC).

O superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, reforça o compromisso governamental para fortalecer a educação paranaense. “É fundamental que as instituições articulem relações de cooperação internacional para verticalizar, cada vez mais, o sistema de ciência e tecnologia, com impacto positivo na qualificação das universidades e dos programas de pós-graduação”, afirma.

Segundo o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (FA), Luiz Márcio Spinosa, a troca de experiências com instituições de outros países favorece a pesquisa científica. “A internacionalização ocupa um espaço muito importante na produção científica e tecnológica, e ultrapassa as fronteiras do conhecimento, validando as iniciativas de intercâmbio”, destaca.


ÁREAS – As propostas devem estar alinhadas aos ecossistemas de inovação e áreas prioritárias definidas pelo Conselho Paranaense de Ciência e Tecnologia (CCT Paraná): agricultura e agronegócio; biotecnologia e saúde; energias inteligentes; cidades inteligentes; e educação, sociedade e economia; considerando, ainda, aspectos relacionados ao desenvolvimento sustentável e à transformação digital.

A chamada pública também contempla os eixos temáticos de inovação e competitividade nas áreas relativas aos Novos Arranjos de Pesquisa e Inovação (NAPIs), que vêm sendo organizados pela Fundação Araucária.

IDIOMAS – Somente em 2022, mais de mil alunos das sete universidades estaduais participaram do Paraná Fala Idiomas (PFI), programa que oferta cursos de capacitação e qualificação em inglês e francês para estudantes, professores e pesquisadores interessados em mobilidade internacional. No próximo ano será incluído o curso de espanhol.

EVENTO – A Semana de Internacionalização do Sistema Estadual de Ensino Superior do Paraná reúne os representantes dos escritórios de internacionalização das universidades, para discutir o processo de modernização, inovação e inserção acadêmica internacional. O intuito é fortalecer e ampliar a integração institucional para inserir estudantes e professores pesquisadores na comunidade científica global.

Na abertura do encontro, a professora Kyria Rebeca Finardi, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), ministrou palestra sobre as oportunidades e os desafios da internacionalização do ensino superior no Brasil. Já o encerramento, previsto para esta quinta-feira (08), às 17h30, contará com apresentação de representantes do Consulado Geral dos Estados Unidos em São Paulo: Gerry Kaufman, chefe da Seção Cultural; e Marcos Hirata, assessor de Cultura e Educação.

Fonte: AEN

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais