CGN

BTS: gravadora pede para que fãs não lotem local de alistamento militar de Jin

A gravadora da banda, a Bighit Music, emitiu nota em que pedia aos fãs que não comparecessem ao local em que Jin deverá se apresentar ao...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

Cantor da boy band BTS, Jin completou 30 anos no último domingo, 4, e, conforme a lei da Coreia do Sul, deve se apresentar ao exército nos próximos dias. De acordo com o jornal local Aju Business Daily, o astro do K-Pop vai se alistar no serviço militar na próxima terça-feira, 13.

A gravadora da banda, a Bighit Music, emitiu nota em que pedia aos fãs que não comparecessem ao local em que Jin deverá se apresentar ao exército. “Nós não iremos realizar nenhum tipo de evento oficial no dia do recrutamento. A cerimônia é reservada somente aos militares e aos familiares de Jin”, escreveu.

A Bighit ainda pediu que os fãs continuassem dando apoio ao cantor e informou que permanecerá ao lado do astro e de seus colegas de banda. “Nossa companhia vai se manter ao lado de Jin, provendo todo o suporte necessário para ele durante este período”, afirmou a empresa.

Sem BTS até 2025

Em outubro deste ano, a Bighit já havia sinalizado que a BTS teria o trabalho suspenso neste ano por conta da lei de alistamento militar. Segundo nota emitida à época, a boy band deve retomar os shows e as gravações somente em 2025.

A lei da Coreia do Sul exige que todo homem sirva no exército por um período que pode variar entre 18 meses e 22 meses. Em 2019, o parlamento do país permitiu que o serviço militar seja cumprido até os 30 anos.

A flexibilização ficou conhecida como Lei do BTS, já que foi resultado de uma mobilização que tinha por objetivo livrar os cantores do alistamento. Eles receberam apoio até de um ex-ministro da Cultura, que argumentou que o trabalho deles fortalece a imagem da Coreia do Sul no mundo.

Jin é o mais velho da banda e, por isso, será o primeiro a cumprir com a obrigação legal. Ainda não há previsão de quando os outros se apresentarão ao exército do país.

A Bighit, por sua vez, declarou em nota que vai trabalhar com projetos individuais de cada integrante da banda. “Apoiamos e encorajamos nossos artistas. Somos gratos ao tempo que cada um deles têm para explorar seus interesses, antes de cumprir seu dever servindo ao país”.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais