CGN
Curitiba – Curitiba projeta investir R$ 841 milhões em sustentabilidade socioambiental
Na 16ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (Consead) do Ippuc, realizada na manhã desta quarta-feira (7/12), na sede do instituto, foram avaliados novos investimentos e apresentados os projetos em andamento. Foto: Divulgação/IPPUC

Curitiba – Curitiba projeta investir R$ 841 milhões em sustentabilidade socioambiental

“Cumprimos com êxito um trabalho árduo de tocar ao mesmo tempo três programas com financiamentos externos. Isso nos credencia para pleitear mais suporte para que......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Curitiba – Curitiba projeta investir R$ 841 milhões em sustentabilidade socioambiental
Na 16ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (Consead) do Ippuc, realizada na manhã desta quarta-feira (7/12), na sede do instituto, foram avaliados novos investimentos e apresentados os projetos em andamento. Foto: Divulgação/IPPUC

Curitiba está encaminhando a contratação de um novo financiamento, de R$ 841 milhões, junto à Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD), para a viabilização de um programa de adaptação às mudanças climáticas e de aperfeiçoamento de políticas públicas de caráter social.

“Cumprimos com êxito um trabalho árduo de tocar ao mesmo tempo três programas com financiamentos externos. Isso nos credencia para pleitear mais suporte para que Curitiba tenha um importante legado de projetos estruturantes que garanta o equilíbrio social e ambiental e o desenvolvimento sustentável da nossa cidade”, afirma o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Luiz Fernando Jamur.


A afirmação de Jamur se deu na reunião 16ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (Consead) do Ippuc, realizada nesta quarta-feira (7/12), na sede do instituto. Na ocasião, foram apresentados os projetos em andamento e as ações de rotina sob a responsabilidade das diretorias de Planejamento, Implantação, Informações, Projetos e Administrativo-financeiro e da Unidade Técnico Administrativa (Utag) do Ippuc.

Novos projetos

A nova carteira de crédito, ainda em fase de estudo entre o município e a AFD, tem foco em três componentes: promoção da segurança hídrica, manejo de águas pluviais a partir de conceitos de drenagem urbanas e soluções baseadas na natureza, campanhas de educação ambiental e de mudança de comportamento relacionada ao clima e a questões de gênero.

Na somatória de recursos estão previstos investimentos de R$ 400 milhões para a recuperação ambiental da Bacia do Rio Belém com obras de contenção de cheias, urbanização, paisagismo e implantação de parques lineares, outros R$ 200 milhões para a recuperação da Área de Proteção Ambiental (APA) do Belém, relocação de famílias de áreas de risco, recomposição de áreas verdes e ações de urbanização; mais R$ 6 milhões em projetos técnicos vinculados à Bacia do Belém e outros R$ 10 milhões para a Revisão do Plano Diretor de Drenagem Urbana de Curitiba.

Para a segurança hídrica ainda estão previstos aportes de R$ 200 milhões em obras e parques lineares e R$ 5 milhões em projetos técnicos e comporão o Programa da Reserva Hídrica do Futuro.

Para a estruturação de espaços para educação climática nos parques da cidade o investimento estimado é de R$ 10 milhões.

A promoção e fortalecimento da política de gênero na cidade de Curitiba envolve investimentos da ordem de R$ 10 milhões em estudos, pesquisas, elaboração de banco de dados, diagnóstico, avaliação, monitoramento, orçamento para gênero, além da implantação de sistemas de informação e a disseminação de ações para ampliar defesa de direitos; para o desenvolvimento do protagonismo e autonomia e para o enfrentamento às violências de gênero.

Financiamentos em curso

A Agência Francesa já tem em andamento o financiamento do Projeto de Gestão de Risco Climático Bairro Novo do Caximba que soma € 47,6 milhões (Euros) dos quais € 38,1 milhões da AFD e € 9,5 milhões em contrapartidas do município. Para a área de mobilidade, Curitiba tem US$ 106, 7 milhões financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com US$ 26,7 milhões do município para o Inter 2 e outros US$ 75 milhões do New Development Bank (NDB) e US$ 18,75 milhões em contrapartidas da Prefeitura para o Corredor Leste-Oeste.

Consead

Nesta 16ª reunião ordinária do Consead, os balanços e avaliações de atividades foram apresentados pelos diretores do Ippuc, Elvira Wos, Administrativa-Financeira; Liana Vallicelli, de Informações; Célia Bim, de Projetos; Suely Hass, de Planejamento e Carlos Barros, de Implantação, o assessor da presidência, Ricardo Bindo e o coordenador da Utag, Paulo Socher.

Também participaram presencialmente o vereador Mauro Bobato, representante da Câmara Municipal de Curitiba no Conselho e como representantes das demais secretarias e órgãos municipais o superintendente da Secretaria Municipal do Urbanismo (SMU), José Luiz de Mello Filippetto; a superintendente da Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Orçamento (SMF), Daniele Regina dos Santos; o diretor de Transportes da Urbs, Aldemar Martins Neto; Tatielly Leticia Sloboda Tozo, da Fundação de Ação Social (FAS) e Viviane Redondo Machado, da Procuradoria Geral do Município (PGM). Acompanharam a reunião de forma virtual, o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Rodrigues; o secretário Municipal da Administração e Gestão de Pessoas (SMAP), Alexandre Jarschel de Oliveira, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), Denise Mitiko Murata,e da Cohab Curitiba, Melissa e Athayde Cunha Kesikowski.

Instituído por decreto municipal, o Conselho Administrativo do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba tem mandato de dois anos com direito à recondução. Tem na presidência o prefeito Rafael Greca e como suplente, o presidente do Ippuc, Luiz Fernando Jamur.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais