CGN
PL 493/22 que transforma a Copel em corporação e é visto como privatização foi aprovado em 1ª votação

PL 493/22 que transforma a Copel em corporação e é visto como privatização foi aprovado em 1ª votação

Estiveram presentes na sessão, além dos Deputados, servidores da Copel e membros do sindicato que ocuparam as galerias da Assembleia, sendo que não foi permitida a...

Publicado em

Por Isabella Chiaradia

Publicidade
PL 493/22 que transforma a Copel em corporação e é visto como privatização foi aprovado em 1ª votação

Na tarde desta quarta-feira (23) os Deputados Estaduais votaram na Assembleia Legislativa do Paraná o Projeto de Lei nº 493/22, de autoria do Governador Estadual Ratinho Jr, que busca transformar a Copel em uma corporação com a venda parcial das ações e, por consequência, diminuição do controle do Estado sobre a Companhia Paranaense de Energia.

Estiveram presentes na sessão, além dos Deputados, servidores da Copel e membros do sindicato que ocuparam as galerias da Assembleia, sendo que não foi permitida a entrada de todos os manifestantes.

Após as falas dos legisladores, o Projeto foi aprovado, por 38 votos favoráveis contra 14 que votaram pela não aprovação.

Diante deste resultado, uma grande confusão foi instaurada na Assembleia em razão do descontentamento da oposição e dos que estavam presentes na galeria, gerando a suspensão da sessão.

Veja como foi a votação:

Favoráveis: Adelino Ribeiro, Alexandre Amaro, Alexandre Curi, Anibelli Neto, Artagão Junior, Bazana, Boca Aberta Junior, Cantora Mara Lima, Cobra Reporter, Del. Fernando Martins, Del. Jacovos, Douglas Fabricio, Dr. Batista, Elio Rusch, Francisco Buhrer, Galo, Gilberto Ribeiro, Gilson de Souza, Guto Silva, Homero Marchese, Jonas Guimarães, Luiz Carlos Martins, Luiz Fernando Guerra, Marcel Michelletto, Marcio Nunes, Mauro Moraes, Natan Sperafico, Nelson Justus, Nelson Luersen, Paulo Litro, Plauto Miró, Reichembach, Ricardo Arruda, Rodrigo Estacho, Soldado Adriano José, Soldado Fruet, Tiago Amaral, Tião Medeiros.

Contrários: Arilson Chiorato, Coronel Lee, Cristina Silvestri, Evandro Araújo, Goura, Luiz Claudio Romanalli, Mabel Canto, Marcio Pacheco, Michelle Caputo, Professor Lemos, Requião Filho, Tadeu Veneri, Tercílio Turini, Luciana Rafagnin.

Este projeto chegou para votação em regime de urgência e pretendia mudar o capital da Copel de aberto para disperso, de forma que o Estado deixaria de ser o acionista controlador e está sendo visto como uma forma de privatização da empresa.

Os Deputados reclamaram que tiveram pouco tempo para analisar e discutir o Projeto, que foi apresentado em meio a um ‘pacotaço’ de projetos na segunda-feira (21) pelo Poder Executivo.

Na quinta-feira (24) haverá a segunda votação, seguida da redação final do projeto.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais