CGN
Decretada prisão preventiva de suposto pai de santo que estuprou adolescente
Imagem: Divulgação

Decretada prisão preventiva de suposto pai de santo que estuprou adolescente

O caso aconteceu entre a noite de segunda-feira (21) e a madrugada de terça-feira (22), no Bairro Almeida Lima, região do Jardim Zé Pereira, em Campo...

Publicado em

Por Diego Cavalcante

Publicidade
Decretada prisão preventiva de suposto pai de santo que estuprou adolescente
Imagem: Divulgação

Suposto pai de santo, de 63 anos, que não teve o nome divulgado, que estuprou uma adolescente de 15 anos durante uma sessão individual teve a prisão preventiva decretada pela justiça nesta quarta-feira (23), após audiência de custódia.

O caso aconteceu entre a noite de segunda-feira (21) e a madrugada de terça-feira (22), no Bairro Almeida Lima, região do Jardim Zé Pereira, em Campo Grande. O autor foi preso em flagrante.

A polícia foi acionada pela mãe da vítima e contou que o autor teria aberto o short da menina e em seguida tocou em suas partes intimas. Em seguida, o homem tirou a roupa e forçou a menina a masturbá-lo, ejaculando na mão da adolescente.

A menina então saiu do local assustada e contou tudo o que aconteceu para a mãe que foi confrontar o autor, momento em que ele disse não se lembrar de nada pois “estava incorporado”.

Durante o depoimento, o idoso que é pintor de construção, contou que atua como Pai de Santo e que foi incorporado por entidade, ele disse ainda que a adolescente reclamou de dores nos ombros e nas pernas, por isso deu início à sessão que consiste na transferência de energia.

Ele afirmou ainda que tocar nas partes do corpo da pessoa que está em sessão é um processo comum, no entanto, alegou que não se lembra de ter ejaculado, tocado na vítima e nem ter sido masturbado por ela.

O idoso passou por audiência de custódia nesta quarta e teve então a prisão preventiva decretada. O caso é investigado pela DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) e há suspeita de que o autor tenha abusado de outras vítimas.

Fonte: Campo Grande News

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais