CGN

‘Amantes’, a trágica história de relacionamentos tóxicos

“A história me chegou por meio de Jacques Fieschi, que tem sido meu roteirista. O próximo filme vou fazer com outro, mas Jacques talvez me conheça...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

LUIZ CARLOS MERTEN
ESPECIAL PARA O ESTADÃO
Atriz em quase 100 filmes, incluindo um clássico de Alain Resnais – Meu Tio da América -, Nicole Garcia virou diretora em 1986 e, desde então, já realizou 11 filmes. Amantes situa-se na vertente de Um Instante de Amor/Mal de Pierres, de 2016. Nicole ama as histórias de amor. Recapitulando – Marion Cotillard vai fazer um tratamento. Casou-se sem amor, mas o marido a idolatra. Ela se enamora de um enfermo, Louis Garrel. Vive o que lhe parece a noite mais intensa de sua vida. Realidade, ou imaginação? O amor tóxico – Nicole conversa por telefone, de Paris, com a reportagem do Estadão, sobre seu novo longa. Amantes encontra-se em cartaz nos cinemas.

“A história me chegou por meio de Jacques Fieschi, que tem sido meu roteirista. O próximo filme vou fazer com outro, mas Jacques talvez me conheça melhor do que eu mesma. Propôs-me essa história que sabia que ia me estimular.” Stacy Martin, a atriz de Lars Von Trier em Ninfomaníaca, 1 e 2, é amante de Pierre Niney. Ele é traficante, um cliente morre de overdose. Depois de apagar os vestígios – inclusive da presença de Stacy na casa -, ele some no mundo.

O filme divide-se em três partes. A primeira, em Paris, é sobre Stacy e Niney. Quando ele some, Benoît Magimel surge na vida dela. É rico, casam-se.
A parte 2 chama-se Oceano Índico. Stacy e Magimel viajam para Madagáscar, para adotar uma criança. Vão parar num hotel de luxo, onde ela reencontra Niney. Retomam a ligação. A parte 3 é em Genebra. Magimel descobre a traição. O desfecho do triângulo é trágico. Nicole e o amor – “Antes mesmo do roteiro, bastou Jacques me contar a história para que eu embarcasse com ele. Em Um Instante de Amor, havia um elemento sobrenatural. Aqui, o romance cede espaço ao thriller. Foi um filme que gostei muito de fazer. Filmamos, por facilidade de produção, na ordem. Paris, Oceano Índico, Suíça.”

Para tristeza de Nicole, o filme estreou no primeiro relaxamento da pandemia. “As pessoas ainda não haviam retomado o hábito de ir ao cinema, foi a menor bilheteria de um filme meu. Vamos relançá-lo nas salas, espero que agora funcione. Eu me frustro se o público não corresponder.”

TRIO

Nicole só tem elogios para seu elenco. “Stacy já havia mostrado sua intensidade e falta de pudor com Lars. Benoît (Magimel) é um touro no filme. Impressiona-me sua força física. Pierre (Niney) tem pegada nas cenas de sexo, mas ele entendeu que seu personagem é o motor trágico de Amantes. Gostei demais de trabalhar com o trio”, acrescenta a diretora.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais