CGN

Brasil registra 69 mortes por covid-19 e média móvel fica em 67 óbitos

O País também registrou 69 novas mortes pelo coronavírus nas últimas 24 horas. A média diária de óbitos na última semana é de 67....

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

O Brasil notificou 7.784 novos casos da covid-19 nesta quinta-feira, 22. A média móvel de testes positivos, que elimina distorções entre dias úteis e fim de semana, ficou em 6.991, o que representa uma queda de 14% em relação à última semana.

O País também registrou 69 novas mortes pelo coronavírus nas últimas 24 horas. A média diária de óbitos na última semana é de 67.

No total, o Brasil tem 685.725 vítimas e 34.659.526 casos diagnosticados da doença.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h. Segundo os números do governo, mais de 33,6 milhões de pessoas se recuperaram da doença desde o início da pandemia.

O balanço de óbitos e casos é resultado da parceria entre os seis meios de comunicação que passaram a trabalhar, desde 8 de junho de 2020, de forma colaborativa para reunir as informações necessárias nos 26 Estados e no Distrito Federal. A iniciativa inédita é uma resposta à decisão do governo Bolsonaro de restringir o acesso a dados sobre a pandemia, mas foi mantida após os registros governamentais continuarem a ser divulgados.

Vacinados

O número de pessoas vacinadas com ao menos uma dose contra a covid-19 no Brasil chegou a 181.128.621, o equivalente a 84,31% da população total. Outros 12.100 brasileiros receberam a primeira aplicação do imunizantes nas últimas 24 horas.

Do total, 170,5 milhões completaram o esquema vacinal primário (duas doses ou vacina da Janssen), o que representa 79,41% da população total.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais