CGN
Guardas municipais passam por treinamento para manusear carabina ponto 40

Guardas municipais passam por treinamento para manusear carabina ponto 40

Vinte armas foram repassadas pelo Depen à Guarda Municipal que passou pela capacitação feita por policiais federais penais...

Publicado em

Por Fábio Donegá

Publicidade

Durante três dias, guardas municipais de Cascavel participaram de um  curso de capacitação para o manejo de carabina Taurus/Famae CT40, calibre  ponto 40. O curso foi ministrado por policiais penais federais, professores de armamento e tiro especializados e é fruto de um termo de cooperação entre o Ministério da Justiça e a Prefeitura de Cascavel, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

 “A diretora-geral do Depen assinou um convênio com o Município, no final de 2021, e há algum tempo tem sido feitas, inclusive, a  doação de armamentos além das capacitações. Recentemente, foram repassadas carabinas  ponto 40 à GM pelo Depen, via Sistema  Penitenciário Federal”, explicou o instrutor e policial federal penal, Samuel Felipe Maia.

 Foram 20 horas de treinamentos intensivos. Agora, os guardas municipais estão habilitados a usar o armamento. “É interessante que a GM detenha uma arma longa para auxiliar nas operações, aumentando significativamente a sensação de segurança por parte da população, por ter um armamento de qualidade e um operador bem qualificado e capacitado para atuar na cidade”, explicou Maia.

Para o guarda municipal  Walter Pagliosa, apesar de o foco da corporação ser a segurança comunitária, é importante estar preparado. “Este é um armamento mais específico, que já vem com munição ponto 40 que a Guarda Municipal vem adotando agora para o combate a criminalidade em Cascavel. A GM trabalha como uma guarda cidadã, mas precisamos estar preparados. O prefeito Paranhos declarou guerra contra a criminalidade e, nós também estamos  nos aperfeiçoando para conseguir alcançar esse objetivo que é do próprio Paço Municipal”.

 Diego Belém Rodrigues de Holanda, policial penal federal e servidor de apoio logístico do Núcleo de Ensino e Operações da Penitenciária Federal de Catanduvas destacou a importância do curso, que  é obrigatório. “Como é um armamento, novo doado pelo Departamento Penitenciário Nacional, por intermédio do Sistema Penitenciário Federal e seguindo os trâmites da portaria interministerial 4226, todo armamento novo tem que ter habilitação. Estamos colocando em prática esta parceria  entre  a Penitenciária Federal de Catanduvas e a Prefeitura de Cascavel em cooperação e harmonia entre as forças de segurança”.

Armas doadas

Foram doadas pelo Ministério da Justiça, através do Departamento Penitenciário Nacional, 20 carabinas Taurus, calibre ponto 40. De acordo com o instrutor cada equipamento custa em torno de R$ 14 mil.

 ”Já o treinamento feito através de parceria e a custo zero para o Município custa em torno de R$ 40 mil. Nosso objetivo com esta cooperação é ajudar essa força co-irmã, com a capacitação de seus membros, e manter a interação das forças de segurança pública sempre atuando em conjunto e parcerias para manter próximos os órgãos de segurança pública do Estado”, concluiu.

 “Este curso é de suma importância  para nós, tendo em vista que a gente precisa de mais conhecimento e quanto mais conhecimento a gente tem, melhor para a população”, observou a guarda municipal Clemair Sturzbecher.

Fotos: Silvia Soluszynski

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais