CGN

Presidente do Fortaleza protesta contra o VAR: ‘Inventaram um pênalti ridículo’

“Em Fortaleza teve o gol do Romero, de empate, e foi muito duvidoso aquele impedimento. Mas ok, contra a gente. Viemos para cá, a gente faz...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

Indignação é a palavra que define o sentimento do Fortaleza após a eliminação na Copa do Brasil com empate por 2 a 2 diante do Fluminense, no Maracanã. Quando o time vencia por 2 a 0, já no segundo tempo, uma penalidade marcada pelo VAR causou revolta no grupo e o presidente Marcelo Vaz fez um pronunciamento transtornado com o erro no lance. Ganso cobrou a penalidade anotada por Wilton Pereira Sampaio atendendo a recomendação do árbitro de vídeo sem ir ao monitor.

“Em Fortaleza teve o gol do Romero, de empate, e foi muito duvidoso aquele impedimento. Mas ok, contra a gente. Viemos para cá, a gente faz 2 a 0 e inventam um pênalti de forma ridícula. Acho que nunca vi um pênalti tão absurdo marcado pelo VAR, que para a imagem, que olha com calma”, detonou Marcelo Paz. “Todo mundo que acompanha futebol está comentando. É uma vergonha o que aconteceu aqui no Maracanã.”

O lance em questão ocorreu aos 15 minutos do segundo tempo, em falta de Hércules em Matheus Martins. O atacante sofre o contato fora da área e Wilton Pereira Sampaio anota a falta, acertadamente. Mas o VAR avisa pelo fone que foi pênalti. Sem ir à cabide verificar o lance, o árbitro aceita a recomendação e muda a marcação para penalidade.

“A Comissão de Arbitragem precisa rever isso. Isso está acabando com o espetáculo do futebol brasileiro. Dá uma desilusão no torcedor, nos jogadores que estão putos ali no vestiário, no patrocinador que se desestimula por erros inaceitáveis. O que justifica o cara dar um pênalti daquele que o árbitro não deu em campo?”, questionou. “E depois o segundo gol do Fluminense com impedimento extremamente duvidoso. Três lances contra o Fortaleza nesse confronto, todos com erro ou possibilidade grande de erro. E como fica, o dinheiro da passagem de fase (R$ 8 milhões) que não vem, os pontos no ranking da CBF, a sequência, a moral? É um absurdo o que tem acontecido no futebol brasileiro no tocante arbitragem. Onde isso vai parar?”

Marcelo Paz aproveitou para cutucar Wilton Pereira Sampaio. “A gente sai de cabeça erguida, mas muito chateado, decepcionado com o nível da arbitragem brasileira. E olha que o árbitro de hoje vai para a Copa do Mundo.”

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais