CGN

Em reunião do G7, Kuleba pressiona por embargo ao petróleo russo e adesão à UE

Além disso, Kuleba se disse grato pela proposta de Borrell de fornecer apoio adicional da UE no valor de 500 milhões de euros para fortalecer a...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, participou nesta sexta-feira, 3, da reunião do G7 na Alemanha como convidado, ocasião na qual realizou uma série de reuniões bilaterais com contrapartes. Em seu Twitter, o ucraniano afirmou que durante seu encontro com o Alto Representante da União Europeia, Josep Borrell, disse ao diplomata que sobre o sexto pacote de sanções do bloco, “a posição da Ucrânia permanece clara: deve incluir um embargo de petróleo à Rússia”.

Além disso, Kuleba se disse grato pela proposta de Borrell de fornecer apoio adicional da UE no valor de 500 milhões de euros para fortalecer a defesa da Ucrânia. Já com os representantes da França e da Itália, o ministro pediu ainda apoio à adesão da Ucrânia à UE.

Com o ministro das Relações Exteriores do Japão, Yoshimasa Hayashi, Kuleba se disse grato pelo forte apoio do país à Ucrânia e sua decisão de introduzir um embargo ao petróleo russo “para desfinanciar a máquina de guerra russa”.

O ministro afirmou ainda que pediu ao G7 para que confiscasse os ativos soberanos russos e os entregasse à Ucrânia para reconstruir nosso país. “A Rússia deve pagar. Politicamente, economicamente e financeiramente. Aprecio a reação positiva dos países do G7 ao nosso pedido”, disse.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais