CGN
“Polo virou carro pra gay”, “Esse Polo queima o radiador”; dizem homofóbicos sobre campanha da Volkswagen

“Polo virou carro pra gay”, “Esse Polo queima o radiador”; dizem homofóbicos sobre campanha da Volkswagen

“Sabe o que evoluiu junto com você? O Polo. O que já era bom ficou ainda melhor, com muito mais segurança e tecnologia. Você acessa seu...

Publicado em

Por Deyvid Alan

Publicidade
“Polo virou carro pra gay”, “Esse Polo queima o radiador”; dizem homofóbicos sobre campanha da Volkswagen

Diversos comentários homofóbicos foram percebidos depois da Volkswagen apresentar um casal gay em sua nova campanha publicitária para o veículo Polo.

“Sabe o que evoluiu junto com você? O Polo. O que já era bom ficou ainda melhor, com muito mais segurança e tecnologia. Você acessa seu veículo sem o uso de chaves, aproveita a transmissão automática de 6 velocidades e se conecta com tudo pelo VW Play”, publicou a Volkswagen no feed do Instagram.

O post que faz alusão à luta LGBTQIA+ gerou alvoroço e, em boa parte dos comentários, mensagens discriminatórias. Muitos seguidores acusam a Volkswagen de desviar o foco do produto por meio de um “marketing sujo”, apenas porque a campanha traz dois homens, olhando um para o outro, em frente a um veículo da marca.

Alguns preconceituosos de sexualidade frágil, anunciaram que, por conta da campanha, estão colocando o carro Polo à venda.

Entre os comentários preconceituosos estavam: “Esse Polo queima o radiador”, “Meu Deus, até um carro eles querem tornar LGBT. Agora o Polo virou um carro gay!”, “Tiraram o câmbio manual e enfiaram aonde?”, ironizou outra pessoa, tecendo críticas preconceituosas à escolha de publicidade.

Apesar da homofobia e ódio destilados nos comentários, o post também recebeu apoio de quem celebra a diversidade. Muitos usuários deixaram mensagens positivas e comemoraram a iniciativa da Volkswagen, enquanto outros comentaram com emojis de coração e bandeiras de arco-íris – o símbolo da representatividade LGBTQIA+.

Homofobia é crime

A homofobia é crime previsto por lei. Ele entra na lei do racismo, já existente há 30 anos e, com isso, as punições são semelhantes. O STF (Supremo Tribunal Federal) criminalizou a homofobia em junho de 2019.

Veja o que é considerado crime:

  • “Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito” em razão da orientação sexual da pessoa poderá ser considerado crime;
  • A pena será de um a três anos, além de multa;
  • Se houver divulgação ampla de ato homofóbico em meios de comunicação, como publicação em rede social, a pena será de dois a cinco anos, além de multa;
  • A aplicação da pena de racismo valerá até o Congresso Nacional aprovar uma lei sobre o tema.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais