CGN
Espaço 4.0 vai capacitar 120 jovens para o mercado de trabalho em Londrina
Foto: Vivian Honorato

Espaço 4.0 vai capacitar 120 jovens para o mercado de trabalho em Londrina

O laboratório do programa foi instalado na Escola Municipal Maestro Roberto Pereira Panico, localizada no Jardim São Vicente Palotti, na região leste, com a expectativa de......

Publicado em

Por Prefeitura de Londrina

Publicidade
Espaço 4.0 vai capacitar 120 jovens para o mercado de trabalho em Londrina
Foto: Vivian Honorato

A partir de hoje (21), a cidade de Londrina conta com o Programa Espaço 4.0, iniciativa que promove um ambiente criativo de inovação e prepara os jovens para o futuro do trabalho. O programa é do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, através da Secretaria Nacional da Juventude (SNJ), e foi viabilizado por meio de um convênio com a Secretaria Municipal de Educação de Londrina.

Foto: Vivian Honorato

O laboratório do programa foi instalado na Escola Municipal Maestro Roberto Pereira Panico, localizada no Jardim São Vicente Palotti, na região leste, com a expectativa de capacitar 120 jovens de 15 a 29 anos, no segundo semestre do ano.  O espaço foi inaugurado na manhã desta segunda-feira (21), em solenidade na sede da unidade escolar, com a presença do prefeito Marcelo Belinati; do deputado Federal, Filipe Barros; da secretária de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, entre outras autoridades.

O convênio do município com a SNJ foi firmado em dezembro de 2019, mas será concretizado agora por conta da pandemia, já que os cursos são presenciais. O valor é de R$ 300.000,00, recurso do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, com contrapartida do Município de R$ 3.030,30. O convênio foi viabilizado por intermédio do deputado federal Filipe Barros.

Foto: Vivian Honorato

As unidades do Espaço 4.0 são modernos laboratórios de tecnologia e de produção criativa, disponibilizados por meio de um contêiner adaptado, conforme padrão arquitetônico estabelecido pela SNJ. Em Londrina, o local está equipado para realização de cursos com oito alunos por turma, com estrutura climatizada, notebooks, quatro impressoras 3D, ferramentas, kits de eletricidade e robótica, um grande aparelho de televisor para apresentação das aulas, quadros de ferramentas e de avisos, uma mini copa com bebedouro e micro-ondas, além de banheiro.

Foto: Vivian Honorato

Na Escola Municipal Maestro Roberto Pereira Panico, a unidade vai atender jovens de 15 a 29 anos da comunidade local, público-alvo do programa, bem como os estudantes da escola. Os cursos são de competências em tecnologias e direcionados, prioritariamente, aos jovens com Cadastro Único para Programas Sociais ou (CadÚnico).

Para o segundo semestre, estão previstos quatro cursos de capacitação:  Manutenção de Equipamentos de Informática; Modelagem e Impressão 3D; Empreendedorismo digital; Robótica Educacional. Eles serão disponibilizados nos períodos da manhã, tarde e noite.

Serão utilizadas as metodologias steam (software de gestão de direitos digitais), ativas e orientada a projetos, propiciando vivência no contêiner e no espaço maker. O ambiente FAB LAB (espaços de “mão na massa”), possui instalações para manuseio de máquinas CNC e impressora 3D, das ferramentas e dos kits de eletricidade e robótica.

Foto: Vivian Honorato

O prefeito Marcelo Belinati destacou que é fantástico para a cidade, ter um programa como este em uma escola municipal. “Isso vai representar a qualificação profissional de diversos jovens, de 15 a 29 anos, com aquilo que existe de mais moderno. Sabemos que o nosso município é referência no Brasil e no mundo na área de Tecnologia da Informação (TI). Para se ter ideia, hoje, em Londrina, há 3 mil vagas de emprego abertas nesta área, que necessitam de pessoas que tenham qualificação profissional. Este laboratório vai ajudar muito, para o que o jovem se capacite e consiga uma vaga no mercado de trabalho, de imediato”, enfatizou.

Foto: Vivian Honorato

A secretária municipal de Educação, Maria Tereza Paschoal de Moraes, informou que o espaço começou a atender os alunos da escola, porque a unidade escolar já realiza um trabalho voltado às competências em tecnologia, com apoio do Instituto Federal do Paraná (IFPR). “Nossa meta é oferecer cursos para 120 jovens da comunidade externa, nos próximos meses, para que eles tenham formação para o mercado de trabalho. Será uma primeira experiência, mas há possiblidade de ampliação para outras escolas. Gostamos muito da estrutura do laboratório, o container tem um espaço excelente e que permite, em pouco tempo, a criação de outros ambientes como este na cidade”, apontou.

Foto: Vivian Honorato

O deputado federal, Filipe Barros, lembrou que Londrina já é uma cidade que se destaca na área de TI, possui inúmeras vagas abertas nesta área, por isso a importância e necessidade de mão de obra qualificada. “Nada melhor do que já inserir as crianças e jovens neste contexto, pois o futuro da nossa cidade passa, necessariamente, pela tecnologia da informação, pela ciência de dados, enfim, por todas estas novas áreas que estão surgindo. Por isso, quando este projeto foi apresentado a mim eu o trouxe para Londrina. Junto com a secretária Maria Tereza visitei cinco escolas municiais e escolhemos esta, porque a unidade já desenvolve projetos de robótica e de tecnologias”, contou.

Foto: Vivian Honorato

A diretora da Escola Municipal Maestro Roberto Pereira, Thatiane Verni Lopes de Araújo, enfatizou que o Espaço 4.0 representa uma oportunidade para que os jovens possam ingressar no mercado de trabalho, bem como para capacitar os alunos para profissões futuras. “Nós já temos projetos que contemplam a linguagem da programação na escola, por isso os alunos também poderão usar este espaço, para que eles possam dar andamento nas pesquisas e nos projetos desenvolvidos aqui”, afirmou.

A diretora informou que muitas propostas inovadoras já foram criadas pelos alunos da unidade e algumas delas foram apresentadas na 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), realizada em Brasília, em dezembro de 2021, integrando o estande do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Por meio do Projeto Maker Space e do Programa WASH – Workshop Aficionados em Software e Hardware, voltado à iniciação cientifica, o aluno Arthur Caleb desenvolveu uma lixadeira elétrica com recursos recicláveis, que foi apresentada na 18ª SNCT. Entre os participantes, também estiveram os estudantes Francisco Perdigão, que fez um dispenser para álcool em gel com materiais recicláveis, e Vitor Hugo Belmonte, que desenvolveu um protótipo de mão hidráulica para alunos de inclusão. “Também temos pesquisas que passaram por um edital da Fundação Carlos Chagas, em parceria com universidades estrangeiras, para que o trabalho da escola pública saia do município e vá para mundo afora”, informou Araújo.

Foto: Vivian Honorato

Entre os presentes na solenidade, também estiveram os secretários municipais de Planejamento, Orçamento e Tecnologia, Marcelo Canhada, e do Trabalho, Emprego e Renda, Gustavo Santos; os vereadores Giovani Mattos e a Professora Flávia Cabral; a vice-diretora da Escola Municipal Maestro Roberto Pereira Panico, Sandra Regina Alves da Rocha; o presidente do Conselho Municipal de Educação de Londrina (CMEL), João Marcos Machuca de Lima; representando a Secretaria Municipal de Assistência Social, Rodrigo Barros, além de servidores e alunos da unidade escolar.

Foto: Vivian Honorato

Sobre o programa – De acordo com o e-book do Espaço 4.0, da SNJ, o programa reconhece os processos produtivos da indústria 4.0 e as possibilidades inovadoras da Educação 4.0. A Indústria 4.0, também chamada de Quarta Revolução Industrial, engloba um amplo sistema de tecnologias avançadas como inteligência artificial, robótica, internet das coisas e computação em nuvem, que estão mudando as formas de produção e os modelos de negócios no Brasil e no mundo.

A partir da cultura maker, a iniciativa proporciona espaços criativos e inovadores do “Faça você mesmo”, com a resolução de problemas, criação de protótipos e testes com soluções. Visa, portanto, implementar um ambiente criativo de inovação para estimular o aprendizado, proporcionar oportunidade de capacitação técnica e ampliação de habilidades e competências técnicas e socioemocionais para jovens entre 15 e 29 anos, ampliando as possiblidades para o mundo do trabalho.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais