CGN
Diga-me com quem andas… – por Caio Gottlieb

Diga-me com quem andas… – por Caio Gottlieb

Católico praticante, de hábitos espartanos, fez toda a sua trajetória política observando os rigorosos princípios da ética, da moral e da honestidade....

Publicado em

Por Caio Gottlieb

Publicidade
Diga-me com quem andas… – por Caio Gottlieb

Ex-governador de São Paulo e ex-candidato a presidente da República, Geraldo Alckmin sempre foi visto tanto por aliados quanto por adversários como um homem de reputação ilibada.

Católico praticante, de hábitos espartanos, fez toda a sua trajetória política observando os rigorosos princípios da ética, da moral e da honestidade.

Até onde se sabe, jamais compactuou com qualquer ato de desvio de dinheiro público.

Quando vieram à tona os escândalos do Mensalão e do Petrolão, não hesitou em condenar veementemente os envolvidos nas roubalheiras.

Daria para escrever um livro só com as contundentes declarações em que ele trata o PT como a quadrilha que orquestrou os maiores esquemas de corrupção da história do país e aponta Lula como chefe do bando.

Todas elas voltam agora a ser devidamente lembradas para escancarar o contraditório e indecoroso acordo prestes a ser firmado para que o imaculado ex-tucano, ainda à procura de um novo partido para se filiar, vire companheiro de chapa de Lula como candidato a vice na disputa presidencial, para cumprir o papel subalterno de atrair votos dos eleitores de centro-direita para o petista.

Ninguém haverá de esquecer, para citar apenas um exemplo, que no decorrer da campanha eleitoral de 2018, cheio de indignação, ele disse textualmente: “Depois de ter quebrado o Brasil, Lula diz que quer voltar ao poder. Ou seja, meus amigos, ele quer voltar à cena do crime.”

À luz de fatos como esse e diante da iminente aliança que se desenha, só nos resta concluir que Alckmin, ao topar se unir àqueles que outrora já chamou de bandidos, não é tão santo como muita gente vinha pensando.

Faltava apenas uma boa oportunidade pra jogar tudo pro alto e cair na vida.

Como reza o dito popular, a ocasião faz o ladrão.

Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais