CONECTE-SE CONOSCO

Brasil

Comissão de Trabalho debate crise no setor automotivo

O debate será realizado no plenário 10, às 9h30, e poderá ser acompanhado de forma virtual e interativa pelo e-Democracia….

Publicado

em

Comissão de Trabalho debate crise no setor automotivo
José Fernando Ogura/Agência de Notícias do Paraná

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta quinta-feira (25) para discutir a situação do setor automobilístico no Brasil.

O debate será realizado no plenário 10, às 9h30, e poderá ser acompanhado de forma virtual e interativa pelo e-Democracia.

O deputado Vicentinho (PT-SP), que solicitou a reunião, lamentou o encerramento ou a suspensão das atividades em fábricas do setor automotivo, os impactos sociais e conjunturais e o processo de desindustrialização do País.

Menos empregos
Vicentinho criticou o “assombroso cenário de desemprego, informalidade, desalento, subutilização da força de trabalho, fechamento de micro e pequenas empresas”, que impactam em dezenas de milhares de postos de trabalho, bem como uma perda arrecadatória para o País pelo esfacelamento dos complexos industriais existentes.

Segundo Vicentinho, o setor automotivo chegou a ter, em outubro de 2013, 159.648 trabalhadores diretamente vinculados à indústria, sendo 137.775 na produção de autoveículos e 21.873 em máquinas agrícolas e material rodoviário. “Em dezembro de 2020, foram registrados 120.538 trabalhadores diretos (104.428 na produção de autoveículos e 17.740 na produção de máquinas agrícolas e material rodoviário), o que corresponde a uma queda de 24,5% no período”, disse.

Debatedores
Foram convidados para a audiência:
– o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região, Cláudio Batista da Silva Junior;
– o presidente da Industrial Brasil, Aroaldo Oliveira da Silva;
– o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores  (Anfavea), Luiz Carlos Moraes;
– o procurador do Trabalho e coordenador nacional de Promoção da Liberdade Sindical (Conalis/MPT), Ronaldo Lima dos Santos;
– o presidente da Federação dos Sindicatos de Metalúrgicos da CUT no Estado de São Paulo, Erick Pereira da Silva; e
– o diretor técnico do Departamento Intersindical, de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Fausto Augusto Júnior.

Da Redação – RS


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Participe do nosso grupo no Whatsapp ou do nosso canal no Telegram

Publicidade

Copyright 2021 CGN ® Todos os direitos reservados