CONECTE-SE CONOSCO

Cascavel

“A filha do motorista e da empregada doméstica venceu”: uma história de superação, conquista e gratidão a família

Adriana Regina de Melo se formou em Pedagogia contando com grande esforço de seus pais

Publicado

em

Gratidão, ao pé da letra, é a definição de qualidade de quem é grato. Quem reconhece o valor e esforço de outras pessoas que lhe prestaram algum benefício, auxílio ou um favor. É um ato de agradecimento.

A palavra gratidão talvez seja a que mais se encaixe aos sentimentos que a cascavelense Adriana Regina de Melo tem por sua família, especialmente seus pais, que tanto batalharam para que ela concluísse seu ensino superior. O pai trabalha como motorista, e a mãe como empregada doméstica mas, apesar das dificuldades, a família foi fundamental no suporte para que Adriana conquistasse seu diploma de formada em Pedagogia.

A história de Adriana com sua formação acadêmica teve início há 17 anos. Na época ela estava com 18 anos e infelizmente não conseguiu concluir o curso superior, tendo em vista que naquele período ela engravidou e deu à luz seu primeiro filho, obrigando-se a interromper a formação.

Foi depois de muitos anos que ela decidiu retomar o curso mas, mesmo com mais experiência de vida, Adriana enfrentou enormes dificuldades para dar sequência em sua formação. Ela afirma que pensou, mais uma vez, em desistir do curso porém contou com o apoio emocional e também financeiro de sua família, que superou as dificuldades e com aquele jeitinho, conseguiu se organizar, focar na graduação e assim foi possível concluir a jornada com sucesso.

Neste período, além da difícil situação financeira, pesou também para Adriana o fato de ter que trabalhar o dia todo, deixar os filhos em casa, dedicar-se aos estudos, estágios, relatórios, provas, entre diversos outros afazeres no período entre o “acordar cedo” e o “dormir tarde”. Ultrapassar as dificuldades e alcançar seu objetivo foi muito mais do que satisfatório, foi uma conquista a qual Adriana encontra dificuldades até mesmo para descrevê-la com exatidão.

A pandemia de Covid-19, no entanto, foi determinante para adiar um pouquinho o tão sonhado momento de receber o diploma. Isto porque a turma concluiu o curso em 2020, mas somente agora, em 2021, é que os novos pedagogos puderam colar grau com as redução nas restrições de combate ao coronavírus.

Chegado o dia de colar grau, justamente no momento de festa, de alegria, é que Adriana aproveitou para expor a sua mais pura e bela gratidão pelo esforço de seus familiares, que tanto contribuíram para este momento e a ajudaram a alcançar o objetivo. Quando foi chamada para receber o diploma, Adriana subiu ao palco com um cartaz exibindo, com muito orgulho, a frase “A filha do motorista e da empregada doméstica venceu, se formou professora!”, emocionando a todos que presenciaram este momento especial.

Ainda durante as comemorações desta conquista pessoal, Adriana também dedicou um segundo momento em sua colação de grau para homenagear e dedicar o momento especial a uma colega de turma que faleceu no dia 24 de julho, em decorrência de um câncer. Se não tivesse sido adiada a colação de grau por conta da pandemia, Ana Carla Lara Schefer, amiga e colega de turma de Adriana, teria recebido seu merecido diploma. Quando a colação finalmente foi realizada, o diploma foi entregue aos familiares de Ana Carla.

Adriana, que procurou a CGN neste domingo (26) para contar esta linda história pessoal, já atua na área como professora e agora poderá exibir com orgulho este diploma que simboliza sua formação acadêmica e que também carrega um emblemático significado de agradecimento a seus pais, seus heróis.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Participe do nosso grupo no Whatsapp ou do nosso canal no Telegram

Publicidade

Copyright 2021 CGN ® Todos os direitos reservados