Conecte-se conosco

Cascavel

Todos contra Evandro Roman: suplentes pedem a cassação do deputado

Processo no TSE está com o ministro Edson Fachin...

Publicado em

Todos contra Evandro Roman: suplentes pedem a cassação do deputado

A mudança de partido, de olho nas eleições municipais do ano que vem, pode custar caro para o deputado federal Evandro Roman (Patriotas). Nada menos do que dois suplentes e um deputado federal entraram com pedido de cassação do mandato alegando infidelidade partidária.

Roman também é suplente, mas assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados quando o titular, Ney Leprevost, aceitou convite para fazer parte do governo de Ratinho Junior e se licenciou do Legislativo. 

Roman disputou as eleições pelo PSD, que teve na mesma coligação PSC, PR, PPS e PODE. Há cerca de dois meses, ele decidiu ingressar no Patriotas.

O suplente Hidekazu Takayama (PSC) entrou com uma ação de perda de cargo eletivo contra Roman por infidelidade partidária. Ao dar entrada na ação, descobriu que outro suplente, Reinhold Stephanes Junior (PSD), também havia proposto uma ação. Quem também decidiu entrar com ação semelhante foi o deputado federal Edmar Arruda (PSD).

O ministro Edson Fachin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), decidiu unificar as ações e postergou a análise do pedido liminar para o mérito, bem como determinou a tramitação conjunta. Em despacho proferido hoje (3), Fachin deu prazo de cinco dias para os requeridos apresentarem respostas antes de tomar uma decisão.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de Evandro Roman, mas até o momento ele não se pronunciou sobre a ação.



Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade