CONECTE-SE CONOSCO

Opinião

Quando menos é mais

Publicado

em

Depois dos rompantes e confrontos que dominaram as turbulentas passagens de Roberto Requião pelo Palácio Iguaçu e das denúncias de corrupção que mancharam as gestões de Beto Richa, o Paraná vive um momento bem diferente com o governador Ratinho Junior.

Fechando o primeiro ano de seu mandato sem grandes conflitos, ele construiu na Assembleia Legislativa, com toda a tranquilidade, uma sólida base de apoio que lhe deu as condições necessárias para cortar gastos e fazer sobrar recursos para realizar obras sem comprometer o equilíbrio fiscal do estado.

Dois destaques, entre outros, marcaram a atuação do governo nesses doze meses: avanços significativos na segurança pública e a conquista de expressivos investimentos de empresas nacionais e estrangeiras que serão fundamentais para incrementar o crescimento da economia paranaense, temas prioritários de sua campanha eleitoral.

Com os ventos politicos soprando a favor, Ratinho ainda conseguiu levar a cabo, com o menor desgaste possível, a espinhosa tarefa de efetivar a reforma da previdência dos funcionários públicos, medida essencial não apenas para garantir a aposentadoria futura dos servidores, mas também para restabelecer e assegurar a higidez financeira do Paraná por longos anos.

No decorrer dessa jornada, que não registrou um único caso de corrupção em sua administração, o governador mostrou as principais características do seu estilo de trabalho: transparência, diálogo, conciliação, sobriedade, discrição e, ao contrário de muitos de seus antecessores, uma notória aversão ao excesso de visibilidade na mídia.

Sem dúvida, são novos e promissores tempos na política estadual.

(Leia e compartilhe outras postagens acessando o site: caiogottlieb.jor.br)


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2019 CGN ® Todos os direitos reservados Contato