• Fábio Wronski
  • CGN

10 Janeiro 2019 | 20h51min

Aconteceu, nesta tarde, no Fórum da Justiça Estadual de Cascavel, o julgamento de Sidnei Rodrigues da Silva.

Ele era acusado de um crime de grande repercussão registrado em agosto do ano passado no Bairro Neva, em Cascavel.

O homem teria desferido golpe de arma branca do tipo foice na direção da cabeça da enteada, que, para se defender, colocou o braço na frente e, com isso, o golpe lhe provocou amputação traumática da mão.

O acusado também teria investido contra Guiomar Ferreira Prestes, sua companheira, provocando sua morte por choque hemorrágico agudo.

Segundo o promotor Guilherme Carneiro, Sidnei foi condenado a 25 anos de prisão pelos dois crimes, iniciando no regime fechado. 

Foram retiradas as qualificadoras do motivo fútil e a que dificultava a defesa da vítima e reconhecido o privilégio da forte emoção na tentativa.

Carregar mais notas ao vivo

Comentários (5 comentários)

  • Jose Moreira
    110
    5
    5 dias atrás às 21:24h
    Mata logo pra nós não ter que ficar pagando a comida desse filho da puta
    • Natalício Lima
      108
      1
      5 dias atrás às 22:43h
      Sinto muito pela mãe de uma desgraça dessa, mas bem q poderia existir em nosso país a pena de morte.
  • Vanessa Silveira
    80
    1
    5 dias atrás às 23:40h
    Pena de morte já pra essa desgraça
  • Giuliano Leonardo
    6
    4
    4 dias atrás às 06:57h
    Divia pegar não 25 anos mais sim 30 anos de prisão mais isso nos presidente vai mudar as leis no nosso país eles vai trabalhar para susdenda
  • Dieguinho X Tais Tais
    3
    1
    4 dias atrás às 11:43h
    Esse presidente e tao filha da puta quanto ele e quanto vc seus fedido