CONECTE-SE CONOSCO

Opinião

Os fins justificam os meios

Publicado

em

Quem pensa que o show de horrores do Supremo Tribunal Federal já encerrou sua temporada anual engana-se redondamente.

Se depender do desejo do ministro Gilmar Mendes (sempre ele), deve entrar na pauta de dezembro da segunda turma da Corte o julgamento da ação movida pela defesa de Lula contra o ex-juiz Sergio Moro, que é acusado de agir com parcialidade ao condenar o ex-presidente a mais de 9 anos de prisão (dos quais ele já cumpriu quase dois) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá, sentença confirmada depois na segunda instância e também no Superior Tribunal de Justiça.

Não satisfeita em inventar uma artimanha jurídica para soltar Lula, a banda petista do STF ensaia anular todo o processo e abrir uma brecha para o chefe da quadrilha do Petrolão recuperar o direito de disputar as eleições presidenciais de 2022.

Resta saber se os cidadãos de bem, que ainda são maioria neste país, irão aceitar pacificamente esse supremo atrevimento.

(Leia e compartilhe outras postagens acessando o site: caiogottlieb.jor.br)


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2019 CGN ® Todos os direitos reservados Contato