CONECTE-SE CONOSCO

Opinião

O segredo é não aceitar o fracasso

Publicado

em

Pelo terceiro ano consecutivo, a Coordenadoria das Associações Comerciais e Empresariais do Oeste do Paraná acabou de promover a entrega do Prêmio Mulher Empreendedora, que reuniu na reta final três competidoras com incríveis e comoventes histórias de perseverança e superação.

O evento fez muita gente se perguntar se foi a resiliência ou a teimosia que, diante de tantos reveses e adversidades, as levou a seguir em frente e realizar seus sonhos.

Sabe-se que no meio daquelas duas palavras existe uma linha tênue que diferencia os empreendedores que conseguem constituir grandes empresas daqueles que, por pura teimosia, insistem em ideias e negócios fadados ao insucesso.

Um caso inspirador é o do argentino Federico Vega.

Em recente entrevista publicada no site Infomoney, ele conta que, entre 2011 e 2016, já acumulando mais de 200 negativas de investidores para a sua startup CargoX, seu destino parecia encaminhar-se para o segundo cenário.

Sua ideia era criar no Brasil uma plataforma que ligasse caminhoneiros e pequenas transportadoras com capacidade ociosa a grandes empresas que precisam de serviços de frete.

Sem conseguir captar um real, Federico resolveu bater na porta de um investidor com que tinha contato pela vigésima vez. Foi quando ouviu a negativa que mudaria a sua trajetória.

_ Ele já não aguentava mais a minha insistência e disse: “olha, eu vou te dizer exatamente porque eu jamais vou investir no seu negócio”, relata Federico.

O investidor então listou cinco motivos pelos quais achava que o projeto nunca daria certo: “primeiro, você não é brasileiro; segundo, está em um dos países mais complexos do mundo para fazer negócios; terceiro, dentro de um dos países mais complexos, você escolheu a indústria mais complexa (logística); quarto, você não fala português e não conhece a nossa cultura; e, quinto, você é argentino”.

Em um primeiro momento, Federico recorda que sentiu como se tivesse levado um soco na boca do estômago. Mas sua teimosia, ou melhor, resiliência, logo o levaria a descobrir um caminho para fazer o negócio dar certo: pegar a lista de fraquezas apontada pelo investidor e trabalhar para que elas se tornassem o grande diferencial da companhia.

Depois disso, a CargoX captou mais de 95 milhões de dólares de renomados fundos de investimentos.

No último ano, a empresa faturou mais de 500 milhões de reais.

Encerro o assunto com uma citação do escritor Paulo Coelho que resume tudo: “Não desista. Geralmente é a última chave no chaveiro que abre a porta”.

(Leia e compartilhe outras postagens acessando o site: caiogottlieb.jor.br)


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2019 CGN ® Todos os direitos reservados Contato