CONECTE-SE CONOSCO

Opinião

Pra completar a tragédia

Publicado

em

Atribuem-se à falta de recursos estruturais não disponibilizados pela Secretaria Estadual da Saúde as dificuldades enfrentadas pelo Instituto Médico Legal de Cascavel que estariam prejudicando a coleta de órgãos para transplante, assunto que provocou intensa polêmica nos últimos dias.

Um caso bastante ilustrativo dos aludidos problemas envolveu o falecido cardiologista Eduardo Philippi, morto no recente acidente aéreo que vitimou também sua esposa e sua filha, além do piloto da aeronave que trazia a família do litoral catarinense e caiu quando se preparava para pousar na pista do aeroclube local.

Consta que a demora na liberação do corpo pelo IML impediu a retirada de alguns dos órgãos do médico em condições adequadas para doação, como era seu desejo manifestado em vida.

O mais grave de tudo é que não seria a primeira ocorrência desse tipo.

(Leia e compartilhe outras postagens acessando o site: caiogottlieb.jor.br)


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2019 CGN ® Todos os direitos reservados Contato