CONECTE-SE CONOSCO

Cascavel

Testado no campo de batalha

Publicado

em

Com o término do mandato do ministro Dias Toffoli na presidência do Supremo Tribunal Federal, o general de divisão (da reserva) Ajax Porto Pinheiro deixa de ser seu assessor especial mas não deixará de seguir prestando serviços ao poder judiciário.

Dono de numeroso círculo de amigos em Cascavel, que granjeou no período em que esteve no comando da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada entre 2010 e 2012, ele aceitou o convite do novo presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Humberto Martins, para dirigir a Secretaria-Geral, órgão diretamente ligado à presidência da corte.

Calejado na experiência de assessorar a alta magistratura do país, Ajax fará a ponte entre o STJ, o governo e os militares.

Convém registrar, a propósito, que por duas vezes ele serviu na Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti: a primeira, chefiando o Batalhão Brasileiro semanas após o terremoto de 2010, que fez mais de 200 mil vítimas fatais, e depois como comandante geral das forças internacionais entre os anos de 2016 e 2017.

Um dos últimos militares brasileiros a deixar o país caribenho, ele tinha, entre as suas principais funções, a tarefa de coordenar a recaptura de membros de gangues e movimentos rebeldes que fugiram das cadeias haitianas após a catástrofe.

Tem, portanto, grande expertise em pacificar zonas conflagradas…

(Leia e compartilhe outras postagens acessando o site: caiogottlieb.jor.br)


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2020 CGN ® Todos os direitos reservados