CONECTE-SE CONOSCO

Brasil Esportes

Ex-piloto de Stock Car, Tuka Rocha morre após acidente aéreo no sul da Bahia

Publicado

em

O ex-piloto de Stock Car Tuka Rocha, de 36 anos, morreu na manhã deste domingo, após complicações decorrentes de um acidente de avião em Maraú, no sul da Bahia. A informação foi confirmada pela Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

Tuka Rocha estava internado desde a última quinta-feira no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. Ele havia tido complicações pulmonares e tinha sofrido queimaduras em 80% do corpo. O piloto de 36 anos foi submetido a várias cirurgias seu quadro era muito delicado especialmente em razão dos problemas no pulmão.

O acidente aéreo vitimou outras duas pessoas. A profissional de relações públicas e assessoria de imprensa Maysa Marques Mussi morreu na noite do último sábado e a primeira vítima fatal confirmada foi a jornalista Marcela Brandão Elias, irmã de Maysa, que morreu no local do acidente. Outras sete pessoas estão internadas.

Entre os demais feridos estão o empresário Eduardo Mussi, marido de Maysa e irmão do deputado federal Guilherme Mussi (PP-SP), o marido e o filho de Marcela Brandão, além de Marcelo Constantino Alves, neto do fundador da Gol Nenê Constantino. Eles seguem internados em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador (BA).

O acidente de avião ocorreu na última quinta-feira, nas proximidades do distrito de Barra Grande, na Bahia. O bimotor se preparava para pousar na pista de um resort de luxo desativado quando se chocou com o solo e pegou fogo.

Ainda não se sabe a causa do acidente. O Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa II), da Aeronáutica, chegou na sexta-feira a Barra Grande para investigar a razão da queda.

O avião, um Cessna C550 fabricado em 1981, pertence ao empresário José João Abdalla Filho e está em situação regular na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC).

TRAJETÓRIA – Tuka Rocha correu na Stock Car, principal categoria do automobilismo em que competiu, entre 2011 e 2018. O ex-piloto deixou a categoria em julho do ano passado depois de perder o patrocinador.

Ele passou por BMC, RZ e Ipiranga-RCM e sua última equipe foi a Vogel, pela qual ganhou o prêmio de revelação da Stock Car na sua temporada de estreia na categoria. Tuka chegou a vencer uma prova em 2015, em Ribeirão Preto.

Além da Stock Car, Tuka Rocha também competiu em outras categorias nacionais inferiores, como a A1GP e a Fórmula Superliga, em que o paulista pilotou o carro da equipe do Flamengo.

Em 2011, o ex-piloto da Stock Car tinha escapado ileso de um grave acidente. Na ocasião, o carro que pilotava pegou fogo durante uma competição no Rio de Janeiro, mas ele conseguiu pular do veículo e não teve ferimentos graves.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2019 CGN ® Todos os direitos reservados Contato