CONECTE-SE CONOSCO

Cascavel

Pai de menino de 15 anos, que morreu após ser baleado pela PM, afirma que militar agiu de forma despreparada

O garoto fugiu de uma abordagem por estar transitando com uma moto de trilha dentro da cidade….

Publicado

em

O pai do menino Alisson de Araújo, 15 anos, que morreu nesta madrugada (15), após ser baleado pela Polícia Militar, conversou com a imprensa nesta manhã, falando sobre o caso.

Muito abalado, ele e familiares foram até o IML (Instituto Medico Legal), para fazer a liberação do corpo do menino.

Segundo as informações, Alisson e outros amigos estavam indo para um treinamento numa pista de motocross, quando aconteceu o fato.

O pai conta que os meninos saíram do trabalho e foram para a pista de motocross, pelo trevo, sendo que, segundo ele, os policiais sabiam que os motociclistas eram os menores e, principalmente, sabiam que eles não eram bandidos.

Alisson foi baleado em Três Barras do Paraná, após fugir de uma abordagem da Polícia Militar. Ele chegou a ser socorrido pelo Samu e encaminhado ao HUOP, mas acabou falecendo.

O homem também afirmou saber que o filho estava errado, ao transitar sem a habilitação e local impróprio para a moto, mas acredita que o disparo não deveria ter sido realizado.

O familiar trata com indignação a ação do militar que realizou o disparo, afirmando que ele não deveria estar trabalhando na PM, por estar despreparado.

O corpo será encaminhado a Três Barras do Paraná para os atos fúnebres.


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2020 CGN ® Todos os direitos reservados