CONECTE-SE CONOSCO

Cascavel

Nadando de braçada – Por Caio Gottlieb

Publicado

em

Nem a pandemia, nem a cloroquina, nem o caso Queiroz, nem as confusões causadas pelos filhos, nem o massacre diário da grande mídia, nem as rusgas com o Congresso Nacional e com o STF, nem mesmo as trapalhadas da própria administração, nada, até agora, conseguiu abalar o projeto de reeleição de Jair Bolsonaro.

Feita com exclusividade para a revista Veja (que sabidamente não nutre a menor simpatia pelo presidente) e publicada na edição desta sexta-feira (24), uma sondagem do respeitado Instituto Paraná Pesquisas confrontou Bolsonaro com os seis potenciais adversários mais cotados para disputar com ele o Palácio do Planalto em 2022: Lula, Fernando Haddad, Ciro Gomes, Sergio Moro, João Doria e Luciano Huck.

Se as eleições presidenciais fossem hoje, Bolsonaro não apenas superaria com folga todos eles nos mais diversos cenários do primeiro turno, como, também, igualmente os derrotaria, e até com certa facilidade, no segundo round da batalha.

Seu favoritismo, aliás, nunca esteve tão amplo e tão sólido, respaldado, como mostram os números do levantamento, por índices crescentes de apoio ao seu mandato em todas as classes sociais.

Deve ser porque o governo é ruim…

(Leia e compartilhe outras postagens acessando o site: caiogottlieb.jor.br)


Whatsapp CGN 9.9969-4530 - Canal direto com nossa redação - Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.

Clique aqui e participe do nosso grupo no whatsapp

Publicidade

Copyright 2020 CGN ® Todos os direitos reservados