CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

África do Sul: turista morre após ser pisoteado por uma manada de elefantes

A Junta de Parques e Turismo da província da região (NWPETB, na sigla em inglês), que administra o parque, afirmou que inicialmente o homem foi pisoteado...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

Autoridades da África do Sul informaram na última terça-feira, 9, que uma manada de elefantes pisoteou um turista espanhol até a morte no Parque Nacional Pilanesberg, a mais de 117 quilômetros de Joanesburgo. A fatalidade aconteceu quando a vítima deixou um veículo e se aproximou dos animais para tirar fotos, segundo informações da CBS News.

A Junta de Parques e Turismo da província da região (NWPETB, na sigla em inglês), que administra o parque, afirmou que inicialmente o homem foi pisoteado por uma elefanta adulta.

“Ele infelizmente não conseguiu escapar ou evitar a elefanta, acompanhada por toda a manada, e foi alcançado e pisoteado até a morte”, disse o órgão. “Os elefantes se afastaram imediatamente da cena sem qualquer agressão em relação aos veículos próximos e eventualmente desapareceram na vegetação.”

A manada era composta por filhotes. Especialistas em vida selvagem alertam com frequência que os elefantes podem reagir com agressividade a ameaças percebidas, especialmente para proteger os seus filhotes.

De acordo com a polícia da região, a noiva da vítima e outras duas mulheres de Joanesburgo também estavam no veículo e saíram ilesas.

O chefe interino de conservação da NWPETB, Piet Nel, disse que os visitantes são informados de que não podem sair de seus veículos enquanto dirigem pelo parque e devem assinar formulários mostrando o entendimento das regras.

“Em alguns casos, as pessoas não estão cientes dos perigos nos parques”, disse Nel. “Devemos lembrar que você está entrando em uma área selvagem.”

Ataques elefantes nos últimos meses

O incidente com o turista espanhol é a terceira que acontece na África em um período inferior a quatro meses.

Em junho, Juliana Gle Tourneau, de 64 anos, do Novo México, foi morta quando um elefante atacou em que turistas estavam, na Zâmbia.

O país também tinha sido palco, dois meses antes, de outro ataque de elefante a um carro de safári. Uma mulher norte-americana, de 79 anos, morreu após ser levada para o hospital.

Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais