CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Justiça dá liminar a empresa para garantir noventena da MP da compensação

O magistrado afirmou que a MP surpreende os exportadores ao trazer, “ainda que indiretamente, um aumento da carga tributária nas operações de exportações, com o nítido...

Publicado em

Por Agência Estado

Publicidade

A 4ª Vara Federal de Campinas concedeu uma liminar à Pirelli Pneus para garantir que a medida provisória (MP) que compensa a desoneração da folha produza efeitos apenas depois de 90 dias da sua edição. Na decisão proferida na tarde desta terça-feira, 11, o juiz Valter Maccarone entendeu que há aumento indireto da carga tributária e, por isso, a medida deve obedecer ao princípio da noventena.

O magistrado afirmou que a MP surpreende os exportadores ao trazer, “ainda que indiretamente, um aumento da carga tributária nas operações de exportações, com o nítido propósito de limitar o uso de créditos tributários devidamente constituídos a fim de impedir o aumento do déficit fiscal”.

A MP também foi questionada no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo PP. O processo, com pedido de liminar, foi distribuído ao ministro Gilmar Mendes.

A medida foi anunciada na semana passada pelo Ministério da Fazenda e limita a compensação dos créditos de PIS/Cofins.

O objetivo é equilibrar o impacto às contas públicas com a prorrogação da desoneração da folha de pagamento.

De acordo com a equipe econômica do governo, o impacto da desoneração em 2024 é de R$ 26,3 bilhões.

As medidas de compensação instituídas pela MP podem arrecadar até R$ 29,2 bilhões para cobrir essa perda.

Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais