CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras em fevereiro de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão

Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras em fevereiro de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão

A vítima foi morta em 12 de fevereiro de 2007, deixando dois filhos, um menino e uma menina, de 5 anos e 9 meses na época.......

Publicado em

Por Ministério Público do Paraná

Publicidade
Imagem referente a Homem denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras em fevereiro de 2007 é sentenciado a 21 anos de prisão

Um homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio triplamente qualificado pela morte da enteada em 2007, em Quatro Barras, foi condenado em júri a 21 anos de reclusão em regime fechado. O julgamento foi realizado na quarta-feira, 5 de junho, em Campina Grande do Sul, depois de ter sido adiado duas vezes no mês passado. O caso ganhou repercussão nacional por conta da prisão, em maio, de outra ré, coautora do crime e mãe da vítima, depois de ficar foragida por 17 anos, após a história ser noticiada em um programa de televisão que trata de fugitivos do Judiciário.

A vítima foi morta em 12 de fevereiro de 2007, deixando dois filhos, um menino e uma menina, de 5 anos e 9 meses na época. O crime teria sido praticado pelos dois denunciados justamente porque a avó queria a guarda do neto, que disputava com a filha em um processo judicial. Segundo a denúncia do MPPR, os acusados mataram a mulher na casa dela, após um almoço familiar. Ela foi enforcada com um fio elétrico e teve o corpo colocado embaixo de uma cama o cadáver foi descoberto dois dias depois.

O Conselho de Sentença do Júri acolheu todas as qualificadoras sustentadas pelo Ministério Público em plenário motivo fútil, meio cruel e meio que impossibilitou a defesa da vítima. Como já se encontrava preso preventivamente desde o ano passado, também depois de ficar muitos anos foragido, o denunciado – agora condenado – seguirá detido, para o cumprimento da sentença. Não foi conferido a ele o direito de recorrer em liberdade.

O caso foi julgado em Campina Grande do Sul pois o Município de Quatro Barras, na época do crime, integrava a comarca.

Processo número 0000408-15.2007.8.16.0037

Matérias anteriores

23/05/2024 – Júri de réu denunciado pelo MPPR pela morte da enteada em Quatro Barras no ano de 2007 é novamente adiado por não comparecimento da defesa do acusado

13/05/2024 – Processo de mulher presa no sábado, suspeita de matar a própria filha, prosseguirá; ex-marido e possível coautor irá ao Tribunal do Júri em Campina Grande do Sul

[email protected]
(41) 3250-4469

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Vítimas de violência doméstica em Paranaguá passam a receber atendimento em sala especial para o registro de ocorrências após intervenção do MPPR
Vítimas de violência doméstica em Paranaguá passam a receber atendimento em sala especial para o registro de ocorrências após intervenção do MPPR
MPPR denuncia escrivã da Delegacia de Delitos de Trânsito em Curitiba que teria “alugado” login e senha de acesso a sistema com informações sigilosas
MPPR denuncia escrivã da Delegacia de Delitos de Trânsito em Curitiba que teria “alugado” login e senha de acesso a sistema com informações sigilosas
Em Uraí, servidor público municipal denunciado pelo MPPR por furto qualificado é condenado a quase 118 anos de prisão
Em Uraí, servidor público municipal denunciado pelo MPPR por furto qualificado é condenado a quase 118 anos de prisão
Em Uraí, servidor público municipal denunciado pelo Ministério Público do Paraná por furto qualificado é condenado a 117 anos, 9 meses e 26 dias de prisão
Em Uraí, servidor público municipal denunciado pelo Ministério Público do Paraná por furto qualificado é condenado a 117 anos, 9 meses e 26 dias de prisão
MPPR e Polícia Civil cumprem 92 ordens judiciais em investigação que apura distribuição de drogas por organização criminosa
MPPR e Polícia Civil cumprem 92 ordens judiciais em investigação que apura distribuição de drogas por organização criminosa
MPPR e Polícia Civil cumprem 92 ordens judiciais em investigação que apura distribuição de drogas por organização criminosa
MPPR e Polícia Civil cumprem 92 ordens judiciais em investigação que apura distribuição de drogas por organização criminosa
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão em investigação de possível venda de plantões por policial civil para favorecer organização criminosa transnacional
Gaeco cumpre mandados de busca e apreensão em investigação de possível venda de plantões por policial civil para favorecer organização criminosa transnacional
Policiais militares denunciados pelo Ministério Público em Goioerê são condenados a prisão em regime fechado por roubo de carga de agrotóxicos falsificados
Policiais militares denunciados pelo Ministério Público em Goioerê são condenados a prisão em regime fechado por roubo de carga de agrotóxicos falsificados
Policiais militares denunciados pelo MPPR em Goioerê são condenados a prisão em regime fechado por roubo de carga de agrotóxicos falsificados
Policiais militares denunciados pelo MPPR em Goioerê são condenados a prisão em regime fechado por roubo de carga de agrotóxicos falsificados
Gaeco e Corregedoria da Polícia Civil cumprem ordem de busca e apreensão em investigação que apura a prática de peculato por servidor público em Cambé
Gaeco e Corregedoria da Polícia Civil cumprem ordem de busca e apreensão em investigação que apura a prática de peculato por servidor público em Cambé
Gaeco realiza em Paranaguá a Operação Arrais, com o cumprimento de ordem de busca e apreensão domiciliar contra mulher suspeita de praticar estelionato
Gaeco realiza em Paranaguá a Operação Arrais, com o cumprimento de ordem de busca e apreensão domiciliar contra mulher suspeita de praticar estelionato
Gaeco cumpre mandados em investigação sobre participação de agentes públicos na concessão de benefícios a presos
Gaeco cumpre mandados em investigação sobre participação de agentes públicos na concessão de benefícios a presos
MPPR em Santa Isabel do Ivaí denuncia funcionário de loja de informática por estupro de vulnerável e violação sexual contra crianças e adolescentes
MPPR em Santa Isabel do Ivaí denuncia funcionário de loja de informática por estupro de vulnerável e violação sexual contra crianças e adolescentes
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou do namorado
Tribunal de Justiça atende recurso do MPPR e condena mãe que permitiu relacionamento amoroso de filha menor de 14 anos que engravidou do namorado
Gaeco cumpre 37 mandados em Maringá, Sarandi e Santa Fé e afasta três servidores públicos em operação que apura possíveis crimes na 86ª Ciretran
Gaeco cumpre 37 mandados em Maringá, Sarandi e Santa Fé e afasta três servidores públicos em operação que apura possíveis crimes na 86ª Ciretran
Motorista denunciado pela morte de pai e filho em Curitiba no dia 11 de maio e que estava foragido é preso preventivamente após recurso do Ministério Público
Motorista denunciado pela morte de pai e filho em Curitiba no dia 11 de maio e que estava foragido é preso preventivamente após recurso do Ministério Público
Judiciário recebe denúncia oferecida pelo MPPR, e homem que matou a ex-mulher a facadas em Alto Piquiri vira réu por homicídio qualificado
Judiciário recebe denúncia oferecida pelo MPPR, e homem que matou a ex-mulher a facadas em Alto Piquiri vira réu por homicídio qualificado
Judiciário afasta das funções em sala de aula professor denunciado pelo Ministério Público do Paraná em Cornélio Procópio por assédio contra aluna de 15 anos
Judiciário afasta das funções em sala de aula professor denunciado pelo Ministério Público do Paraná em Cornélio Procópio por assédio contra aluna de 15 anos
Em Jacarezinho, Ministério Público denuncia por tentativa de homicídio mulher que jogou soda cáustica no rosto da ex-namorada do companheiro por ciúmes
Em Jacarezinho, Ministério Público denuncia por tentativa de homicídio mulher que jogou soda cáustica no rosto da ex-namorada do companheiro por ciúmes
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais