CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a Gaeco prende em Curitiba capitão dos Bombeiros que subtraía e vendia produtos originários de barracão da Defesa Civil que concentrava doações para o RS

Gaeco prende em Curitiba capitão dos Bombeiros que subtraía e vendia produtos originários de barracão da Defesa Civil que concentrava doações para o RS

Um capitão do Corpo de Bombeiros que auxiliava a Defesa Civil na logística para recepção e distribuição de donativos às vítimas das enchentes no Rio Grande......

Publicado em

Por Ministério Público do Paraná

Publicidade
Imagem referente a Gaeco prende em Curitiba capitão dos Bombeiros que subtraía e vendia produtos originários de barracão da Defesa Civil que concentrava doações para o RS

Um capitão do Corpo de Bombeiros que auxiliava a Defesa Civil na logística para recepção e distribuição de donativos às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul foi preso em flagrante pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), unidade do Ministério Público do Paraná, na madrugada desta quinta-feira, 30 de maio, em Curitiba. Além dele, outro homem, que seria tio do capitão dos Bombeiros, foi preso por participação no esquema criminoso.
A prisão ocorreu em uma distribuidora de bebidas do bairro Uberaba, na capital, onde estavam sendo descarregados fardos de energético subtraídos de um galpão cedido à Defesa Civil em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, para concentrar doações às vítimas de enchentes. No local, além de outros fardos de energético, foram encontrados roupas, eletrônicos e instrumentos musicais, produtos, a princípio, doados pela Receita Federal para a Defesa Civil. Também foi feita a apreensão de um revólver não regularizado. Não houve a confirmação de que todos os itens seriam destinados ao Rio Grande do Sul.
Além do barracão da Defesa Civil em Piraquara, o capitão teria acesso a outro, localizado na Vila Guaíra, em Curitiba, de onde também podem ter sido subtraídas doações. A equipe do Gaeco flagrou o momento em que, após a saída dos recrutas do Exército, o capitão estacionou uma camionete no local que guardava donativos e a carregou com fardos de energético. Ele seguiu, então, com destino à distribuidora de bebidas, onde foi preso quando descarregava os energéticos. Há informações de que a dupla já estava comercializando pela internet parte dos produtos desviados. O capitão deve ser denunciado por peculato, e o tio dele, por receptação.

[email protected]

(41) 99106-6871

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe em Piraquara
Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe em Piraquara
MP denuncia dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe
MP denuncia dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário recebe denúncia criminal contra ex-prefeito e secretário de Licitações de Iporã por morte e lesão causadas em dois trabalhadores em obra do Município
Judiciário recebe denúncia criminal contra ex-prefeito e secretário de Licitações de Iporã por morte e lesão causadas em dois trabalhadores em obra do Município
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Tribunal do Júri de Matelândia condena a 16 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver
Tribunal do Júri de Matelândia condena a 16 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver
MPPR em Cianorte realiza a Operação Abutre com o cumprimento de ordens de prisão, busca e apreensão e sequestro de bens de suspeito de agiotagem
MPPR em Cianorte realiza a Operação Abutre com o cumprimento de ordens de prisão, busca e apreensão e sequestro de bens de suspeito de agiotagem
MPPR e Polícia Civil cumprem 138 mandados na Operação Ponte Molhada, que apura delitos de organização criminosa que atua no Litoral paranaense
MPPR e Polícia Civil cumprem 138 mandados na Operação Ponte Molhada, que apura delitos de organização criminosa que atua no Litoral paranaense
MPPR cumpre 10 mandados de busca e apreensão na Operação Arcanjo, que apura possíveis pagamentos indevidos feitos pelo Município de Chopinzinho
MPPR cumpre 10 mandados de busca e apreensão na Operação Arcanjo, que apura possíveis pagamentos indevidos feitos pelo Município de Chopinzinho
Réu denunciado pelo MPPR por tentativa de homicídio que deixou vítima em estado vegetativo é condenado a 11 anos de prisão por Júri de Francisco Beltrão
Réu denunciado pelo MPPR por tentativa de homicídio que deixou vítima em estado vegetativo é condenado a 11 anos de prisão por Júri de Francisco Beltrão
Ministério Público do Paraná cria grupo especial para fortalecimento da atuação na área de crimes dolosos contra a vida
Ministério Público do Paraná cria grupo especial para fortalecimento da atuação na área de crimes dolosos contra a vida
Ministério Público do Paraná cria Grupo de Atuação Especial do Tribunal do Júri
Ministério Público do Paraná cria Grupo de Atuação Especial do Tribunal do Júri
Homem que matou passageiro que defendeu casal homoafetivo dentro de ônibus em Curitiba é denunciado por outros dois homicídios e por corrupção de menor
Homem que matou passageiro que defendeu casal homoafetivo dentro de ônibus em Curitiba é denunciado por outros dois homicídios e por corrupção de menor
Vereador denunciado pelo MPPR por discurso de ódio em relação ao ator Paulo Gustavo é condenado por injúria homofóbica
Vereador denunciado pelo MPPR por discurso de ódio em relação ao ator Paulo Gustavo é condenado por injúria homofóbica
Vereador denunciado pelo MPPR por discurso de ódio em relação ao ator Paulo Gustavo é condenado por injúria homofóbica
Vereador denunciado pelo MPPR por discurso de ódio em relação ao ator Paulo Gustavo é condenado por injúria homofóbica
Tribunal de Justiça mantém condenação criminal de servidora pública de Lupionópolis denunciada pelo Ministério Público do Paraná por peculato
Tribunal de Justiça mantém condenação criminal de servidora pública de Lupionópolis denunciada pelo Ministério Público do Paraná por peculato
Tribunal de Justiça mantém condenação criminal de servidora pública de Lupionópolis denunciada pelo Ministério Público do Paraná por peculado
Tribunal de Justiça mantém condenação criminal de servidora pública de Lupionópolis denunciada pelo Ministério Público do Paraná por peculado
Gaeco cumpre 15 mandados em operação contra lavagem de dinheiro a partir de comércio de produtos eletrônicos pela internet
Gaeco cumpre 15 mandados em operação contra lavagem de dinheiro a partir de comércio de produtos eletrônicos pela internet
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais