CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!

Homem denunciado pelo MPPR por homicídio qualificado cometido em 2023 é condenado a 36 anos e 3 meses de prisão pelo Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu

Conforme a denúncia, o réu executou a ex-companheira usando de dissimulação – foi à casa dela e chamou-a dizendo que queria entregar um presente para o......

Publicado em

Por Ministério Público do Paraná

Publicidade

Em Foz do Iguaçu, no Oeste do estado, um homem denunciado pelo Ministério Público do Paraná pelo assassinato da ex-companheira, com quem havia mantido relacionamento de aproximadamente sete anos, foi condenado pelo Tribunal do Júri a 36 anos e 3 meses de prisão em regime inicial fechado nesta terça-feira, 21 de maio. O crime, que teve repercussão nacional, foi cometido em 3 de outubro do ano passado – ele atirou na cabeça da vítima.

Conforme a denúncia, o réu executou a ex-companheira usando de dissimulação – foi à casa dela e chamou-a dizendo que queria entregar um presente para o filho de ambos. Depois do crime, para fugir da polícia, invadiu a casa de outra família e manteve em cárcere privado, sob ameaça de arma de fogo, cinco pessoas, incluindo três crianças. Após cerca de três horas de negociação com a polícia, período durante o qual ele afirmou que começaria a matar os reféns se suas exigências não fossem atendidas, um deles reagiu. Os policiais aproveitaram então para entrar na casa e detiveram o assassino.

Qualificadoras – O Conselho de sentença acolheu todas as teses sustentadas pelo MPPR no julgamento, considerando o homicídio com três qualificadoras motivo torpe (o condenado acreditava que ela teria se relacionado com outras pessoas, o que não aceitava), crime cometido mediante dissimulação e feminicídio (crime contra mulher por razões da condição do sexo feminino, em situação de violência doméstica e familiar). A pena foi aumentada pelo fato do homicídio ter sido cometido na presença da mãe da vítima.

Além da condenação pelo assassinato, o réu recebeu penas por porte ilegal de arma de fogo e cárcere privado, agravado por ter sido cometido contra vítimas com menos de 18 anos e causando-lhes grave sofrimento. Ele já estava preso preventivamente e permanecerá detido para cumprimento da pena.

Processo número 0026930-41.2023.8.16.0030

[email protected]

Fonte: MPPR

Notícias Relacionadas:

MPPR em Piraquara oferece denúncia contra dois policiais civis e um advogado investigados por tráfico de drogas e vários outros crimes
MPPR em Piraquara oferece denúncia contra dois policiais civis e um advogado investigados por tráfico de drogas e vários outros crimes
Atuação do MPPR resulta na condenação a 31 anos de prisão de integrante de organização investigada na Operação Praia Brava
Atuação do MPPR resulta na condenação a 31 anos de prisão de integrante de organização investigada na Operação Praia Brava
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena réu denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena homem por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Tribunal do Júri de Foz do Iguaçu condena homem por homicídio qualificado a 23 anos e 9 meses de prisão
Ministério Público do Paraná denuncia por homicídio com dolo eventual motorista que atropelou e matou ciclista em Marialva ao dirigir embriagado em alta velocidade
Ministério Público do Paraná denuncia por homicídio com dolo eventual motorista que atropelou e matou ciclista em Marialva ao dirigir embriagado em alta velocidade
Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe em Piraquara
Ministério Público do Paraná oferece denúncia criminal contra dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe em Piraquara
MP denuncia dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe
MP denuncia dois irmãos que ameaçaram e agrediram a irmã transexual e a própria mãe
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário condena 14 pessoas denunciadas pelo MPPR em Paranaguá por desvio de indenizações pagas a pescadores
Judiciário recebe denúncia criminal contra ex-prefeito e secretário de Licitações de Iporã por morte e lesão causadas em dois trabalhadores em obra do Município
Judiciário recebe denúncia criminal contra ex-prefeito e secretário de Licitações de Iporã por morte e lesão causadas em dois trabalhadores em obra do Município
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Delegado denunciado pelo MPPR por matar esposa e enteada em Curitiba é condenado no Júri a 38 anos e 10 meses de prisão
Tribunal do Júri de Matelândia condena a 16 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver
Tribunal do Júri de Matelândia condena a 16 anos de prisão homem denunciado pelo MPPR pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver
MPPR em Cianorte realiza a Operação Abutre com o cumprimento de ordens de prisão, busca e apreensão e sequestro de bens de suspeito de agiotagem
MPPR em Cianorte realiza a Operação Abutre com o cumprimento de ordens de prisão, busca e apreensão e sequestro de bens de suspeito de agiotagem
MPPR e Polícia Civil cumprem 138 mandados na Operação Ponte Molhada, que apura delitos de organização criminosa que atua no Litoral paranaense
MPPR e Polícia Civil cumprem 138 mandados na Operação Ponte Molhada, que apura delitos de organização criminosa que atua no Litoral paranaense
MPPR cumpre 10 mandados de busca e apreensão na Operação Arcanjo, que apura possíveis pagamentos indevidos feitos pelo Município de Chopinzinho
MPPR cumpre 10 mandados de busca e apreensão na Operação Arcanjo, que apura possíveis pagamentos indevidos feitos pelo Município de Chopinzinho
Réu denunciado pelo MPPR por tentativa de homicídio que deixou vítima em estado vegetativo é condenado a 11 anos de prisão por Júri de Francisco Beltrão
Réu denunciado pelo MPPR por tentativa de homicídio que deixou vítima em estado vegetativo é condenado a 11 anos de prisão por Júri de Francisco Beltrão
Ministério Público do Paraná cria grupo especial para fortalecimento da atuação na área de crimes dolosos contra a vida
Ministério Público do Paraná cria grupo especial para fortalecimento da atuação na área de crimes dolosos contra a vida
Ministério Público do Paraná cria Grupo de Atuação Especial do Tribunal do Júri
Ministério Público do Paraná cria Grupo de Atuação Especial do Tribunal do Júri
Homem que matou passageiro que defendeu casal homoafetivo dentro de ônibus em Curitiba é denunciado por outros dois homicídios e por corrupção de menor
Homem que matou passageiro que defendeu casal homoafetivo dentro de ônibus em Curitiba é denunciado por outros dois homicídios e por corrupção de menor
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais