CGN
Acesse aqui o Discover e busque as mais lidas por mês!
Imagem referente a 68% dos municípios do Paraná melhoraram taxa de alfabetização na última década
68% dos municípios do Paraná melhoraram taxa de alfabetização na última décadaFoto: Lucas Fermin/Seed-Pr

68% dos municípios do Paraná melhoraram taxa de alfabetização na última década

Curitiba é a cidade do Paraná com melhor índice de alfabetização. Na capital paranaense, apenas 1,5% dos residentes com 15 anos ou mais são analfabetos. O......

Publicado em

Por CGN

Publicidade
Imagem referente a 68% dos municípios do Paraná melhoraram taxa de alfabetização na última década
68% dos municípios do Paraná melhoraram taxa de alfabetização na última décadaFoto: Lucas Fermin/Seed-Pr

A proporção da população que sabe ler e escrever aumentou em 270 dos 399 municípios do Paraná entre 2010 e 2022, anos em que foram realizados os mais recentes recenseamentos demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados mais recentes do estudo comprovam a melhoria do índice em 68% das cidades, fazendo com que a proporção de analfabetos no Estado alcançasse a mínima histórica, caindo de 6,3% para 4,3% no período analisado.

Curitiba é a cidade do Paraná com melhor índice de alfabetização. Na capital paranaense, apenas 1,5% dos residentes com 15 anos ou mais são analfabetos. O número também faz da cidade a segunda mais bem classificada no indicador entre aquelas com mais de 500 mil habitantes, atrás apenas de Florianópolis, onde a taxa é de 1,4%. A redução na Capital foi de 10,6 pontos percentuais.

Quatro Pontes, na região Oeste, é a vice-líder com 1,6% de analfabetos, seguida por Maringá, no Noroeste, com 2%. Rio Negro, na região Sul, e Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, completam o top 5 dos municípios com melhores índices no Estado ambas com uma proporção de 2,2% de analfabetos entre a população. No total, são 16 municípios com índices inferiores a 2%. Completam a lista Londrina, Mallet, Nova Santa Rosa, Araucária, Pato Branco, Paranaguá, Piên, Fazenda Rio Grande, União da Vitória, São José dos Pinhais e Ponta Grossa. 

Quando a comparação é feita com os índices de 2010, o município que mais melhorou o seu desempenho em alfabetização foi Coronel Vivida, no Sudoeste, que registrou uma queda de 13 pontos percentuais no intervalo de 12 anos, caindo de 17,5% para 4,5% de analfabetos. As outras maiores quedas aconteceram em Quatro Pontes (de 13,8% para 1,6%), Itapejara d’Oeste (de 17,4% para 5,3%), Rio Negro (de 14,1% para 2,2%) e Londrina (de 14,7% para 2,8%).

São doze cidades com quedas superiores a dez pontos percentuais entre 2010 e 2022. Completam a lista São João, Francisco Beltrão, Matelândia, Laranjeiras do Sul, Jaguariaíva, Araucária e Curitiba.

POLÍTICAS PÚBLICAS – Para que os indicadores de alfabetização continuem melhorando até a erradicação do analfabetismo, o Governo do Estado instituiu em dezembro de 2022, via lei estadual, o programa Educa Juntos. A iniciativa tem como objetivo apoiar os municípios paranaenses na melhoria da aprendizagem e alfabetização dos estudantes desde a educação infantil.

Algumas das ações feitas desde então envolvem a distribuição de material didático de Língua Portuguesa e Matemática para professores e cerca de 180 mil estudantes, além da oferta do Sistema Educacional da Rede de Proteção para 296 municípios para monitorar a frequência dos alunos e combater o abandono escolar.

Em abril, a Secretaria de Estado da Educação (Seed) promoveu o Seminário de Cooperação Pedagógica com Municípios. O evento reuniu cerca de 1.400 dirigentes municipais, coordenadores pedagógicos, articuladores regionais e equipes dos núcleos regionais de educação em Curitiba para tratar do Educa Juntos. O objetivo foi subsidiar os municípios na implementação de ações voltadas à aprendizagem, com foco especial nos métodos pedagógicos de alfabetização.

As prefeituras também passaram a usar o Registro de Classe Online (RCO), ferramenta que conta com quase 10 mil aulas editáveis (7,5 mil para ensino fundamental I e 2 mil para educação infantil) para os professores utilizarem o conteúdo da forma que preferirem, e a Prova Paraná, uma avaliação diagnóstica dos níveis de aprendizagem dos estudantes em relação aos conhecimentos considerados essenciais para cada etapa de ensino.

Outro incentivo do Estado é a Educação de Jovens e Adultos (EJA), modalidade da Educação Básica que permite ao estudante retomar e concluir os estudos, promovendo, dessa forma, qualificação para conseguir melhores oportunidades no mercado de trabalho e os meios para uma melhor compreensão de sua condição enquanto cidadão. Ano passado foram impactados mais de 76 mil estudantes nas modalidades presencial e EaD.

As instituições com oferta da modalidade EJA propiciam a conclusão em dois anos do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) para pessoas a partir de 15 anos, além do Ensino Médio em um ano e meio para pessoas a partir dos 18 anos.

ANALFABESTISMO – O índice de analfabetismo do Paraná está abaixo do índice nacional, que é de 7% de acordo com o levantamento – uma queda de 2,6 pontos percentuais em 12 anos. Entre os estados brasileiros, o Paraná ocupa a 6ª colocação. O ranking é liderado por Santa Catarina, que registrou 2,7% de analfabetos entre a população com 15 anos ou mais, seguida pelo Distrito Federal (2,8%) e São Paulo (3,1%). Com isso, a taxa de alfabetização do Paraná saltou de 93,7% para 95,7%.

Confira o comparativo das taxas de analfabetismo nos municípios, a partir da variação entre os dois Censos, 

AQUI

.

Fonte: AEN

Notícias Relacionadas:

Colégio de Nova Esperança do Sudoeste é 1º lugar na olimpíada nacional de matemática
Colégio de Nova Esperança do Sudoeste é 1º lugar na olimpíada nacional de matemática
Senado aprova bolsa para apoiar permanência de alunos em universidades
Senado aprova bolsa para apoiar permanência de alunos em universidades
Governador recebe 1ª aluna indígena selecionada para o programa Ganhando o Mundo
Governador recebe 1ª aluna indígena selecionada para o programa Ganhando o Mundo
Governo anuncia R$ 100 milhões para prédios públicos eficientes
Governo anuncia R$ 100 milhões para prédios públicos eficientes
Deputados acionam STF contra terceirização de escolas públicas no PR
Deputados acionam STF contra terceirização de escolas públicas no PR
Educação abre inscrições para a 2ª jornada do grupo de estudos Diretor Formador
Educação abre inscrições para a 2ª jornada do grupo de estudos Diretor Formador
97% dos professores da rede estadual de ensino comparecem ao trabalho nesta quarta-feira
97% dos professores da rede estadual de ensino comparecem ao trabalho nesta quarta-feira
Governador sanciona lei que cria o programa Parceiro da Escola
Governador sanciona lei que cria o programa Parceiro da Escola
93% dos professores da rede estão trabalhando nas escolas do Estado
93% dos professores da rede estão trabalhando nas escolas do Estado
87% das escolas não aderem à greve do sindicato dos professores
87% das escolas não aderem à greve do sindicato dos professores
Educação divulga primeira chamada dos classificados do Ganhando o Mundo 2025
Educação divulga primeira chamada dos classificados do Ganhando o Mundo 2025
Justiça mantém votação do programa Parceiro da Escola para esta semana
Justiça mantém votação do programa Parceiro da Escola para esta semana
Justiça suspende greve dos professores da rede estadual
Justiça suspende greve dos professores da rede estadual
Secretária executiva do MEC, Izolda Cela comunica saída da pasta
Secretária executiva do MEC, Izolda Cela comunica saída da pasta
Governo entrega terceira remessa de alimentos para as escolas estaduais
Governo entrega terceira remessa de alimentos para as escolas estaduais
Educação orienta pais a levarem alunos para as aulas; professores faltantes terão desconto em folha
Educação orienta pais a levarem alunos para as aulas; professores faltantes terão desconto em folha
Educação orienta pais a levarem alunos para as aulas; adesão à greve terá desconto em folha
Educação orienta pais a levarem alunos para as aulas; adesão à greve terá desconto em folha
Lula: com qualidade, escola pública atrairá estudantes de classe média
Lula: com qualidade, escola pública atrairá estudantes de classe média
Tarcísio sanciona lei que cria escolas cívico-militares em SP
Tarcísio sanciona lei que cria escolas cívico-militares em SP
Programa Parceiro da Escola tem mais de 90% de aprovação nas unidades do projeto-piloto
Programa Parceiro da Escola tem mais de 90% de aprovação nas unidades do projeto-piloto
Google News CGN Newsletter

Whatsapp CGN 3015-0366 - Canal direto com nossa redação

Envie sua solicitação que uma equipe nossa irá atender você.


Participe do nosso grupo no Whatsapp

ou

Participe do nosso canal no Telegram

Veja Mais